BNA re­ti­ra li­cen­ças de ope­ra­ção

Jornal de Angola - - ECONOMIA -

O Ban­co Na­ci­o­nal de An­go­la (BNA) re­ti­rou as li­cen­ças de ope­ra­ção a 19 ca­sas de câm­bio e so­ci­e­da­des de mi­cro­cré­di­to que ex­ce­de­ram o pra­zo pa­ra o iní­cio das ac­ti­vi­da­des e ins­tou o mer­ca­do, num co­mu­ni­ca­do pu­bli­ca­do on­tem, no Jor­nal de An­go­la, a par­ti­ci­par even­tu­ais dí­vi­das aos seus ser­vi­ços.

O anún­cio é subs­cri­to pe­lo De­par­ta­men­to de Re­gu­la­ção e Or­ga­ni­za­ção do Sis­te­ma Fi­nan­cei­ro do BNA, que ex­pli­ca a de­ci­são pe­lo “de­cur­so do pra­zo pre­vis­to pa­ra o iní­cio de ac­ti­vi­da­de das ins­ti­tui­ções fi­nan­cei­ras não bancárias”, com o ban­co cen­tral a apre­sen­tar a Lei de Ba­ses das Ins­ti­tui­ções Fi­nan­cei­ras a fa­vor da de­ci­são.

O BNA re­vo­gou as li­cen­ças da So­mi­cre Pa­ga­men­tos e Mun­di­fast Trans­fer, bem co­mo das so­ci­e­da­des de mi­cro­cré­di­to Ma­da­ma, Ma­che­ge, Ned­cré­di­to, Afri­cré­di­to, Mo­ney Cré­di­to An­go­la, Pri­cré­di­to, Cre­di­sum­be, Na­o­su, Cre­di­an­go­la, Ko­fe­le­fé­le, Sun­cred e Cre­di­flox.

Igual­men­te sem li­cen­ça pa­ra a ac­ti­vi­da­de fi­ca­ram as ca­sas de câm­bio Ja­gi­na, No­va­cam­bi­la, Top One, Pa­na­mo­ney e Mu­kan­da.

O Jor­nal de An­go­la no­ti­ci­ou em Abril que as ca­sas de câm­bio ti­nham pas­sa­do os pri­mei­ros qua­tro me­ses do ano sem ob­ter di­vi­sas nos lei­lões se­ma­nais do BNA, ten­do pa­ra­li­sa­do a sua ac­ti­vi­da­de.

Na­que­la al­tu­ra, es­cre­vi­a­se na­que­la ma­té­ria, a As­so­ci­a­ção das Ca­sas de Câm­bio de An­go­la (ACCA), re­me­teu uma car­ta ao go­ver­na­dor do BNA, Jo­sé de Li­ma Mas­sa­no, a so­li­ci­tar a li­be­ra­li­za­ção to­tal do pre­ço das no­tas, po­den­do des­ta for­ma ca­da em­pre­sa pra­ti­car a sua tabela com vis­ta a com­ba­ter o mer­ca­do in­for­mal.

Mais do que is­so, pe­di­ram, tam­bém, au­to­ri­za­ção pa­ra ope­ra­rem co­mo agen­tes de cor­rec­to­ras do mer­ca­do de ca­pi­tais e a exer­cer o ser­vi­ço pos­tal, fa­zen­do tam­bém as ope­ra­ções de pa­ga­men­to de luz e água, com o que pre­ten­dem com­pen­sar a per­da da ac­ti­vi­da­de no mer­ca­do cam­bi­al e man­ter os em­pre­gos.

Jo­sé de Li­ma Mas­sa­no reu­niu-se com a as­so­ci­a­ção em fi­nais de Mar­ço, num en­con­tro on­de as in­qui­e­ta­ções fo­ram par­ci­al­men­te res­pon­di­das.

KINDALA MANUEL| EDIÇÕES NO­VEM­BRO

BNA re­vo­ga li­cen­ças e ins­ta mer­ca­do a re­cla­mar dí­vi­das

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.