APELO DO VI­CE-PRE­SI­DEN­TE DO MPLA NO UÍ­GE To­dos aos pos­tos de re­gis­to elei­to­ral

Jornal de Angola - - DESPORTO - VALTER GOMES |

O vi­ce-pre­si­den­te do MPLA, João Lou­ren­ço, afir­mou on­tem, no Uí­ge, que o ca­len­dá­rio elei­to­ral é ina­diá­vel e por is­so os mi­li­tan­tes, sim­pa­ti­zan­tes e ami­gos do par­ti­do de­vem afluir em mas­sa aos pos­tos de re­gis­to elei­to­ral ao in­vés de dei­xa­rem tu­do pa­ra o úl­ti­mo dia.

No en­con­tro com a mas­sa mi­li­tan­te do par­ti­do, aca­dé­mi­cos, en­ti­da­des re­li­gi­o­sas e au­to­ri­da­des tra­di­ci­o­nais, que de­cor­reu no ci­ne Gi­ná­sio, João Lou­ren­ço lem­brou ser ne­ces­sá­rio que to­dos os ci­da­dãos fa­çam o re­gis­to elei­to­ral por­que só des­ta for­ma es­ta­rão ha­bi­li­ta­dos a exer­cer o seu di­rei­to de vo­to nas elei­ções ge­rais do pró­xi­mo ano.

“Qu­em não vo­tar não te­rá mo­ral de al­gum dia cri­ti­car. Só tem di­rei­to de cri­ti­car ou exi­gir o seu di­rei­to aque­le que es­co­lheu le­gi­ti­ma­men­te o Pre­si­den­te do país. O mo­men­to cer­to é ago­ra. To­dos os ci­da­dãos de­vem ac­tu­a­li­zar-se e re­gis­tar-se en­quan­to o pro­ces­so de­cor­re.”

João Lou­ren­ço pe­diu pa­ra que to­dos se­jam agen­tes mo­bi­li­za­do­res, ca­pa­zes de le­var ou­tros ci­da­dãos que ain­da não fi­ze­ram o seu re­gis­to até às bri­ga­das. “Um bom agen­te mo­bi­li­za­dor quan­do vai ac­tu­a­li­zar o seu car­tão de­ve, tam­bém, le­var mais cin­co ou dez, so­bre­tu­do mem­bros da sua fa­mí­lia, vi­zi­nhos, co­le­gas de tra­ba­lho, da es­co­la, e ou­tros”, exor­tou.

João Lou­ren­ço so­li­ci­tou mai­or con­fi­an­ça no pro­gra­ma e nas ac­ções do MPLA. Mas su­bli­nhou que tal de­si­de­ra­to só po­de ser al­can­ça­do se to­dos es­ti­ve­rem re­gis­ta­dos. A pro­pó­si­to, cha­mou a aten­ção dos mi­li­tan­tes pa­ra não en­tre­ga­rem os car­tões elei­to­rais a qu­em qu­er que se­ja, por se tra­tar de um do­cu­men­to pes­so­al in­trans­mis­sí­vel, que de­ve es­tar de­vi­da­men­te con­ser­va­do até ao mo­men­to da vo­ta­ção. “Es­ta­mos con­fi­an­tes na vi­tó­ria. Mas não bas­ta con­fi­ar­mos, é tam­bém ne­ces­sá­rio tra­ba­lhar­mos pa­ra es­tar­mos de­vi­da­men­te pre­pa­ra­dos pa­ra en­fren­tar os de­sa­fi­os e obs­tá­cu­los”, aler­tou.

So­bre o 60º ani­ver­sá­rio do MPLA, a as­si­na­lar-se no pró­xi­mo dia 10 de Dezembro, o vi­ce-pre­si­den­te do MPLA afir­mou que a da­ta é im­por­tan­te pa­ra to­dos os mi­li­tan­tes, sim­pa­ti­zan­tes e ami­gos do par­ti­do. João Lou­ren­ço dis­se que as co­me­mo­ra­ções da fun­da­ção do MPLA vão ser­vir tam­bém pa­ra a aber­tu­ra da pré-cam­pa­nha do par­ti­do, vis­to que as elei­ções es­tão pre­vis­tas pa­ra Agos­to de 2017.

