Des­can­sar, sair com os ami­gos, as­sis­tir fil­mes e ou­tras ati­vi­da­des não re­la­ci­o­na­das com es­tu­do são al­ter­na­ti­vas que aju­dam a re­du­zir a an­si­e­da­de?

Correio da Bahia - - Mais - Car­men.vasconcelos@re­de­bahia.com.br

Sim, são óti­mas al­ter­na­ti­vas. Evi­te ál­co­ol, fu­mo e ca­feí­na, prin­ci­pal­men­te nas du­as ho­ras an­tes de ir dor­mir. Se pre­o­cu­pe em fa­zer uma ali­men­ta­ção le­ve, prin­ci­pal­men­te à noi­te e an­tes da pro­va. Além dis­so, é im­por­tan­te pro­cu­rar dei­xar tu­do o que pre­ci­sar já pró­xi­mo, por exem­plo, água, lá­pis, bor­ra­cha e dis­tan­ci­ar aqui­lo que o dis­trai. Em 2013, a fun­ci­o­ná­ria pú­bli­ca Rail­da Ra­mos sou­be, du­ran­te a re­a­li­za­ção dos exa­mes pre­ven­ti­vos, que a ima­gem da sua ma­ma es­ta­va ir­re­gu­lar. Após uma pun­ção, veio o di­ag­nós­ti­co de cân­cer de ma­ma. “Aque­la no­tí­cia che­gou co­mo uma sen­ten­ça de mor­te”, con­ta ela que, na épo­ca, es­ta­va com ape­nas 30 anos e cur­tia as tra­ves­su­ras da fi­lhi­nha de 2 ani­nhos. “Não ima­gi­na­va que o cân­cer se­ria uma re­a­li­da­de na mi­nha ida­de”, de­sa­ba­fa.

De­pois do im­pac­to do di­ag­nós­ti­co e com o apoio da fa­mí­lia, Rail­da dei­xou os re­cei­os de

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.