An­ti­gos com­ba­ten­tes que­rem me­lhor sub­sí­dio men­sal

Ex-mi­li­ta­res re­ce­bem um sub­sí­dio men­sal de 20 mil kwan­zas, bas­tan­te ir­ri­só­rio pa­ra o al­to cus­to de vi­da no país

Jornal de Angola - - PRIMEIRA PÁGINA - Lou­ren­ço Bu­le | Menongue

Os an­ti­gos com­ba­ten­tes e ve­te­ra­nos dap átri­a­no Cu­an­do Cu­ban­go pe­di­ram ao mi­nis­tro João Er­nes­to dos San­tos “Li­ber­da­de” o au­men­to do sub­sí­dio de pen­são men­sal e apoio em ter­mos de ha­bi­ta­ção, mei­os de lo­co­mo­ção e ou­tros be­ne­fí­ci­os pa­ra a me­lho­ria da con­di­ção de vi­da. O pe­di­do foi ma­ni­fes­ta­do du­ran­te um en­con­tro com o go­ver­nan­te.

Os an­ti­gos com­ba­ten­tes e ve­te­ra­nos da pá­tria na pro­vín­cia do Cu­an­do Cu­ban­go pe­di­ram ao mi­nis­tro João Er­nes­to dos San­tos “Li­ber­da­de” o au­men­to ur­gen­te do sub­sí­dio de pen­são men­sal de 20 pa­ra 100 mil kwan­zas, ten­do em con­ta o al­to cus­to de vi­da e o sa­cri­fí­cio que fi­ze­ram pe­lo país.

Es­te pe­di­do foi ma­ni­fes­ta­do em Menongue du­ran­te um en­con­tro que os an­ti­gos com­ba­ten­tes ti­ve­ram com João Er­nes­to dos San­tos “Li­ber­da­de”, no qua­dro da sua vi­si­ta de dois di­as ao Cu­an­do Cu­ban­go, com o ob­jec­ti­vo fundamental de se in­tei­rar dos prin­ci­pais pro­ble­mas que afec­tam os as­so­ci­a­dos.

Ma­nu­el Ca­ti­va, de 78 anos e an­ti­go com­ba­ten­te das ex­tin­tas For­ças Ar­ma­das Po­pu­lar de Li­ber­ta­ção de An­go­la (FAPLA), ex­pli­cou que os 20 mil kwan­zas que re­ce­bem men­sal­men­te não per­mi­tem o sus­ten­to da fa­mí­lia, so­bre­tu­do no que to­ca à ali­men­ta­ção, pa­ga­men­to da ren­da de ca­sa e os es­tu­dos dos fi­lhos.

“Os an­ti­gos com­ba­ten­tes es­tão can­sa­dos com a pen­são de 20 mil kwan­zas que nem dá pa­ra com­prar os prin­ci­pais pro­du­tos da ces­ta bá­si­ca pa­ra uma ali­men­ta­ção re­gu­lar du­ran­te o mês”, dis­se o ex-mi­li­tar, acres­cen­tan­do que é ne­ces­sá­rio que o va­lor men­sal das pen­sões se­ja fi­xa­do, pe­lo me­nos, 100 mil kwan­zas.

Ma­nu­el Ca­ti­va, que fa­la­va em no­me dos de­mais an­ti­gos com­ba­ten­tes, dis­se ser ne­ces­sá­rio que o Exe­cu­ti­vo tra­ba­lhe mais e res­pei­te os an­ti­gos com­ba­ten­tes e ve­te­ra­nos da pá­tria que der­ra­ma­ram o seu san­gue pa­ra a In­de­pen­dên­cia do país. “Te­mos pes­so­as sem per­nas, sem bra­ços, sem olhos, tam­bém com ba­las ou en­ge­nhos ex­plo­si­vos no cor­po, mas que não são ti­das nem acha­das, mes­mo sa­ben­do que nos tor­na­mos deficientes fí­si­cos em de­fe­sa da pá­tria”, la­men­tou o ex-mi­li­tar.

O an­ti­go com­ba­ten­te mos­trou-se tam­bém bas­tan­te in­sa­tis­fei­to, vis­to que, até ao mo­men­to, mui­tos dos seus com­pa­tri­o­tas ain­da não es­tão re­gis­ta­dos pa­ra be­ne­fi­ci­a­rem do fun­do de pen­sões. Dis­se ain­da exis­tir uma gran­de dis­pa­ri­da­de en­tre os ex-mi­li­ta­res das For­ças Ar­ma­das Po­pu­lar de Li­ber­ta­ção de An­go­la (FAPLA) e os das For­ças Ar­ma­das de Li­ber­ta­ção de An­go­la (FA­LA), an­ti­go bra­ço ar­ma­do da UNITA, no que con­cer­ne aos be­ne­fí­ci­os salariais.