No en­con­tro, o pri­mei­ro se­cre­tá­rio pro­vin­ci­al do MPLA, Pau­lo Pom­bo­lo, agra­de­ceu ao vi­ce-pre­si­den­te do MPLA pela vi­si­ta, ac­to que con­si­de­rou im­por­tan­te pa­ra o al­can­ce de re­sul­ta­dos po­si­ti­vos no que to­ca ao cres­ci­men­to do par­ti­do na re­gião.

“A pre­sen­ça do vi­ce-pre­si­den­te do MPLA no Uí­ge vai re­for­çar a con­fi­an­ça dos mi­li­tan­tes e con­so­li­dar a for­ça de tra­ba­lho pa­ra os pró­xi­mos de­sa­fi­os, num mo­men­to em que as aten­ções es­tão vi­ra­das pa­ra o pro­ces­so de ac­tu­a­li­za­ção do re­gis­to elei­to­ral”, dis­se.

Pau­lo Pom­bo­lo, que é tam­bém go­ver­na­dor pro­vin­ci­al do Uí­ge, apre­sen­tou na oca­sião, en­tre ou­tras pre­o­cu­pa­ções, o au­men­to de sa­las de au­la pa­ra cor­res­pon­der ao nú­me­ro de alu­nos que in­gres­sam anu­al­men­te no pro­ces­so de en­si­no e apren­di­za­gem, o au­men­to do nú­me­ro de pro­fes­so­res e de pro­fis­si­o­nais de saú­de, o re­a­jus­ta­men­to dos sa­lá­ri­os dos fun­ci­o­ná­ri­os e a re­a­bi­li­ta­ção das es­tra­das da pro­vín­cia, prin­ci­pal­men­te as se­cun­dá­ri­as, ini­ci­a­da em 2014. À sua che­ga­da no Ae­ro­por­to Ma­nu­el Qu­ar­ta Pun­za, o vi­ce-pre­si­den­te do MPLA foi re­ce­bi­do com ca­ri­nho por cen­te­nas de mi­li­tan­tes, sim­pa­ti­zan­tes e ami­gos do par­ti­do.

Além do en­con­tro com os mem­bros da Co­mis­são Exe­cu­ti­va do Co­mi­té Pro­vin­ci­al do Par­ti­do, on­de re­ce­beu in­for­ma­ções pre­ci­sas so­bre o fun­ci­o­na­men­to da or­ga­ni­za­ção par­ti­dá­ria na pro­vín­cia, João Lou­ren­ço re­a­li­zou vi­si­tas ao edi­fí­cio on­de fun­ci­o­na o Ins­ti­tu­to Su­pe­ri­or de Ci­ên­ci­as de Edu­ca­ção (IS­CED) do Uí­ge, as ins­ta­la­ções da Uni­ver­si­da­de Kim­pa Vi­ta, Cen­tra­li­da­de do Qui­lo­mos­so, Es­co­la nº 20 em cons­tru­ção no bair­ro Mbem­ba Ngan­go, e man­te­ve en­con­tros com en­ti­da­des re­li­gi­o­sas, au­to­ri­da­des tra­di­ci­o­nais e em­pre­sá­ri­os lo­cais.

Os cin­co ale­ga­dos ter­ro­ris­tas de­ti­dos, há uma semana, em Es­tras­bur­go e Mar­se­lha, pre­pa­ra­vam um aten­ta­do de gran­de en­ver­ga­du­ra, em Fran­ça pa­ra o pró­xi­mo dia 1 de Dezembro. Pre­sen­tes sex­ta-fei­ra a tri­bu­nal, os cin­co ho­mens es­ta­vam a ser “te­le­gui­a­dos” des­de a Sí­ria ou o Ira­que pe­lo Es­ta­do Is­lâ­mi­co. Após cin­co di­as de in­ter­ro­ga­tó­ri­os, os sus­pei­tos aca­ba­ram por fa­lar. Não se sa­be, con­tu­do, se o ata­que de 1 de Dezembro te­ria um al­vo úni­co ou se pre­via vá­ri­as ac­ções co­or­de­na­das.

MAVITIDI MULAZA | UÍ­GE

Vi­ce-pre­si­den­te do MPLA João Lou­ren­ço du­ran­te o en­con­tro com mi­li­tan­tes e sim­pa­ti­zan­tes do par­ti­do re­a­li­za­do no Ci­ne Gi­ná­sio

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.