‘Ga­tos’ de água pre­ju­di­cam for­ne­ci­men­to, diz Em­ba­sa

Correio da Bahia - - Mais -

A Em­pre­sa Bai­a­na de Águas e Sa­ne­a­men­to (Em­ba­sa) jus­ti­fi­cou as fa­lhas no for­ne­ci­men­to de água ci­ta­das por mo­ra­do­res, nes­ta re­por­ta­gem, à exis­tên­cia de ligações clandestinas nas áre­as do en­tor­no. “Is­so sig­ni­fi­ca um con­su­mo de água não re­gis­tra­do pe­la em­pre­sa (já que são ligações clandestinas) e ge­ral­men­te per­du­lá­rio, pois quem não pa­ga di­fi­cil­men­te ado­ta há­bi­tos de con­su­mo ra­ci­o­nal”, diz a em­pre­sa, em no­ta. “Tu­do is­so po­de pro­vo­car ins­ta­bi­li­da­de no for­ne­ci­men­to em al­guns pon­tos”, com­ple­ta. Ain­da con­for­me a em­pre­sa, 48 equi­pes tra­ba­lham pa­ra com­ba­ter os “ga­tos” de água. As ações fo­ram in­ten­si­fi­ca­das em 2015 e já des­fi­ze­ram mais de dez mil frau­des nas re­des de abas­te­ci­men­to em Sal­va­dor e Re­gião Me­tro­po­li­ta­na.

A ca­pi­tal, in­di­ca a Em­ba­sa, pos­sui “ex­ten­sas áre­as de ocu­pa­ção es­pon­tâ­nea, ain­da em pro­ces­so de aden­sa­men­to, com gran­de quan­ti­da­de de imó­veis sen­do cons­truí­dos sem pla­ne­ja­men­to, fis­ca­li­za­ção do uso do so­lo ou co­mu­ni­ca­ção aos ór­gãos com­pe­ten­tes”, o que tam­bém pre­ju­di­ca­ria o abas­te­ci­men­to.

Quan­to à pro­li­fe­ra­ção do mos­qui­to Aedes aegypti, a em­pre­sa lem­bra que “o mos­qui­to não se re­pro­duz em re­ser­va­tó­ri­os de água que se­jam de­vi­da­men­te tam­pa­dos” e aler­ta que “é de­ver do usuá­rio do­tar a sua mo­ra­dia de re­ser­va­tó­rio do­mi­ci­li­ar com­pa­tí­vel com as ne­ces­si­da­des de con­su­mo de seus mo­ra­do­res”.

Com re­la­ção à re­cla­ma­ção de mo­ra­do­res da Pa­les­ti­na e de Pi­ra­já, a com­pa­nhia in­for­ma que não há re­gis­tro de pro­ble­ma ge­ne­ra­li­za­do de fal­ta d’água nos lo­cais. So­bre Mus­su­run­ga e Per­nam­bués, ex­pli­ca que o abas­te­ci­men­to foi in­ter­rom­pi­do, an­te­on­tem, pa­ra cor­ri­gir va­za­men­tos na re­de. Se o pro­ble­ma per­sis­tir, a em­pre­sa ori­en­ta o usuá­rio a en­trar em con­ta­to pe­lo te­le­fo­ne 0800 0555 195, pa­ra que o imó­vel pas­se por ve­ri­fi­ca­ção.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.