Or­ga­ni­za­ção re­vê em al­ta es­ti­ma­ti­vas da pro­cu­ra

Jornal de Angola - - ECONOMIA -

A Or­ga­ni­za­ção dos Paí­ses Ex­por­ta­do­res de Pe­tró­leo (OPEP) con­si­de­ra que o “mer­ca­do ca­mi­nha pa­ra o equi­lí­brio” e re­viu em al­ta as es­ti­ma­ti­vas da pro­cu­ra pa­ra es­te ano e pa­ra 2018, pre­ven­do, ao mesmo tem­po, as re­ser­vas re­du­zam de “for­ma con­si­de­rá­vel”.

Se­gun­do o re­la­tó­rio men­sal da OPEP on­tem di­vul­ga­do em Vi­e­na, a pro­cu­ra mun­di­al de pe­tró­leo de­ve au­men­tar 1,53 mi­lhões de bar­ris por dia em 2017 de­pois de um ajus­ta­men­to em al­ta de 74 mil bar­ris por dia de­vi­do a re­sul­ta­dos me­lho­res que o es­pe­ra­do na eco­no­mia da Chi­na no ter­cei­ro tri­mes­tre de 2017.

“Em 2018 pre­vê-se que a pro­cu­ra mun­di­al de pe­tró­leo cres­ça 1,51 mi­lhões de bar­ris por dia, cer­ca de mais 130 mil bar­ris por dia que no an­te­ri­or cál­cu­lo”, adi­an­ta o do­cu­men­to da OPEP, que tem 14 Estados mem­bros.

Os ana­lis­tas da or­ga­ni­za­ção as­se­gu­ram que a eco­no­mia mun­di­al con­ti­nu­ou a dar sinais de re­cu­pe­ra­ção, cal­cu­lan­do que cres­ça es­te ano 3,7 por cen­to, mais um dé­ci­mo que a pre­vi­são de há um mês, e em 2018 ou­tros 3,7, mais dois dé­ci­mos que no mês pas­sa­do.

O re­la­tó­rio su­bli­nha que, es­pe­ci­al­men­te, as eco­no­mi­as dos paí­ses de­sen­vol­vi­dos mos­tra­ram um com­por­ta­men­to me­lhor que o es­pe­ra­do, mas que a Chi­na e a Ín­dia tam­bém re­gis­ta­ram um cres­ci­men­to só­li­do.

“O bom mo­men­to e uma pos­sí­vel reforma fis­cal nos Estados Unidos, a di­nâ­mi­ca em cur­so na Zo­na Eu­ro e no Ja­pão, o só­li­do cres­ci­men­to na Chi­na e Ín­dia e uma me­lho­ria da si­tu­a­ção na Rús­sia e Bra­sil apoi­am a ten­dên­cia de cres­ci­men­to de cur­to pra­zo”, diz o re­la­tó­rio.

A me­lho­ria da con­jun­tu­ra tra­du­ziu-se em mai­or pro­cu­ra e na su­bi­da dos va­lo­res do pe­tró­leo pa­ra má­xi­mos dos úl­ti­mos dois anos.

O pre­ço do bar­ril de re­fe­rên­cia da OPEP atin­giu, no mês de Ou­tu­bro, uma mé­dia de 55,5 dó­la­res, mais 2,06 dó­la­res que no mês an­te­ri­or e um má­xi­mo dos úl­ti­mos 30 me­ses.

AFP Pre­vi­sões apon­tam pro­cu­ra mai­or que a ofer­ta em 2018

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.