Com­pa­nhia aé­rea re­to­ma os vo­os

Ava­ria do úni­co Bo­eing 575 da em­pre­sa le­vou a can­ce­la­men­tos em Setembro

Jornal de Angola - - ECONOMIA -

A com­pa­nhia aé­rea ca­bo­ver­di­a­na es­ti­ma re­to­mar as li­ga­ções in­ter­na­ci­o­nais na pró­xi­ma sex­ta-fei­ra com um avião alu­ga­do, dis­se o pre­si­den­te da em­pre­sa.

Uma ava­ria no mo­tor do seu úni­co Bo­eing 575 da com­pa­nhia e que ge­rou pre­juí­zos de dois mi­lhões de eu­ros, obri­gou ao can­ce­la­men­to des­de o iní­cio do mês da qua­se to­ta­li­da­de das li­ga­ções in­ter­na­ci­o­nais para a Eu­ro­pa, Bra­sil e Es­ta­dos Uni­dos, dei­xan­do cen­te­nas de pas­sa­gei­ros sem trans­por­te.

Na sex­ta-fei­ra, em en­tre­vis­ta con­jun­ta à te­le­vi­são e rá­dio pú­bli­cas (TCV/RTC), o pre­si­den­te do Con­se­lho de Ad­mi­nis­tra­ção da em­pre­sa de Transportes Aé­re­os de Ca­bo Ver­de (TACV), Luís Sá No­guei­ra, adi­an­tou que, até ao mo­men­to, foi im­pos­sí­vel ar­ran­jar uma so­lu­ção para a re­pa­ra­ção do mo­tor do avião ava­ri­a­do. Por is­so, a TACV avan­çou para o alu­guer de um avião para subs­ti­tuir o que se en­con­tra ino­pe­ra­ci­o­nal “É um avião que con­se­gui­mos na Áfri­ca do Sul. Es­tá nes­te mo­men­to a ser pre­pa­ra­do para vir para Ca­bo Ver­de e, se tu­do der cer­to, - há sem­pre fac­to­res im­pre­vi­sí­veis - es­te avião es­ta­rá aqui e subs­ti­tui­rá o que es­tá ava­ri­a­do”, dis­se. José Luís Sá No­guei­ra adi­an­tou ain­da que em Novembro e De­zem­bro a em­pre­sa es­ta­rá a fun­ci­o­nar com uma nova fro­ta de aviões e no­vas ro­tas, no âm­bi­to do con­tra­to de ges­tão as­si­na­do com o gru­po Ice­lan­dair.

Des­de do iní­cio do mês de Setembro fo­ram can­ce­la­dos 36 vo­os e re­en­ca­mi­nha­dos, atra­vés de ou­tras com­pa­nhi­as aé­re­as, mais de três mil pas­sa­gei­ros, es­tan­do ain­da re­ti­das na ci­da­de da Praia e em São Vi­cen­te mais de 900 pes­so­as, se­gun­do a agên­cia ca­bo-ver­di­a­na de no­tí­ci­as In­for­press.

José Luís Sá No­guei­ra es­ti­mou ain­da que a ava­ria no avião te­nha re­pre­sen­ta­do mais de dois mi­lhões de eu­ros (2,18 mil mi­lhões de kwan­zas) de pre­juí­zos para a em­pre­sa, que de­ve­rão ain­da su­bir com o alu­guer do avião de subs­ti­tui­ção. “Os pre­juí­zos são enor­mes. Gas­tá­mos qua­se dois mi­lhões de eu­ros só para pro­te­ger os pas­sa­gei­ros. Tu­do que nós não que­ría­mos, mas que acon­te­ce com gran­des com­pa­nhi­as aé­re­as”, dis­se.

Qu­es­ti­o­na­do so­bre se nes­ta si­tu­a­ção a Ice­lan­dair, com a qual a em­pre­sa tem um con­tra­to de ges­tão não po­de­ria dis­po­ni­bi­li­zar aviões, José Luís Sá No­guei­ra adi­an­tou que es­sa aju­da só não che­gou por in­dis­po­ni­bi­li­da­de de apa­re­lhos. “Nes­te mo­men­to, em ple­na épo­ca al­ta, to­dos os aviões do par­cei­ro es­tra­té­gi­co e de to­das as com­pa­nhi­as áreas es­tão a ser usa­dos e não po­dem des­vi­ar um avião para so­cor­rer a TACV, pre­ju­di­can­do a sua pró­pria pro­gra­ma­ção”, ex­pli­cou.

Pre­si­den­te da TACV anun­cia a aqui­si­ção de uma nova fro­ta de aviões e no­vas ro­tas nas ope­ra­ções da com­pa­nhia

A com­pa­nhia aé­rea pú­bli­ca ca­bo-ver­di­a­na es­tá em pro­ces­so de re­es­tru­tu­ra­ção com vis­ta à sua pri­va­ti­za­ção, ten­do o Go­ver­no as­si­na­do com o gru­po is­lan­dês Ice­lan­dair um con­tra­to de ges­tão da em­pre­sa pe­lo pe­río­do de um ano.

Com um pas­si­vo de mais de cem mi­lhões de eu­ros (18.630 mil mi­lhões de kwan­zas), a em­pre­sa as­se­gu­ra ago­ra ape­nas as li­ga­ções in­ter­na­ci­o­nais de­pois de o Go­ver­no ter ne­go­ci­a­do com a Bin­ter Ca­bo Ver­de o ex­clu­si­vo das li­ga­ções no mer­ca­do do­més­ti­co, em­pre­sa na qual en­trou com 49 por cen­to do ca­pi­tal.

AIRPLANE PICTURES.NET Trans­por­ta­do­ra de Ca­bo Ver­de alu­ga avião na Áfri­ca do Sul

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.