Tí­tu­lo a ca­mi­nho do Rio Se­co

Bi-cam­peões na­ci­o­nais pre­ci­sam de con­quis­tar ape­nas uma vi­tó­ria pa­ra en­cer­rar a dis­cus­são do tí­tu­lo com os ar­qui-ri­vais pe­tro­lí­fe­ros

Jornal de Angola - - PRIMEIRA PÁGINA - Ho­no­ra­to Sil­va

O 1 º de Agos­to es­tá a três pon­tos do tí­tu­lo na­ci­o­nal, bas­tan­do uma vi­tó­ria no pró­xi­mo jo­go fren­te ao Sa­gra­da Es­pe­ran­ça, no Dun­do, pa­ra con­quis­tar o tro­féu. On­tem, a equi­pa mi­li­tar en­cur­tou a ca­mi­nha­da, ao ven­cer, no es­tá­dio 11 de No­vem­bro, o Do­mant do Ben­go, por 1-0.

A in­fe­li­ci­da­de do Do­mant FC, on­tem no Es­tá­dio Na­ci­o­nal 11 de No­vem­bro, dei­xou o 1º de Agos­to a três pon­tos da con­fir­ma­ção do se­gun­do tri-cam­pe­o­na­to, após a vi­tó­ria (1-0), na par­ti­da re­fe­ren­te à 26ª jor­na­da, que ajus­tou o ca­len­dá­rio do Girabola.

Uma abor­da­gem des­cui­da­da de Ed­son, ao ten­tar cor­tar um cru­za­men­to de Jac­ques, as­sis­ti­do com mes­tria por Ibu­kun, deu aos mi­li­ta­res do Rio Se­co, aos 38 mi­nu­tos, o ten­to so­li­tá­rio num de­sa­fio dis­pu­ta­do sob o sig­no do equi­lí­brio, de tal mo­do que se impõe ques­ti­o­nar a ra­zão da equi­pa do Ben­go es­tar a fa­zer pe­la vi­da, na zo­na de des­pro­mo­ção.

Sem o mí­ni­mo re­ceio do ad­ver­sá­rio, de­ten­tor de ma­té­ria hu­ma­na e ape­tre­chos ma­te­ri­ais su­fi­ci­en­tes pa­ra as­su­mir co­me­ti­men­tos mais am­bi­ci­o­sos, qu­an­to aos ob­jec­ti­vos a atin­gir na com­pe­ti­ção, o Do­mant en­cheu o cam­po com fu­te­bol de mão cheia, lon­ge da pos­tu­ra de­fen­si­va adop­ta­da, de for­ma re­cor­ren­te, pe­las for­ma­ções mais mo­des­tas.

A au­dá­cia do re­pre­sen­tan­te de Bu­la Atum­ba che­gou a obri­gar o 1º de Agos­to, lí­der iso­la­do, ago­ra com 53 pon­tos, a re­me­ter-se à de­fe­sa, di­an­te da es­tra­nhe­za do téc­ni­co Zo­ran Mac­ki, que te­ve de fa­zer re­to­ques tác­ti­cos e subs­ti­tui­ções, pa­ra man­ter in­vi­o­la­da a ba­li­za de­fen­di­da por Tony Ca­ba­ça.

Ca­bi­bi foi o mais in­con­for­ma­do en­tre os vi­si­tan­tes, ago­ra mais pró­xi­mos da sen­ten­ça de des­ci­da de di­vi­são, por ocu­par a 14ª po­si­ção, com 22 pon­tos. O la­te­ral di­rei­to deu tra­ba­lho re­do­bra­do à es­tru­tu­ra de­fen­si­va do con­jun­to ru­bro e ne­gro, que no ata­que es­te­ve mui­tos fu­ros abai­xo do vi­gor de­mons­tra­do a meio da se­ma­na, no em­pa­te (0-0) di­an­te do Re­cre­a­ti­vo da Caá­la.

Em al­ta nos úl­ti­mos jo­gos dos de­ten­to­res do tí­tu­lo do Girabola, Má­rio es­te­ve lon­ge do mé­dio es­co­la­ri­za­do, tal­vez por acu­sar al­gum des­gas­te fí­si­co, da­da a cons­tan­te uti­li­za­ção. Fa­lhou o re­ma­te em si­tu­a­ções de fá­cil exe­cu­ção, se­cun­da­do no des­per­dí­cio por Jac­ques, Ra­zaq e Buá.

Con­tas de so­mar

Nu­ma al­tu­ra em que as 15 equi­pas em pro­va es­tão com o mes­mo número de jo­gos dis­pu­ta­dos, o 1º de Agos­to po­de fes­te­jar a con­quis­ta do tí­tu­lo já na pró­xi­ma jor­na­da, ca­so ven­ça o Sa­gra­da Es­pe­ran­ça, na ci­da­de do Dun­do, quan­do no pi­or ce­ná­rio a con­sa­gra­ção fi­ca adi­a­da pa­ra a re­cep­ção ao Cuando Cubango FC. Num qua­dro de igualdade pon­tu­al, tem a van­ta­gem da vi­tó­ria (2-0), no con­fron­to di­rec­to.

O Pe­tro de Lu­an­da (2º/50), que nas du­as ron­das der­ra­dei­ras de­fron­ta o In­ter­clu­be e o Sa­gra­da, faz con­tas com des­li­zes do ad­ver­sá­rio, a quem o cep­tro só es­ca­pa se for in­ca­paz de so­mar três pon­tos em seis pos­sí­veis. O triun­fo (2-0), sá­ba­do fren­te ao Des­por­ti­vo da Huí­la, man­te­ve in­tac­tas as es­pe­ran­ças dos tri­co­lo­res, na con­quis­ta do tí­tu­lo, fei­to as­si­na­do pe­la úl­ti­ma vez há no­ve anos.

A con­fir­ma­ção do tí­tu­lo tes­te­mu­nha o re­en­con­tro dos mi­li­ta­res com a his­tó­ria, pois vão igua­lar a fa­ça­nha de 1979, 80 e 81. Ndun­gi­di Da­ni­el era a gran­de re­fe­rên­cia da ge­ra­ção de ta­len­tos que do­mi­nou os três pri­mei­ros anos do Girabola.

Con­tes­ta­do a da­do mo­men­to da épo­ca, por for­ça da sequên­cia de em­pa­tes e exi­bi­ções sem bri­lho, Mac­ki es­tá pres­te a atin­gir os ob­jec­ti­vos de­fi­ni­dos pe­la di­rec­ção en­ca­be­ça­da por Car­los Hen­drick da Sil­va, após con­se­guir co­lo­car a equi­pa na fa­se de gru­pos da Li­ga dos Clu­bes Cam­peões Afri­ca­nos.

DOMBELE BERNARDO | EDIÇÕES NO­VEM­BRO

DOMBELE BERNARDO| EDIÇÕES NO­VEM­BRO

Mé­dio ofen­si­vo da for­ma­ção ru­bro e ne­gra foi um dos jo­ga­do­res que mais se evi­den­ci­ou

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.