Cen­te­nas de jo­vens for­ma­dos na Huíla

Jornal de Angola - - REGIÕES -

Mais de cin­co mil jo­vens fo­ram for­ma­dos nos úl­ti­mos cin­co anos na pro­vín­cia da Huíla em ar­tes e ofí­ci­os, pe­lo Ins­ti­tu­to Na­ci­o­nal de For­ma­ção Pro­fis­si­o­nal (INEFOP), dis­se on­tem, no Lu­ban­go, o che­fe dos ser­vi­ços pro­vin­ci­ais da ins­ti­tui­ção.

Lou­ren­ço dos San­tos pres­tou es­ta in­for­ma­ção quan­do re­su­mia a ac­ti­vi­da­de for­ma­ti­va no pe­río­do em re­fe­rên­cia, con­si­de­ra­do po­si­ti­vo, a jul­gar pe­la frequên­cia mas­si­va de jo­vens nos pa­vi­lhões e cen­tros fi­xos cri­a­dos pa­ra o efei­to.

Os jo­vens re­ce­be­ram for­ma­ção nas es­pe­ci­a­li­da­des de cons­tru­ção ci­vil, car­pin­ta­ria, elec­tri­ci­da­de au­to e de bai­xa ten­são, ser­ra­lha­ria, ca­na­li­za­ção, tor­no, in­for­má­ti­ca, cor­te e cos­tu­ra, co­zi­nha e pas­te­la­ria, es­tan­do dois mil já in­se­ri­dos no mer­ca­do de tra­ba­lho.

O INEFOP de­sen­vol­ve a sua ac­ção tam­bém nos mu­ni­cí­pi­os de Chi­com­ba, Cu­van­go e Ma­ta­la, on­de es­tão ins­ta­la­dos os equi­pa­men­tos pa­ra o efei­to, cu­ja for­ma­ção é as­se­gu­ra­da por 42 téc­ni­cos.

Lou­ren­ço dos San­tos re­ve­lou que nes­te ano fo­ram ma­tri­cu­la­dos 1.172 for­man­dos em vá­ri­as es­pe­ci­a­li­da­des e 80 por cen­to fre­quen­ta au­las e os res­tan­tes de­sis­ti­ram por ra­zões des­co­nhe­ci­das.

“Te­mos ti­do par­ce­ri­as com al­guns or­ga­nis­mos pú­bli­cos e pri­va­dos que nos for­ne­cem al­guns kits de tra­ba­lho, co­mo o Mi­nis­té­rio da As­sis­tên­cia e Rein­ser­ção So­ci­al, e o Ins­ti­tu­to de Rein­te­gra­ção de ExMi­li­ta­res, que aju­dam a po­ten­ci­ar os re­cém-for­ma­dos com al­gum equi­pa­men­to”, dis­se.

Além dis­so, exis­te um pro­gra­ma de mi­cro-cré­di­to que be­ne­fi­ci­ou mais de 80 jo­vens. Es­te gru­po es­tá a im­ple­men­tar pro­jec­tos, in­se­ri­dos no mer­ca­do de tra­ba­lho, ape­sar de al­guns es­ta­rem à es­pe­ra de fi­nan­ci­a­men­tos.

Lou­ren­ço dos San­tos con­si­de­rou, des­te mo­do, que os re­sul­ta­dos al­can­ça­dos até ago­ra são sa­tis­fa­tó­ri­os, nu­ma al­tu­ra em que as ins­ti­tui­ções têm sa­bi­do sa­tis­fa­zer as ne­ces­si­da­des dos jo­vens que pre­ten­dem for­ma­ção téc­ni­ca e pro­fis­si­o­nal.

DOMBELE BER­NAR­DO | EDIÇÕES NO­VEM­BRO Cres­ce o nú­me­ro de jo­vens nos cur­sos pro­fis­si­o­nais

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.