Lí­der da opo­si­ção na Ve­ne­zu­e­la se­rá jul­ga­do por 43 as­sas­si­na­tos

Correio da Bahia - - Mundo -

PRO­CES­SO O prin­ci­pal lí­der da opo­si­ção ve­ne­zu­e­la­na, Le­o­pol­do Ló­pes, pre­so há dois anos pelo re­gi­me de No­clás Ma­du­ro, po­de ter que res­pon­der ju­di­ci­al­men­te pe­la mor­te de 43 pes­so­as que mor­re­ram após con­fron­tos em pro­tes­tos re­a­li­za­dos no país em 12 de fe­ve­rei­ro de 2014. Na­que­la da­ta, ba­ti­za­da de Día de la Sa­lid (Dia da Saí­da) pe­la opo­si­ção, ocor­re­ram ma­ni­fes­ta­ções nas prin­ci­pais ci­da­des do país con­vo­ca­das pe­los gru­pos con­trá­ri­os a Ma­du­ro que se es­ten­de­ram até o mês de ju­nho. As ma­ni­fes­ta­ções fo­ram re­pre­en­di­das por gru­pos pró-go­ver­no e pe­las for­ças de se­gu­ran­ça do país. Ló­pes foi pre­so acu­sa­do de cons­pi­ra­ção po­lí­ti­ca. “Os fa­mi­li­a­res das ví­ti­mas apre­sen­ta­ram ou es­tão apre­sen­tan­do um pe­di­do jun­to dos tri­bu­nais pa­ra que se acu­se de ho­mi­cí­dio pe­las 43 mor­tes que cau­sou es­se as­sas­si­no com o Día de la Sa­lid”, dis­se Di­os­da­do Ca­bel­lo, ho­mem-for­te do re­gi­me e vi­ce-pre­si­den­te do Par­ti­do So­ci­a­lis­ta Uni­do da Ve­ne­zu­e­la, du­ran­te o pro­gra­ma que apre­sen­ta num ca­nal es­ta­tal. Ape­sar dis­so, as fa­mí­li­as das ví­ti­mas ainda não se pro­nun­ci­a­ram so­bre o as­sun­to e o go­ver­no tam­bém não con­fir­mou a in­for­ma­ção.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.