Pri­mei­ro-mi­nis­tro da Tai­lân­dia agra­de­ce a to­dos que aju­da­ram

Jornal de Angola - - MUNDO -

O pri­mei­ro-mi­nis­tro tai­lan­dês, Prayuth Chan-ocha, agra­de­ceu on­tem a to­das as pes­so­as en­vol­vi­das nas ope­ra­ções de res­ga­te dos 12 me­no­res e do seu trei­na­dor de uma gru­ta inun­da­da no nor­te da Tai­lân­dia, de­pois de uma ope­ra­ção de­li­ca­da e que cen­tra­li­zou as aten­ções do mun­do.

Num dis­cur­so te­le­vi­si­vo, o che­fe do Go­ver­no tai­lan­dês dis­se que o su­ces­so da mis­são de res­ga­te de­pen­deu dos es­for­ços das au­to­ri­da­des go­ver­na­men­tais, da as­sis­tên­cia das pes­so­as na Tai­lân­dia e no es­tran­gei­ro e do gran­de apoio mo­ral. Prayuth Chan-ocha tam­bém la­men­tou a mor­te de Sa­man Ku­nan, o an­ti­go mem­bro das for­ças es­pe­ci­ais da Ma­ri­nha tai­lan­de­sa que morreu na se­ma­na pas­sa­da, de­pois de trans­por­tar gar­ra­fas de oxi­gé­nio pa­ra o in­te­ri­or da gru­ta.

“A sua hon­ra, sa­cri­fí­cio e le­ga­do es­ta­rão sem­pre nos nos­sos co­ra­ções”, afir­mou o pri­mei­ro-mi­nis­tro. Os 12 ra­pa­zes, en­tre os 11 e os 16 anos, e o trei­na­dor, de 25, fo­ram ex­plo­rar uma gru­ta na pro­vín­cia de Chi­ang Rai, de­pois de um jo­go de fu­te­bol no dia 23 de Ju­nho.

O gru­po fi­cou pre­so na gru­ta du­ran­te 18 di­as, me­ta­de dos quais sem aces­so à água po­tá­vel e à co­mi­da.

Os ra­pa­zes e o trei­na­dor fo­ram re­ti­ra­dos nu­ma ope­ra­ção que du­rou três di­as e que co­me­çou no do­min­go, quan­do os mer­gu­lha­do­res con­se­gui­ram re­ti­rar da gru­ta os qua­tro pri­mei­ros ra­pa­zes.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.