Ôni­bus pa­ram de cir­cu­lar por pre­cau­ção após ti­ro­tei­os

Correio da Bahia - - Mais - Ale­xan­dro Mo­ta e Thi­a­go Frei­re mais@cor­rei­o24ho­ras.com.br

To­dos os di­as, a aju­dan­te de co­zi­nha Lu­ci­ma­ra Nas­ci­men­to, 35 anos, sai do tra­ba­lho, atra­ves­sa a rua e pe­ga um ôni­bus pa­ra ir pa­ra ca­sa. On­tem à tar­de, ela te­ve que an­dar mais de 1 km pa­ra en­con­trar um lo­cal pa­ra pe­gar a con­du­ção. O res­tau­ran­te fi­ca pró­xi­mo ao fi­nal de li­nha do Va­le das Pe­dri­nhas, cu­jo pon­to foi trans­fe­ri­do pa­ra a Rua do Ca­nal, no Rio Ver­me­lho. O mo­ti­vo foi a insegurança do lo­cal, após dois ti­ro­tei­os en­tre po­li­ci­ais e ban­di­dos an­te­on­tem, que ter­mi­nou com qua­tro pes­so­as fe­ri­das.

“Eu ti­ve que an­dar to­da (a rua prin­ci­pal do bair­ro). Che­ga es­tou com fal­ta de ar. Sen­tei aqui pa­ra des­can­sar”, la­men­tou Lu­ci­ma­ra, sen­ta­da no ban­co do pon­to. “Eu tam­bém ti­ve que an­dar o ca­mi­nho to­do. Não te­nho di­nhei­ro pa­ra pa­gar mo­to­tá­xi”, com­ple­tou a cui­da­do­ra Car­la Al­ves, 61, que mo­ra pró­xi­mo ao fim de li­nha e es­ta­va in­do tra­ba­lhar. As du­as es­ta­vam no pon­to lo­ca­li­za­do na en­tra­da do Va­le das Pe­dri­nhas, na Ave­ni­da Ju­racy Ma­ga­lhães. Os ôni­bus que iam até o fi­nal de li­nha fa­zi­am a pa­ra­da mais pró­xi­ma nes­se pon­to, qua­se 2 km an­tes do des­ti­no ori­gi­nal.

Qua­tro pes­so­as fo­ram ba­le­a­das na re­gião. Trans­por­te so­freu al­te­ra­ções

CAUTELA

A mu­dan­ça foi uma de­ci­são do Co­mi­tê In­te­gra­do de De­fe­sa do Trans­por­te Ro­do­viá­rio, uma me­sa per­ma­nen­te en­tre a Se­cre­ta­ria da Se­gu­ran­ça Pú­bli­ca (SSP) e os ro­do­viá­ri­os, cu­jo ob­je­ti­vo é au­men­tar a se­gu­ran­ça

Dois ti­ro­tei­os en­tre PMs e ban­di­dos mo­ti­va­ram mu­dan­ça do fi­nal de li­nha do Va­le pa­ra rua do Rio Ver­me­lho

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.