Fei­ra mos­tra po­ten­ci­al agrí­co­la

Jornal de Angola - - Primeira Página -

O mi­nis­tro da In­dús­tria e Co­mér­cio, Victor Fer­nan­des, re­co­nhe­ceu, on­tem, no Lubango, o em­pe­nho dos pe­que­nos e gran­des pro­du­to­res que, num cli­ma de crise eco­nó­mi­ca, fi­nan­cei­ra e mui­tas in­cer­te­zas, não de­sis­ti­ram de apos­tar na pro­du­ção na­ci­o­nal.

Victor Fer­nan­des, que fa­la­va na aber­tu­ra da 1ª Fei­ra de Es­co­a­men­to da Pro­du­ção Na­ci­o­nal (AgriHuíla), a de­cor­rer até do­min­go, no com­ple­xo da Nos­sa Se­nho­ra do Mon­te, des­ta­cou a co­ra­gem, ou­sa­dia e en­ge­nho dos pro­du­to­res, afir­man­do que “as fei­ras do cam­po, são par­tes fun­da­men­tais da ma­te­ri­a­li­za­ção do Pro­gra­ma In­te­gra­do de De­sen­vol­vi­men­to do Co­mér­cio Ru­ral, aprovado pe­lo De­cre­to Pre­si­den­ci­al n.º 123/20, de 30 de Abril”.

“Mui­to do que se pro­duz, se co­mer­ci­a­li­za e se con­so­me é fru­to do tra­ba­lho árduo de ho­mens e mu­lhe­res do cam­po, que, no qua­dro da agri­cul­tu­ra familiar re­pre­sen­tam mais de 60 por cen­to dos pro­du­tos que to­dos os di­as che­gam à me­sa dos an­go­la­nos”, dis­se.

Victor Fer­nan­des ar­gu­men­tou que, se por um la­do, se lou­va a de­di­ca­ção e em­pe­nho de to­dos quan­do es­tão em­pe­nha­dos em pro­du­zir, des­de a agri­cul­tu­ra, à pe­cuá­ria até a pe­que­na in­dús­tria trans­for­ma­do­ra, por ou­tro la­do, há de­sa­fi­os im­pos­tos a es­tes tra­ba­lha­do­res do cam­po, pe­las di­fi­cul­da­des en­fren­ta­das no es­co­a­men­to da pro­du­ção.

Tra­ta-se, re­fe­riu, de um fac­to que pro­vo­ca per­das con­si­de­rá­veis às fa­mí­li­as e em­pre­sas e em­ba­ra­ça as con­di­ções pa­ra pros­se­guir. “A Agri-Huí­la cons­ti­tui uma pla­ta­for­ma pa­ra a in­te­rac­ção en­tre agri­cul­to­res, ope­ra­do­res lo­gís­ti­cos, co­mer­ci­an­tes e ou­tros ac­to­res do sec­tor eco­nó­mi­co”, en­fa­ti­zou.

Victor Fer­nan­des­dis­se não ser ad­mis­sí­vel que a pro­du­ção se es­tra­gue no cam­po, por di­fi­cul­da­des no es­co­a­men­to pa­ra os pon­tos de co­mer­ci­a­li­za­ção.

O mi­nis­tro lem­brou que a ori­en­ta­ção da 7ª Reu­nião Or­di­ná­ria da Co­mis­são Eco­nó­mi­ca do Con­se­lho de Mi­nis­tros, do Lubango, de Ju­lho de 2018, re­sul­tou na se­lec­ção de 54 pro­du­tos que cons­ti­tu­em a pri­o­ri­da­de do Pro­gra­ma de Apoio à Pro­du­ção, Di­ver­si­fi­ca­ção das Ex­por­ta­ções e Subs­ti­tui­ção de Im­por­ta­ções (PRODESI).

Fez sa­ber que os es­tí­mu­los lan­ça­dos pe­lo Exe­cu­ti­vo per­mi­ti­ram o au­men­to da pro­du­ção na­ci­o­nal e uma mai­or pro­cu­ra e con­su­mo dos pro­du­tos, exem­pli­fi­can­do as hor­to­fru­tí­co­las que ocu­pam já 75 por cen­to nas pra­te­lei­ras dos su­per­mer­ca­dos e lo­jas na­ci­o­nais, as­sim co­mo nos mer­ca­dos in­for­mais.

“Te­mos man­ti­do uma re­la­ção de apro­xi­ma­ção com os ope­ra­do­res de to­da a ca­deia pro­du­ti­va com dados ani­ma­do­res so­bre a ca­pa­ci­da­de ins­ta­la­da pa­ra gran­de par­te dos pro­du­tos”, dis­se, su­bli­nhan­do que ou­tro de­sa­fio é evi­tar as per­das da pro­du­ção com a ins­ta­la­ção de mi­cro, pe­que­nas e mé­di­as in­dús­tri­as trans­for­ma­do­ras no meio ru­ral.

Par­ti­ci­pam na 1ª Fei­ra de Es­co­a­men­to da Pro­du­ção Na­ci­o­nal (AgriHuíla) 140 pro­du­to­res agro-pe­cuá­ri­os, pe­que­nas in­dús­tri­as trans­for­ma­do­ras, en­tre ou­tros.

ARÃO MAR­TINS|EDI­ÇÕES NO­VEM­BRO|LUBANGO

EDI­ÇÕES NO­VEM­BRO |

Mi­nis­tro do Co­mér­cio e In­dús­tria des­ta­cou a co­ra­gem e em­pe­nho dos pro­du­to­res na­ci­o­nais

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.