Cren­ças ge­ne­ra­li­za­das ain­da afec­tam os al­bi­nos em Áfri­ca

Jornal de Angola - - DESTAQUE -

O se­cre­tá­rio-exe­cu­ti­vo da Co­mu­ni­da­de de De­sen­vol­vi­men­to da Áfri­ca Aus­tral (SADC), Ster­go­me­na La­wren­ce, aplau­diu os Es­ta­dos-mem­bros que im­ple­men­tam po­lí­ti­cas e le­gis­la­ção pa­ra pro­te­ger os al­bi­nos e pe­diu aos que ain­da não o fi­ze­ram pa­ra re­con­si­de­ra­rem a sua po­si­ção.

Nu­ma men­sa­gem, por oca­sião do Dia In­ter­na­ci­o­nal de Cons­ci­en­ci­a­li­za­ção so­bre o Al­bi­nis­mo, as­si­na­la­do on­tem, Ster­go­me­na La­wren­ce re­fe­riu que a pro­tec­ção co­me­ça pe­lo diá­lo­go ten­do em vis­ta a ela­bo­ra­ção de leis pa­ra a pro­mo­ção dos di­rei­tos das pes­so­as com al­bi­nis­mo.

“En­quan­to ana­li­sa­mos os pro­gres­sos fei­tos, pre­ci­sa­mos de con­ti­nu­ar a to­mar me­di­das con­cre­tas pa­ra pro­te­ger o di­rei­to das pes­so­as com al­bi­nis­mo”, sa­li­en­tou Ster­go­me­na La­wren­ce.

Em vá­ri­os paí­ses do Mun­do, al­guns dos quais da Áfri­ca Aus­tral, o al­bi­nis­mo é mal en­ten­di­do de for­ma gros­sei­ra, lê-se na men­sa­gem de Ster­go­me­na La­wren­ce, pa­ra qu­em os al­bi­nos con­ti­nu­am a vi­ver em es­ta­do de me­do cons­tan­te, re­ce­an­do ata­ques, mor­tes e pre­juí­zos so­ci­ais.

O res­pon­sá­vel acen­tu­ou que pes­so­as com al­bi­nis­mo, jo­vens ou adul­tos, vi­vem em iso­la­men­to e des­pro­vi­das dos seus di­rei­tos, in­cluin­do o di­rei­to à vi­da, saú­de, edu­ca­ção e ao tra­ba­lho.

Em con­sequên­cia dis­so, adi­an­tou, são mui­tas ve­zes for­ça­das a vi­ver no ci­clo de po­bre­za, daí que “es­for­ços e com­pro­mis­sos de to­dos são ne­ces­sá­ri­os pa­ra im­pe­dir es­tas atro­ci­da­des”.

Ster­go­me­na La­wren­ce aler­tou que, de­vi­do a pre­o­cu­pa­ções com a se­gu­ran­ça, al­gu­mas fa­mí­li­as são for­ça­das a aban­do­nar as su­as co­mu­ni­da­des pa­ra vi­ver em cen­tros ur­ba­nos, on­de acham que se sen­tem re­la­ti­va­men­te mais se­gu­ras.

In­fe­liz­men­te, mui­tas cren­ças ge­ne­ra­li­za­das, mi­tos e equí­vo­cos so­bre pes­so­as com al­bi­nis­mo, afec­tam cri­an­ças e mu­lhe­res de for­ma des­pro­por­ci­o­nal”, lê-se na men­sa­gem de Ster­go­me­na La­wren­ce, que deu ên­fa­se ao fac­to de ser gran­de a pre­o­cu­pa­ção em re­la­ção aos abu­sos con­tra pes­so­as com al­bi­nis­mo, fei­to, às ve­zes, com a cum­pli­ci­da­de de pes­so­as a qu­em fo­ram con­fi­a­das res­pon­sa­bi­li­da­des pa­ra pro­te­ger as pró­pri­as ví­ti­mas.

O se­cre­tá­rio-exe­cu­ti­vo da SADC de­fen­deu a con­ti­nu­a­ção de ac­ções de cons­ci­en­ci­a­li­za­ção so­bre o al­bi­nis­mo, por­que “as pes­so­as com al­bi­nis­mo não de­vem ser tra­ta­das co­mo se­res hu­ma­nos me­no­res”.

“Te­mos de cri­ar um am­bi­en­te em que as pes­so­as com al­bi­nis­mo pos­sam vi­ver e go­zar dos seus di­rei­tos eco­nó­mi­cos, so­ci­ais, cul­tu­rais, ci­vis e po­lí­ti­cos”, de­cla­rou o al­to fun­ci­o­ná­rio da SADC, lem­bran­do que a se­gu­ran­ça das pes­so­as com al­bi­nis­mo, in­cluin­do em ca­sa e na es­co­la, de­ve ser ga­ran­ti­da.

O Dia In­ter­na­ci­o­nal de Cons­ci­en­ci­a­li­za­ção so­bre o Al­bi­nis­mo foi pro­cla­ma­do, em 2015, pe­la As­sem­bleia Ge­ral das Na­ções Uni­das atra­vés de uma re­so­lu­ção que ape­la à pre­ven­ção de ata­ques e discriminação con­tra pes­so­as com al­bi­nis­mo.

A efe­mé­ri­de tem des­per­ta­do a aten­ção re­gi­o­nal, con­ti­nen­tal e glo­bal, es­tan­do ac­tu­al­men­te ro­bus­to o mo­vi­men­to de cons­ci­en­ci­a­li­za­ção so­bre os di­rei­tos hu­ma­nos das pes­so­as com al­bi­nis­mo.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.