Mi­lhões de li­vros es­co­la­res dis­tri­buí­dos gra­tui­ta­men­te

Ber­nar­da Mar­tins ga­ran­tiu às em­pre­sas gráficas o pa­ga­men­to, den­tro de um ou dois me­ses, da dí­vi­da con­traí­da pe­lo Es­ta­do e que im­pe­dia as gráficas de con­ti­nu­a­rem a for­ne­cer li­vros às es­co­las do país

Jornal de Angola - - PARTADA - Vic­to­ri­no Jo­a­quim

As em­pre­sas gráficas na­ci­o­nais es­tão em con­di­ções de pro­du­zir li­vros es­co­la­res su­fi­ci­en­tes pa­ra o mer­ca­do, sem que o país pre­ci­se de re­cor­rer a im­por­ta­ções. A mi­nis­tra da In­dús­tria, Ber­nar­da Mar­tins, vi­si­tou on­tem a Da­mer Gráficas, em Ta­la­to­na, e a Prin­ti­mar­te, em Vi­a­na, on­de foi con­ven­cer os pro­pri­e­tá­ri­os a man­te­rem a im­pres­são e en­tre­ga dos ma­nu­ais às es­co­las, ape­sar da dí­vi­da que o Es­ta­do man­tém pa­ra com es­sas em­pre­sas. A Da­mer e a Prin­ti­mar­te es­tão mo­bi­li­za­das pa­ra en­tre­ga­rem o ma­te­ri­al en­co­men­da­do pe­las es­co­las. O Mi­nis­té­rio da Edu­ca­ção es­tá a dis­tri­buir dez mi­lhões de ma­nu­ais que man­ti­nha em ar­ma­ze­na­men­to, dos 40 mi­lhões de que ne­ces­si­ta.

Os li­vros es­co­la­res im­pres­sos em An­go­la vol­tam a ser dis­tri­buí­dos nas ins­ti­tui­ções de en­si­no de for­ma gra­tui­ta, ao mes­mo tem­po que, den­tro de um ou dois me­ses, o Es­ta­do pa­ga a avul­ta­da dí­vi­da que con­traiu às em­pre­sas gráficas do país, pro­me­teu a mi­nis­tra da In­dús­tria du­ran­te vi­si­tas re­a­li­za­das on­tem a du­as ti­po­gra­fi­as en­vol­vi­das no pro­ces­so.

Ber­nar­da Mar­tins vi­si­tou a Da­mer Gráficas, em Ta­la­to­na, e a Im­pri­mar­te, em Vi­a­na, on­de foi con­ven­cer pro­pri­e­tá­ri­os e tra­ba­lha­do­res a con­ti­nu­a­rem a im­pres­são e en­tre­ga dos ma­nu­ais às es­co­las, ape­sar da dí­vi­da que o Es­ta­do man­tém pa­ra com es­sas em­pre­sas.

A mi­nis­tra re­co­nhe­ceu a dí­vi­da, a qual con­si­de­rou “ra­zoá­vel” re­fe­rin­do-se à mag­ni­tu­de e ao va­lor dos for­ne­ci­men­tos que in­clu­em equi­pa­men­to e mo­bi­liá­rio es­co­lar e se in­se­rem num pro­gra­ma anu­al subs­cri­to pe­lo Es­ta­do com em­pre­sas do sec­tor.

A go­ver­nan­te la­men­tou que, di­an­te das di­fi­cul­da­des fi­nan­cei­ras que o país atra­ves­sa, a dí­vi­da do Es­ta­do pa­ra com as em­pre­sas ti­po­grá­fi­cas tem-se vin­do acu­mu­lar, o que é agra­va­do por uma fla­gran­te fal­ta de di­vi­sas.

A mi­nis­tra da In­dús­tria in­for­mou que Da­mer e a Im­pri­mart es­tão mo­bi­li­za­das pa­ra en­tre­ga­rem o ma­te­ri­al de que dis­põem às es­co­las e, den­tro de um ou dois me­ses, o Exe­cu­ti­vo vai des­ti­nar ver­bas em kwan­zas pa­ra pa­gar os for­ne­ci­men­tos e em di­vi­sas pa­ra com­ple­men­tar o tra­ba­lho des­tas. Em 2017, lem­brou a mi­nis­tra, os alu­nos uti­li­za­ram ma­nu­ais de épo­cas an­te­ri­o­res por os for­ne­ci­men­tos das gráficas não te­rem si­do con­tra­ta­dos, al­go di­fe­ren­te do que se pre­vê pa­ra 2018.

“Pa­ra es­te ano, o Exe­cu­ti­vo vai fa­zer um es­for­ço pa­ra o pa­ga­men­to da dí­vi­da e, den­tro de 30 a 60 di­as, as gráficas fa­rão a en­tre­ga dos ma­nu­ais ne­ces­sá­ri­os às es­co­las”, de­cla­rou Ber­nar­da Mar­tins.

