Juiz pre­si­den­te quer tri­bu­nal no Cu­an­go

Jornal de Angola - - POLÍTICA -

O juiz pre­si­den­te do Tri­bu­nal Pro­vin­ci­al da Lun­da Nor­te, Pi­nhei­ro de Cas­tro Ca­pi­tan­go, de­fen­deu, no Dun­do, a aber­tu­ra de uma ins­tân­cia ju­di­ci­al no mu­ni­cí­pio do Cu­an­go pa­ra aten­der à de­man­da das seis cir­cuns­cri­ções na re­gião sul da pro­vín­cia, no âm­bi­to do pro­gra­ma de jul­ga­men­tos de pro­xi­mi­da­de.

O ma­gis­tra­do, que fa­la­va à im­pren­sa no sá­ba­do no fi­nal da 1ª ses­são or­di­ná­ria do go­ver­no pro­vin­ci­al, ori­en­ta­da pe­lo go­ver­na­dor Er­nes­to Mu­an­ga­la, disse que a ini­ci­a­ti­va ate­nu­a­ria os cus­tos em lo­gís­ti­ca, trans­por­te e aco­mo­da­ção pa­ra a mo­bi­li­da­de dos se­te ma­gis­tra­dos ao en­con­tro dos ofen­di­dos em dez mu­ni­cí­pi­os, uma vez que apenas exis­te um tri­bu­nal na ci­da­de do Dun­do, ca­pi­tal da pro­vín­cia.

“Tem si­do pos­sí­vel jul­gar em mé­dia dois pro­ces­sos-cri­me por ca­da des­lo­ca­ção ao mu­ni­cí­pio e mais de 20 jul­ga­men­tos su­má­ri­os no geral”, in­di­cou. Pi­nhei­ro de Cas­tro disse que a fal­ta de tri­bu­nais leva a que a mai­o­ria dos de­li­tos nes­tas lo­ca­li­da­des se­ja tra­ta­da ao nível do Mi­nis­té­rio Pú­bli­co e da Po­lí­cia Na­ci­o­nal.

Os as­sal­tos e rou­bos qua­li­fi­ca­dos têm mai­or re­le­vân­cia es­sen­ci­al­men­te no mu­ni­cí­pio do Lu­ca­pa, en­quan­to os ho­mi­cí­di­os vo­lun­tá­ri­os in­ci­dem mais nas zo­nas de ga­rim­po.

O ma­gis­tra­do apon­tou di­fi­cul­da­des pa­ra dar so­lu­ção à ques­tão dos sub­sí­di­os pa­ra fa­mi­li­a­res de fun­ci­o­ná­ri­os e tra­ba­lha­do­res fa­le­ci­dos não ins­cri­tos no Sis­te­ma de Se­gu­ran­ça So­ci­al (INSS) em al­gu­mas re­giões, fac­to pa­ra o qu­al ape­lou a uma mai­or aten­ção das en­ti­da­des de ins­pec­ção e fis­ca­li­za­ção do Es­ta­do.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.