Co­la­bo­ra­do­res do Hos­pi­tal sem sa­lá­ri­os há 21 me­ses

Jornal de Angola - - REGIÕES - Isi­do­ro Sa­mu­tu­la | Dun­do

Um to­tal de 72 tra­ba­lha­do­res, en­tre mé­di­cos, en­fer­mei­ros e fun­ci­o­ná­ri­os ad­mi­nis­tra­ti­vos em re­gi­me de con­tra­to no Hos­pi­tal Ge­ral Dr. Da­vid Ber­nar­di­no, na cen­tra­li­da­de do Mus­sun­gue, na Lun­da- Nor­te, quei­xa-se de não re­ce­ber or­de­na­dos há 21 me­ses e ame­a­ça pa­ra­li­sar os tra­ba­lhos nos pró­xi­mos 15 di­as.

A in­ten­ção foi ma­ni­fes­ta­da na se­gun­da-fei­ra, pe­lo Sin­di­ca­to dos Tra­ba­lha­do­res do re­fe­ri­do hos­pi­tal, du­ran­te um en­con­tro com o go­ver­na­dor pro­vin­ci­al daLun­da-Nor­te, Er­nes­to Mu­an­ga­la.

O Sin­di­ca­to dos Tra­ba­lha­do­res do Hos­pi­tal Ge­ral Dr. Da­vid Ber­nar­di­no afir­ma que, des­de 2016, al­tu­ra em que as par­tes ce­le­bra­ram os con­tra­tos de tra­ba­lho, ape­nas fo­ram pa­gos 4 me­ses e, pe­ran­te as di­fi­cul­da­des so­ci­ais, ten­do em con­ta o cus­to de vi­da, o sin­di­ca­to diz não ha­ver con­di­ções psi­co­ló­gi­cas pa­ra os tra­ba­lha­do­res con­ti­nu­a­rem a exer­cer a ac­ti­vi­da­de la­bo­ral, sem ga­ran­ti­as re­mu­ne­ra­tó­ri­as nos pró­xi­mos di­as.

Os sin­di­ca­lis­tas pe­di­ram ao go­ver­na­dor pro­vin­ci­al pa­ra en­con­trar uma so­lu­ção ime­di­a­ta, que vi­a­bi­li­ze os sa­lá­ri­os em atra­so, uma vez que os vá­ri­os en­con­tros re­a­li­za­dos com a di­rec­ção do hos­pi­tal não per­mi­ti­ram a re­so­lu­ção do con­ten­ci­o­so la­bo­ral.

A di­rec­to­ra do Hos­pi­tal Ge­ral Dr. Da­vid Ber­nar­di­no, Fi­lo­me­na Si­mão, dis­se re­co­nhe­cer as di­fi­cul­da­des que a ins­ti­tui­ção tem em re­sol­ver ime­di­a­ta­men­te a si­tu­a­ção, ten­do em con­ta os avul­ta­dos mon­tan­tes fi­nan­cei­ros que a dí­vi­da en­vol­ve, mas ga­ran­tiu que es­for­ços es­tão a ser en­vi­da­dos, jun­to do Ga­bi­ne­te Pro­vin­ci­al da Saú­de e da De­le­ga­ção Pro­vin­ci­al das Fi­nan­ças, vi­san­do o pa­ga­men­to fa­se­a­do dos sa­lá­ri­os em atra­so.

Fi­lo­me­na Si­mão as­se­gu­rou que es­tão ca­bi­men­ta­dos va­lo­res mo­ne­tá­ri­os pa­ra o pa­ga­men­to de 12 me­ses de sa­lá­rio, o que po­de re­du­zir a dí­vi­da pa­ra 10 me­ses, a con­tar com o mês em cur­so.

Pe­diu cal­ma aos tra­ba­lha­do­res, des­ta­can­do a pre­o­cu­pa­ção das au­to­ri­da­des sa­ni­tá­ri­as da pro­vín­cia em ir re­du­zin­do a dí­vi­da, ape­sar da si­tu­a­ção fi­nan­cei­ra por que pas­sa o país.

“Es­ta­mos cons­ci­en­tes das di­fi­cul­da­des que os tra­ba­lha­do­res en­fren­tam, mas não po­de­mos es­que­cer a ac­tu­al con­jun­tu­ra eco­nó­mi­ca e fi­nan­cei­ra do país, que não é das me­lho­res e is­so se re­flec­te tam­bém em to­das as ins­ti­tui­ções pú­bli­cas”, jus­ti­fi­cou.

A di­rec­to­ra dis­se que vai reu­nir com a co­mis­são dos tra­ba­lha­do­res pa­ra en­con­trar me­ca­nis­mos de en­ten­di­men­to, ape­lan­do aos pro­fis­si­o­nais no sen­ti­do de con­ti­nu­a­rem a pres­tar ser­vi­ços, ten­do em con­ta a es­pe­ci­fi­ci­da­de da pro­fis­são.

Ga­ran­tiu que se­rão de­fi­ni­dos os cri­té­ri­os re­la­ti­va­men­te à res­ci­são ou não do con­tra­to de tra­ba­lho, ten­do ape­la­do aos fun­ci­o­ná­ri­os a can­di­da­ta­rem-se ao con­cur­so pú­bli­co, que o Mi­nis­té­rio da Saú­de vai pro­mo­ver nos pró­xi­mos di­as.

O Hos­pi­tal Ge­ral Dr. Da­vid Ber­nar­di­no con­ta ac­tu­al­men­te com 58 en­fer­mei­ros efec­ti­vos e 15 mé­di­cos de di­ver­sas es­pe­ci­a­li­da­des, dos quais 12 ex­pa­tri­a­dos.

JAIMAGENS

Hos­pi­tal Ge­ral da Lun­da-Nor­te pre­ci­sa de mais téc­ni­cos

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.