Ma­nu­el Ca­ti­va de­fen­deu tam­bém que ha­ja mai­or apoio aos an­ti­gos com­ba­ten­tes e ve­te­ra­nos da pá­tria no que to­ca à ha­bi­ta­ção, mei­os de lo­co­mo­ção e ou­tros be­ne­fí­ci­os pa­ra a me­lho­ria da sua con­di­ção de vi­da.

O go­ver­na­dor do Cu­an­do Cu­ban­go, Pe­dro Mu­tin­di, dis­se que a si­tu­a­ção dos an­ti­gos com­ba­ten­tes, ve­te­ra­nos da pá­tria, viú­vas e ór­fãos de guer­ra na pro­vín­cia é bas­tan­te crí­ti­ca, vis­to que os mes­mos ca­re­cem de tu­do um pou­co pa­ra so­bre­vi­ve­rem. Sa­li­en­tou que os an­ti­gos com­ba­ten­tes e ve­te­ra­nos da pá­tria no Cu­an­do Cu­ban­go se de­ba­tem, so­bre­tu­do, com a fal­ta de as­sis­tên­cia, rein­te­gra­ção so­ci­al, re­gis­to, pa­ga­men­to de pen­sões, re­si­dên­ci­as e mei­os de lo­co­mo­ção, en­tre ou­tros pres­su­pos­tos pa­ra a me­lho­ria das su­as con­di­ções de vi­da.

A nível da pro­vín­cia, dis­se, fo­ram ca­das­tra­dos 11 mil dos mais de 12 mil an­ti­gos com­ba­ten­tes nos seus di­ver­sos es­ca­lões, con­tro­la­dos pe­lo Ga­bi­ne­te Pro­vin­ci­al dos An­ti­gos Com­ba­ten­tes e Ve­te­ra­nos da Pá­tria do Cu­an­do Cu­ban­go.

Até ao mo­men­to, pon­tu­a­li­zou Pe­dro Mu­tin­di, o pro­jec­to pa­ra a cons­tru­ção das 200 re­si­dên­ci­as e o clu­be pa­ra os an­ti­gos com­ba­ten­tes e deficientes de guer­ra con­ti­nua en­ga­ve­ta­do, de­vi­do à fal­ta de re­cur­sos fi­nan­cei­ros. A si­tu­a­ção, dis­se, cau­sou um to­tal des­con­ten­ta­men­to no seio dos as­so­ci­a­dos, vis­to que es­ta fran­ja da so­ci­e­da­de per­deu a sua ju­ven­tu­de em prol da de­fe­sa da pá­tria.

O go­ver­na­dor dis­se ser ne­ces­sá­rio que o Exe­cu­ti­vo e o Mi­nis­té­rio dos An­ti­gos Com­ba­ten­tes e Ve­te­ra­nos da Pá­tria le­vem em con­si­de­ra­ção os pro­jec­tos re­fe­ren­ci­a­dos pa­ra a sa­tis­fa­ção e a so­lu­ção de al­guns pro­ble­mas que afli­gem os an­ti­gos guer­ri­lhei­ros, viú­vas e ór­fãs de guer­ra na pro­vín­cia.

O mi­nis­tro dos An­ti­gos Com­ba­ten­tes e Ve­te­ra­nos da Pá­tria in­for­mou que a sua des­lo­ca­ção à pro­vín­cia do Cu­an­do Cu­ban­go vi­sa prin­ci­pal­men­te ava­li­ar o grau de di­fi­cul­da­des e as con­di­ções que se en­con­tram os an­ti­gos guer­ri­lhei­ros, ór­fãos e viú­vas de guer­ra na re­gião. João Er­nes­to dos San­tos “Li­ber­da­de” dis­se ser ne­ces­sá­rio re­sol­ver os pro­ble­mas que afli­gem os as­so­ci­a­dos em to­do o ter­ri­tó­rio na­ci­o­nal.

Ma­nu­el Ca­ti­va, de 78 anos, ex-mi­li­tar das ex­tin­tas FAPLA, dis­se que os 20 mil kwan­zas que re­ce­be men­sal­men­te não che­gam pa­ra o sus­ten­to da fa­mí­lia, nem pa­ra os gas­tos com os es­tu­dos dos fi­lhos

NICOLAU VAS­CO | EDI­ÇÕES NO­VEM­BRO | MENONGUE

João Er­nes­to dos San­tos “Li­ber­da­de” es­te­ve reu­ni­do, em Menongue, com an­ti­gos com­ba­ten­tes

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.