Ma­du­ro mi­ni­mi­za boi­co­te da opo­si­ção

Jornal de Angola - - MUNDO -

O Pre­si­den­te da Ve­ne­zu­e­la mi­ni­mi­zou o anún­cio das for­ças da opo­si­ção que pre­ten­dem boi­co­tar as elei­ções pre­si­den­ci­ais de do­min­go e dis­se que vai al­can­çar uma “gran­de vi­tó­ria” nas ur­nas, ape­sar de de­nun­ci­ar tam­bém que a vo­ta­ção es­tá a ser al­vo de “pressões” es­tran­gei­ras.

Es­tas de­cla­ra­ções de Ni­co­lás Ma­du­ro fo­ram fei­tas ao ca­nal de TV fran­cês Fran­ce 24, que on­tem di­vul­gou uma en­tre­vis­ta ao po­lí­ti­co ve­ne­zu­e­la­no a pou­cos di­as da vo­ta­ção pre­si­den­ci­al.

Na en­tre­vis­ta, Ma­du­ro fa­lou da in­ten­si­fi­ca­ção das crí­ti­cas con­tra si e con­tra a sua ges­tão do país nos úl­ti­mos anos, jus­ti­fi­can­do que tais po­si­ções são pro­vo­ca­das pe­lo me­do que al­guns sen­tem pe­ran­te a es­pe­ra­da vi­tó­ria, se­gun­do o pró­prio pre­vê, do par­ti­do no po­der, o Par­ti­do So­ci­a­lis­ta Unido da Ve­ne­zu­e­la (PSUV), no pró­xi­mo do­min­go. O Pre­si­den­te ve­ne­zu­e­la­no, que as­su­miu o po­der em 2013, dis­se que o ob­jec­ti­vo no do­min­go é al­can­çar os 10 mi­lhões de vo­tos.

“É um ob­jec­ti­vo his­tó­ri­co, uma dí­vi­da pen­den­te”, fri­sou Ma­du­ro, nu­ma re­fe­rên­cia ao seu an­te­ces­sor na Pre­si­dên­cia ve­ne­zu­e­la­na, Hu­go Chá­vez (1999-2013), que não con­se­guiu atin­gir es­ta fas­quia de vo­tos.

Ni­co­lás Ma­du­ro lan­çou ain­da acu­sa­ções aos paí­ses oci­den­tais, no­me­a­da­men­te aos Es­ta­dos Uni­dos e a Fran­ça, que “ten­tam pres­si­o­nar o país” pa­ra der­ru­bar a re­vo­lu­ção bo­li­va­ri­a­na.

Foi par­ti­cu­lar­men­te du­ro com os Es­ta­dos Uni­dos e com o Pre­si­den­te nor­te-ame­ri­ca­no, Do­nald Trump, a qu­em acu­sou de se­guir “uma li­nha ex­tre­mis­ta” com a Ve­ne­zu­e­la, seu Go­ver­no e po­vo.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.