Jornal de Angola

Fa­cul­da­de de Eco­no­mia com no­vas ins­ta­la­ções

- Es­ta­nis­lau Cos­ta | Lu­ban­go Education · Angola · Universidade Mandume Ya Ndemufayo

A Fa­cul­da­de de Eco­no­mia da Uni­ver­si­da­de Man­du­me ya Nde­mu­fayo (UMN), que com­pre­en­de as pro­vín­ci­as da Huí­la e Cu­ne­ne, con­ta com uma no­va es­tru­tu­ra de três pi­sos. O em­pre­en­di­men­to foi en­tre­gue, on­tem, ao pú­bli­co pe­la mi­nis­tra do En­si­no Su­pe­ri­or, Ci­ên­cia, Tec­no­lo­gia e Ino­va­ção, Ma­ria Sam­bo.

Or­ça­do em mais de 24 mi­lhões dó­la­res, as obras do imó­vel ini­ci­a­do em 2016 ti­ve­ram a car­go de cons­tru­to­ra chi­ne­sa. O em­pre­en­di­men­to tem no­ve sa­las de au­la, bi­bli­o­te­ca, au­di­tó­rio, sa­la dos professore­s, gi­ná­sio, di­ver­sos bal­neá­ri­os, área ad­mi­nis­tra­ti­va, par­que de es­ta­ci­o­na­men­to, en­tre ou­tros com­par­ti­men­tos.

O Jor­nal de An­go­la apu­rou que, en­tre os di­ver­sos cur­sos li­ga­dos à área de Eco­no­mia que a ins­ti­tui­ção vai al­ber­gar, cons­tam Finanças, Con­ta­bi­li­da­de, Ho­te­la­ria e Tu­ris­mo. As can­di­da­tu­ras es­tão aber­tas a ci­da­dãos an­go­la­nos e dos Paí­ses Afri­ca­nos de Lín­gua Ofi­ci­al Por­tu­gue­sa (PALOP).

O rei­tor da Uni­ver­si­da­de Man­du­me ya Nde­mu­fayo, Or­lan­do da Ma­ta, enal­te­ceu a no­va in­fra-es­tru­tu­ra com uma ar­qui­tec­tó­ni­ca fa­vo­rá­vel à for­ma­ção de qua­dros de ní­vel su­pe­ri­or, por des­con­ges­ti­o­nar o an­ti­go lo­cal on­de fun­ci­o­na­vam três fa­cul­da­des da ins­ti­tui­ção.

Or­lan­do da Ma­ta re­co­nhe­ceu a im­por­tân­cia do lar de es­tu­dan­tes, por per­mi­tir que jo­vens de di­ver­sos pon­tos do país e não só te­nham a opor­tu­ni­da­de de in­gres­sar na Fa­cul­da­de sem a ne­ces­si­da­de de se pre­o­cu­par com sí­ti­os pa­ra hos­pe­da­gem du­ran­te a for­ma­ção su­pe­ri­or.

Ga­bri­el Fu­ti, 21 anos, bol­sei­ro da pro­vín­cia de Ca­bin­da, con­si­de­rou uma mais-va­lia o no­vo imó­vel, por evi­tar a dis­per­são dos es­tu­dan­tes pro­ve­ni­en­tes de ou­tros pon­tos do país. “A ins­ta­la­ção de um lar é um alí­vio pa­ra nós, por­que já não ha­ve­rá ne­ces­si­da­de de alu­gar ca­sas, às ve­zes sem con­di­ções de ha­bi­ta­bi­li­da­de”.

 ?? ES­TA­NIS­LAU COS­TA | LU­BAN­GO | EDI­ÇÕES NO­VEM­BRO ?? Obra ini­ci­ou em 2016 e cus­tou 24 mi­lhões de dó­la­res
ES­TA­NIS­LAU COS­TA | LU­BAN­GO | EDI­ÇÕES NO­VEM­BRO Obra ini­ci­ou em 2016 e cus­tou 24 mi­lhões de dó­la­res

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola