Jornal de Angola

Ta­xa de ju­ros mais fle­xí­vel

- Business · Banking · Financial Technology · Finance · Financial Markets · Angola · Foreign Exchange Market · Currencies · National Bank of Angola

cen­tral, o cli­en­te de­ve ser in­for­ma­do que a ta­xa de câm­bio e a ta­xa de ju­ro na si­mu­la­ção do pla­no fi­nan­cei­ro po­dem so­frer al­te­ra­ções em fun­ção da al­te­ra­ção des­tas ta­xas en­tre a da­ta da si­mu­la­ção e a ce­le­bra­ção do con­tra­to, de­ven­do os ban­cos apli­car os me­lho­res es­for­ços pa­ra for­ma­li­zar a con­ver­são no mais cur­to es­pa­ço de tem­po pos­sí­vel após con­fir­ma­ção da de­ci­são do cli­en­te, ten­do em con­ta o pra­zo de vi­gên­cia do pre­sen­te Ins­tru­ti­vo.

Es­tá ve­da­da a co­bran­ça de co­mis­sões de re­es­tru­tu­ra­ção, de pa­ga­men­to an­te­ci­pa­do do cré­di­to em mo­e­da es­tran­gei­ra ou na con­ver­são dos cré­di­tos em mo­e­da na­ci­o­nal. Tam­bém fi­ca proi­bi­do o acrés­ci­mo de qual­quer mar­gem so­bre a ta­xa de câm­bio de re­fe­rên­cia pu­bli­ca­da pe­lo Ban­co Na­ci­o­nal de An­go­la em vi­gor à da­ta de for­ma­li­za­ção da con­ver­são.

No en­ten­der do Go­ver­no do ban­co cen­tral, lo­go após o acor­do dos ter­mos e con­di­ções do pro­ces­so de con­ver­são com os cli­en­tes, os ban­cos de­vem ce­le­brar os con­tra­tos com os cli­en­tes, com re­cur­so à po­si­ção cam­bi­al (di­fe­ren­ça en­tre os ac­ti­vos e os pas­si­vos em mo­e­da es­tran­gei­ra) pa­ra co­brir o va­lor lí­qui­do de pro­vi­sões cons­ti­tuí­das em mo­e­da es­tran­gei­ra.

De­vem, ain­da, as­se­gu­rar o re­gis­to da al­te­ra­ção do con­tra­to na hi­po­te­ca e pra­ti­car to­dos os ac­tos ne­ces­sá­ri­os pa­ra a le­ga­li­za­ção do con­tra­to e con­ver­ter as im­pa­ri­da­des cons­ti­tuí­das em mo­e­da es­tran­gei­ra pa­ra mo­e­da na­ci­o­nal no mo­men­to do re­gis­to do cré­di­to nes­sa mo­e­da nos li­vros.

Os ban­cos de­vem in­for­mar ao Ban­co Na­ci­o­nal de An­go­la no dia em que a con­ver­são de ca­da cré­di­to é for­ma­li­za­da e o con­tra­to em mo­e­da na­ci­o­nal ce­le­bra­do, so­bre o va­lor da mo­e­da es­tran­gei­ra ven­di­da ao cli­en­te pa­ra a con­ver­são do cré­di­to, con­si­de­ran­do o dis­pos­to no nú­me­ro cin­co do Ins­tru­ti­vo do ban­co cen­tral.

 ??  ?? Se­gun­do o ban­co
Se­gun­do o ban­co

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola