“Ope­ra­ção Trans­pa­rên­cia” faz de­ten­ções em Ma­vin­ga

Ac­ção vi­sa a pre­ven­ção e o com­ba­te à imi­gra­ção ile­gal, bem co­mo à ex­plo­ra­ção ilí­ci­ta de di­a­man­tes em vá­ri­as pro­vín­ci­as

Jornal de Angola - - POLÍTICA - Carlos Pau­li­no |Menongue Edu­ar­do Cunha | Ma­lan­je

O Ser­vi­ço de Mi­gra­ção e Es­tran­gei­ros (SME) no Cu­an­do Cu­ban­go de­te­ve 11 ci­da­dãos da Re­pú­bli­ca De­mo­crá­ti­ca do Con­go (RDC) por ex­plo­ra­ção ile­gal de di­a­man­tes, no qua­dro da “Ope­ra­ção Trans­pa­rên­cia” em cur­so no país.

A de­ten­ção dos ci­da­dãos es­tran­gei­ros acon­te­ceu no mu­ni­cí­pio de Ma­vin­ga, que dis­ta 400 qui­ló­me­tros da ci­da­de de Menongue, nu­ma ope­ra­ção que du­rou uma se­ma­na.

Em de­cla­ra­ções ao Jor­nal de An­go­la, o che­fe do Ga­bi­ne­te de Co­mu­ni­ca­ção Ins­ti­tu­ci­o­nal e Im­pren­sa do SME, Ca­mi­lo Te­o­do­ro, ex­pli­cou que os ci­da­dãos são ain­da in­di­ci­a­dos no cri­me de per­ma­nên­cia ile­gal e fal­si­fi­ca­ção de do­cu­men­tos.

Os ci­da­dãos fo­ram en­ca­mi­nha­dos ao Pro­cu­ra­dor Ge­ral da Re­pú­bli­ca jun­to do Ser­vi­ço de Mi­gra­ção e Es­tran­gei­ros. O res­pon­sá­vel re­al­çou que, no Cu­an­do Cu­ban­go, a “Ope­ra­ção Trans­pa­rên­cia”, que vi­sa a pre­ven­ção e com­ba­te à imi­gra­ção ile­gal e à ex­plo­ra­ção ilí­ci­ta de di­a­man­tes, es­tá a ser feita no mu­ni­cí­pio de Ma­vin­ga, por ser a lo­ca­li­da­de da pro­vín­cia con­si­de­ra­da a mais im­por­tan­te zo­na di­a­man­tí­fe­ra.

Ca­mi­lo Te­o­do­ro dis­se que, por es­te fac­to, o mu­ni­cí­pio nos úl­ti­mos anos tam­bém foi in­va­di­do por mui­tos ci­da­dãos es­tran­gei­ros em si­tu­a­ção ile­gal, so­bre­tu­do da RDC, pa­ra a ex­plo­ra­ção ilí­ci­ta de di­a­man­tes. Ca­mi­lo Te­o­do­ro re­fe­riu que, até ago­ra, ne­nhum ci­da­dão es­tran­gei­ro a vi­ver na con­di­ção de imi­gran­te ile­gal em Ma­vin­ga ma­ni­fes­tou o in­te­res­se de aban­do­nar vo­lun­ta­ri­a­men­te o país.

Ca­mi­lo Te­o­do­ro ex­pli­cou que a “Ope­ra­ção Trans­pa­rên­cia”, que vai de­cor­rer num pe­río­do de dois anos, pre­vê a de­ten­ção de mais ci­da­dãos es­tran­gei­ros no mu­ni­cí­pio de Ma­vin­ga, em fun­ção da re­sis­tên­cia de mui­tos ex­pa­tri­a­dos ile­gais em con­ti­nu­ar a ex­plo­rar di­a­man­tes de for­ma ile­gal.

O che­fe do Ga­bi­ne­te de Co­mu­ni­ca­ção Ins­ti­tu­ci­o­nal e Im­pren­sa do SME in­di­cou que, no âm­bi­to das ac­ções de ope­ra­ção, in­ves­ti­ga­ção e fis­ca­li­za­ção mi­gra­tó­ria, fo­ram en­ca­mi­nha­dos ao SME dois pro­ces­sos de du­as em­pre­sas, en­vol­ven­do 14 ci­da­dãos es­tran­gei­ros, sen­do no­ve de na­ci­o­na­li­da­de is­ra­e­li­ta e cin­co chi­ne­ses, por in­frac­ção às leis mi­gra­tó­ri­as. Na pro­vín­cia do Cu­an­do Cu­ban­go es­tão con­tro­la­dos 846 ci­da­dãos es­tran­gei­ros, sen­do 484 com vis­to de tra­ba­lho, 257 re­que­ren­tes de asi­lo, 40 com per­ma­nên­cia ao abri­go do vis­to de tra­ba­lho, 33 re­si­den­tes e 32 re­fu­gi­a­dos.

Ope­ra­ção em Ma­lan­je

A Po­lí­cia Na­ci­o­nal en­cer­rou em Ma­lan­je, na ter­ça-fei­ra, pro­jec­tos e co­o­pe­ra­ti­vas de ex­plo­ra­ção ile­gal de di­a­man­tes no mu­ni­cí­pio de Mus­sen­de e na co­mu­na de Cas­sum­bi, no Bié, no âm­bi­to da “Ope­ra­ção Trans­pa­rên­cia”.

Du­ran­te a ope­ra­ção, que con­tou com o apoio de mei­os aé­re­os, foi en­cer­ra­do o pro­jec­to de ex­plo­ra­ção in­dus­tri­al de di­a­man­tes de Mu­con­go, na pro­vín­cia do Cu­an­za-Sul, bem co­mo a co­o­pe­ra­ti­va de Ca­di­chi­bi, no mu­ni­cí­pio de Nha­rea (Bié).

A ope­ra­ção foi li­de­ra­da pe­lo se­gun­do-comandante pro­vin­ci­al da Po­lí­cia Na­ci­o­nal pa­ra a Pro­tec­ção e In­ter­ven­ção, sub­co­mis­sá­rio Pe­dro Qui­am­bi.

O di­rec­tor-ge­ral da em­pre­sa Ca­di­chi­bi, Er­nes­to Vi­ei­ra, dis­se que ex­plo­ra di­a­man­tes atra­vés de uma co­o­pe­ra­ti­va se­mi-in­dus­tri­al des­de 2015, de for­ma le­gal. “Des­de que re­ce­be­mos uma or­dem vin­da de Lu­an­da, que man­dou pa­rar os tra­ba­lhos de ex­plo­ra­ção, já se pas­sa­ram du­as se­ma­nas”, con­tou Er­nes­to Vi­ei­ra, adi­an­tan­do que a co­o­pe­ra­ti­va ti­nha 56 tra­ba­lha­do­res, to­dos na­ci­o­nais.

Mu­ni­cí­pio de Ma­vin­ga foi, nos úl­ti­mos anos, in­va­di­do por mui­tos ci­da­dãos es­tran­gei­ros em si­tu­a­ção ile­gal, so­bre­tu­do da Re­pú­bli­ca De­mo­crá­ti­ca do Con­go, pa­ra a ex­plo­ra­ção ilí­ci­ta de di­a­man­tes

| EDI­ÇÕES NO­VEM­BRO

Ser­vi­ço de Mi­gra­ção e Es­tran­gei­ros con­tri­bui no com­ba­te à ex­plo­ra­ção ilí­ci­ta de di­a­man­tes

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.