Inqué­ri­to pes­qui­sa re­cei­tas e des­pe­sas

Jornal de Angola - - ECONOMIA -

Do­ze mil e qui­nhen­tas fa­mí­li­as cons­ti­tu­em a amos­tra do Inqué­ri­to so­bre Re­cei­tas, Des­pe­sas e Em­pre­go em Angola (IDREA), que co­me­ça a ser fei­to em Fe­ve­rei­ro de 2018 pe­lo Ins­ti­tu­to Na­ci­o­nal de Es­ta­tís­ti­ca (INE), no­ti­ci­ou on­tem a Angop.

O inqué­ri­to vi­sa re­co­lher da­dos pa­ra os in­di­ca­do­res do de­sen­vol­vi­men­to sus­ten­tá­vel e ac­tu­a­li­zar os ín­di­ces de po­bre­za do país, as­sim co­mo for­ne­cer in­for­ma­ções so­bre o con­su­mo das fa­mí­li­as e ava­li­ar o sec­tor do em­pre­go, abran­gen­do as zo­nas ru­rais e ur­ba­nas das 18 pro­vín­ci­as do país.

Pa­ra a re­a­li­za­ção do inqué­ri­to, o INE co­me­çou on­tem, em Luanda, a ca­pa­ci­tar cem téc­ni­cos re­cru­ta­dos, além da ca­pi­tal an­go­la­na, nas pro­vín­ci­as do Cu­an­do Cu­ban­go, Cu­an­za-Sul, Bié, Na­mi­be e Zaire.

A ac­ção for­ma­ti­va, que du­ra 30 di­as, tem com­po­nen­tes teó­ri­cas e prá­ti­cas, com as quais os in­qui­ri­do­res vão aper­fei­ço­ar as téc­ni­cas a usar na re­co­lha de da­dos.

Em de­cla­ra­ções à Angop, o co­or­de­na­dor téc­ni­co­ad­jun­to do IDREA, Pio Lucas, ex­pli­cou que, além des­te se­mi­ná­rio de ca­pa­ci­ta­ção, o INE realiza, em Ja­nei­ro, fo­ra de Luanda, uma for­ma­ção ge­ral com a par­ti­ci­pa­ção de agentes das 18 pro­vín­ci­as do país. Se­gun­do o res­pon­sá­vel, é ne­ces­sá­rio que os che­fes dos agre­ga­dos fa­mi­li­a­res re­ce­bam de bom agra­do os in­qui­ri­do­res e pres­tem in­for­ma­ções ver­da­dei­ras pa­ra que o inqué­ri­to cor­res­pon­da com os re­ais pro­ble­mas das fa­mí­li­as nas co­mu­ni­da­des.

Avan­çou que após a com­pi­la­ção dos da­dos a ser re­co­lhi­dos, o INE vai di­vul­gar pu­bli­ca­men­te a in­for­ma­ção.

NICOLAU VAS­CO | EDIÇÕES NO­VEM­BRO INE me­de in­di­ca­do­res de de­sen­vol­vi­men­to sus­ten­tá­vel

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.