CAR­TAS DOS LEI­TO­RES

Jornal de Angola - - OPINIÃO - Na­ci­o­nais, pa­ra que não es­te­jam to­das elas a mi­nis­trar dis­ci­pli­nas cur­ri­cu­la­res da mes­ma clas­se com­ple­ta­men­te di­fe­ren­tes. AN­TÓ­NIO GO­MES Mar­çal MANUELA SAN­TOS Bar­ra do Dan­de

Es­co­las es­tran­gei­ras

Há di­as, foi pú­bli­ca a no­tí­cia de uma es­co­la es­tran­gei­ra que aca­bou en­cer­ra­da pe­las au­to­ri­da­des na pro­vín­cia de Lu­an­da, com a ale­ga­ção de que a mes­ma não cum­priu com pres­su­pos­tos le­gais e ins­ti­tu­ci­o­nais pa­ra fun­ci­o­nar. Na ver­da­de, em mi­nha opi­nião bas­ta­va que o úni­co fac­tor pa­ra o en­cer­ra­men­to fos­se as avul­ta­das so­mas de pro­pi­nas que o re­fe­ri­do es­ta­be­le­ci­men­to co­bra­va pa­ra ser en­cer­ra­do. Não se ad­mi­te que o co­lé­gio co­bre de pro­pi­nas va­lo­res en­tre cin­co a oi­to mi­lhões de kwan­zas, em mi­nha opi­nião, uma au­tên­ti­ca aber­ra­ção. Pen­so que tal co­mo foi en­cer­ra­do o re­fe­ri­do co­lé­gio, cu­ja de­sig­na­ção “Es­co­la Ame­ri­ca­na” po­de ter si­do a for­ma bur­les­ca co­mo os pro­pri­e­tá­ri­os pre­ten­di­am sur­ri­pi­ar a mas­sa das fa­mí­li­as an­go­la­nas, era bom fa­zer uma sin­di­cân­cia nou­tros co­lé­gi­os. Quer pa­ra os co­lé­gi­os na­ci­o­nais, quer pa­ra os es­tran­gei­ros, era bom que hou­ves­se uma ins­pec­ção que aju­das­se as ins­ti­tui­ções que su­pe­rin­ten­dem as es­co­las a cer­ti­fi­ca­rem-se de que os cur­rí­cu­los es­te­jam em con­for­mi­da­de com o or­de­na­men­to ju­rí­di­co an­go­la­no. Pa­ra ter­mi­nar, gos­ta­ria de en­co­ra­jar as au­to­ri­da­des an­go­la­nas a re­do­bra­rem a aten­ção e acom­pa­nha­men­to das ins­ti­tui­ções es­co­la­res, so­bre­tu­do MÁR­CIO DE PAS­SOS Ca­bin­da

Cam­pe­o­na­tos na­ci­o­nais

Nu­ma al­tu­ra em que se apro­xi­ma o Mun­di­al da Rús­sia, acho que gran­de par­te dos cam­pe­o­na­tos em to­do o mun­do, par­ti­cu­lar­men­te na Eu­ro­pa, Amé­ri­ca e Ásia, vão pa­rar fru­to do ca­len­dá­rio dos mes­mos. E pa­ra­do­xal­men­te em mui­tos paí­ses afri­ca­nos, co­mo An­go­la, o cam­pe­o­na­to na­ci­o­nal vai con­ti­nu­ar, de­mons­tran­do cla­ra­men­te que al­gu­ma coi­sa não vai bem. Ou se­ja, jul­go que es­tá na ho­ra dos cam­pe­o­na­tos afri­ca­nos re­ve­rem os seus ca­len­dá­ri­os, aten­den­do que nes­ta al­tu­ra pa­re­ce com­ple­ta­men­te inu­si­ta­do que o mun­do es­te­ja a pou­cas se­ma­nas pa­ra a re­a­li­za­ção da Co­pa do Mun­do em fu­te­bol, na Rús­sia. Acho que es­tá na ho­ra da uni­for­mi­za­ção do ca­len­dá­rio de fu­te­bol em to­do o mun­do, tal co­mo acre­di­to que se­ja a in­ten­ção da FI­FA. As in­com­pa­ti­bi­li­da­des e es­pe­ci­fi­ci­da­des de ca­da re­gião po­dem ser re­sol­vi­das, tal co­mo o fo­ram nou­tras par­tes do mun­do. Acho que ao ní­vel da Eu­ro­pa, a UE­FA não uni­for­mi­zou os ca­len­dá­ri­os na­ci­o­nais da noi­te pa­ra o dia, ten­do le­va­do al­gum tem­po. Em Áfri­ca, acho que a Con­fe­de­ra­ção Afri­ca­na de Fu­te­bol (CAF) de­ve se­guir o mes­mo exem­plo.

Pon­te do Pan­gui­la

Pas­so to­dos os di­as so­bre a Pon­te do Pan­gui­la e ho­je es­cre­vo es­tas mo­des­tas li­nhas pa­ra fa­lar um bo­ca­do so­bre a so­lu­ção en­con­tra­da pa­ra se re­sol­ver o pro­ble­ma do es­ta­do pre­cá­rio da re­fe­ri­da in­fra-es­tru­tu­ra. Vi­vo na Bar­ra de Dan­de e tra­ba­lho no Qui­fan­gon­do, ra­zão que me le­va a pas­sar sem­pre pe­la via já re­fe­ri­da. Nos pri­mei­ros di­as, des­de que a mes­ma ti­nha si­do con­si­de­ra­da ina­pro­pri­a­da pa­ra a circulação nor­mal de vi­a­tu­ras, pas­san­do a es­tar res­trin­gi­da, achei que as au­to­ri­da­des fo­ram co­me­di­das e pre­ve­ni­das. Gos­ta­ria elo­gi­ar a ini­ci­a­ti­va to­ma­da pe­las au­to­ri­da­des, que con­se­gui­ram fa­zer uma via al­ter­na­ti­va, pe­lo me­nos pa­ra as vi­a­tu­ras que ca­mi­nham na di­rec­ção pa­ra Lu­an­da. Mas acho que o trân­si­to po­dia ser mais cé­le­re, so­bre­tu­do na via con­trá­ria, on­de as vi­a­tu­ras fa­zem du­as a três fai­xas, com­pli­can­do in­clu­si­ve o tra­ba­lho dos agen­tes re­gu­la­do­res de trân­si­to.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.