A mi­nis­tra, que não re­ve­lou o va­lor da dí­vi­da, con­si­de­rou a si­tu­a­ção da in­dús­tria grá­fi­ca se­me­lhan­te à das ou­tras in­dús­tri­as, mas, in­sis­tiu, é ne­ces­sá­rio que as dí­vi­das se­jam pa­gas e ha­ja dis­po­ni­bi­li­da­de de di­vi­sas pa­ra que as gráficas pos­sam dis­po­ni­bi­li­zar to­do o ma­te­ri­al ne­ces­sá­rio.

O pre­si­den­te do Con­se­lho de Ad­mi­nis­tra­ção da em­pre­sa grá­fi­ca Im­pri­mar­te, Carlos Cunha, com­pro­me­teu-se a en­tre­gar os ma­nu­ais no pra­zo anun­ci­a­do pe­la mi­nis­tra, re­ve­lan­do o pro­jec­to da com­pa­nhia tra­ba­lhar em ho­rá­ri­os inin­ter­rup­tos de 24 ho­ras pa­ra hon­rar o com­pro­mis­so.

Carlos Cunha con­si­de­rou que a Im­pri­mar­te exe­cu­ta obras de qua­li­da­de in­ter­na­ci­o­nal, ten­do de­fen­di­do que o país não ne­ces­si­ta de im­por­tar li­vros, uma vez que as em­pre­sas na­ci­o­nais têm de­mons­tra­do um tra­ba­lho efi­ci­en­te.

No que foi se­cun­da­do por Ber­nar­da Mar­tins que ad­mi­tiu, em de­cla­ra­ções à im­pren­sa, que o país pos­sui cer­ca de 40 em­pre­sas ti­po­grá­fi­cas que for­ne­cem “um tra­ba­lho de qua­li­da­de e têm ca­pa­ci­da­de de pro­du­ção de to­do o ma­te­ri­al ne­ces­sá­rio”.

Cha­mem a Po­lí­cia

O Mi­nis­té­rio da Edu­ca­ção es­tá a dis­tri­buir dez mi­lhões de ma­nu­ais es­co­la­res que man­ti­nha em stock, dos 40 mi­lhões de que ne­ces­si­ta, por ano, pa­ra dis­tri­buir aos alu­nos, re­ve­lou o di­rec­tor do Ins­ti­tu­to Na­ci­o­nal de In­ves­ti­ga­ção e De­sen­vol­vi­men­to da Edu­ca­ção (INIDE), Da­vid Chi­ve­la, que acom­pa­nhou a mi­nis­tra na vi­si­ta.

O res­pon­sá­vel dis­se es­pe­rar que a quan­ti­da­de au­men­te com os li­vros pro­ve­ni­en­tes das gráficas de­pois das con­ver­sa­ções de on­tem.

Da­vid Chi­ve­la propôs um tra­ba­lho co­or­de­na­do com a Po­lí­cia pa­ra se ob­te­rem me­lho­res re­sul­ta­dos no com­ba­te à ven­da de li­vros es­co­la­res no mer­ca­do pa­ra­le­lo.

O di­rec­tor sa­li­en­tou que as quan­ti­da­des de ma­nu­ais so­li­ci­ta­das pe­lo Es­ta­do às gráficas, são, por pro­ce­di­men­to, en­ca­mi­nha­das pa­ra o Mi­nis­té­rio da Edu­ca­ção e, de­pois, pa­ra as es­co­las. “Pa­ra nós is­to é o mais im­por­tan­te. Mas, se há fu­ga des­de o pro­ces­so de pro­du­ção até a dis­tri­bui­ção, es­te é um as­sun­to em que a Po­lí­cia já es­tá tra­ba­lhar”, acres­cen­tou.

O pre­si­den­te do Con­se­lho de Ad­mi­nis­tra­ção da em­pre­sa grá­fi­ca Im­pri­mar­te, Carlos Cunha, com­pro­me­teu-se a en­tre­gar os ma­nu­ais no pra­zo anun­ci­a­do pe­la mi­nis­tra

CONTREIRAS PIPA | EDI­ÇÕES NO­VEM­BRO As gráficas co­me­çam a en­tre­gar os ma­nu­ais es­co­la­res que aguar­da­vam pro­mes­sa de pa­ga­men­to

CONTREIRAS PIPAS | EDI­ÇÕES NO­VEM­BRO

Mi­nis­tra da In­dús­tria (ao cen­tro) com ges­to­res da Im­pri­mar­te, on­de ob­te­ve o com­pro­mis­so de um for­ne­ci­men­to cé­le­re

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.