24h Jo­vem par­ti­ci­pou de ata­que a tra­fi­can­te

Correio da Bahia - - Bahia -

TROBOGY O jo­vem Ti­a­go Pe­rei­ra Reis, 24 anos, que foi mor­to com os dois ir­mãos, an­te­on­tem, em um con­do­mí­nio no Trobogy, par­ti­ci­pou do es­pan­ca­men­to de um tra­fi­can­te de Cos­me de Fa­ri­as há cer­ca de um mês, se­gun­do uma tes­te­mu­nha. A po­lí­cia já ti­nha in­for­ma­do que a ví­ti­ma era o al­vo dos ban­di­dos, mas por ser en­vol­vi­do com o trá­fi­co de dro­gas. Ti­a­go ti­nha du­as pas­sa­gens pe­lo cri­me. O tra­fi­can­te foi agre­di­do por di­ver­sos mo­ra­do­res quan­do es­ta­va in­do vi­si­tar a mu­lher na Vi­la Dois de Ju­lho. Por is­so, ju­rou os agres­so­res de mor­te - en­tre eles, Ti­a­go. Os dois ir­mãos de­le - Hen­ri­que de Sou­za Reis Jú­ni­or, 30, e Pa­trí­cia Pe­rei­ra Reis, 27 - não par­ti­ci­pa­ram do es­pan­ca­men­to. Se­gun­do a po­lí­cia, eles fo­ram mor­tos por­que es­ta­vam no apar­ta­men­to quan­do o ca­çu­la foi exe­cu­ta­do. Os cor­pos dos ir­mãos se­rão en­ter­ra­dos ho­je, às 11h, na Quin­ta dos Lá­za­ros. A po­lí­cia in­ves­ti­ga o ca­so e ain­da não con­fir­mou a ver­são apre­sen­ta­da por es­sa tes­te­mu­nha. Se­gun­do ela, o tra­fi­can­te, a mu­lher de­le e um be­bê de 1 ano e 10 me­ses fru­to de ou­tro re­la­ci­o­na­men­to da mu­lher - fo­ram ba­le­a­dos du­ran­te um ata­que de tra­fi­can­tes ri­vais em fe­ve­rei­ro de 2014. O ata­que foi uma re­ta­li­a­ção por­que, uma se­ma­na an­tes, o ban­di­do ha­via ma­ta­do um ri­val da ou­tra fac­ção. O be­bê mor­reu no dia se­guin­te. A mu­lher pas­sou a vi­ver na Vi­la Dois de Ju­lho, bair­ro vi­zi­nho ao Trobogy, on­de mo­ra­va o ex-ma­ri­do de­la e pai da cri­an­ça que mor­reu ba­le­a­da. Ain­da se­gun­do a tes­te­mu­nha, o pai sem­pre cul­pou o tra­fi­can­te pe­la mor­te do fi­lho. Há al­guns me­ses, o tra­fi­can­te e a es­po­sa re­a­ta­ram a re­la­ção e o ban­di­do pas­sou a vi­si­tá-la re­gu­lar­men­te. Em um do­min­go, há cer­ca de um mês, ele pas­sa­va por um cam­po de fu­te­bol, on­de ho­mens jo­ga­vam, quan­do foi sur­pre­en­di­do por um gru­po de mo­ra­do­res. O ex-ma­ri­do e al­guns ami­gos es­pan­ca­ram o ban­di­do, que foi so­cor­ri­do com vi­da pe­la po­lí­cia. “A mu­lher de­le dis­se que sa­bia quem eram as pes­so­as que par­ti­ci­pa­ram do es­pan­ca­men­to e que iria en­tre­gar to­do mun­do. Quan­do fi­cou sa­ben­do, ele ju­rou as pes­so­as de mor­te”, con­tou a tes­te­mu­nha. Ape­sar de mo­rar no Trobogy, Ti­a­go fre­quen­ta­va a Vi­la Dois de Ju­lho, on­de cor­ta­va o ca­be­lo e jo­ga­va bo­la com ami­gos. Ain­da se­gun­do a tes­te­mu­nha, a fa­mí­lia de­le sa­bia da ame­a­ça e es­ta­va com me­do. Ain­da há a sus­pei­ta de que as três pes­so­as que fo­ram mor­tas na Via Re­gi­o­nal tam­bém te­nham par­ti­ci­pa­do do es­pan­ca­men­to.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.