Jo­vens ca­ren­tes te­rão aces­so a clu­bes so­ci­ais

Correio da Bahia - - Mais -

foi lo­ca­li­za­do pa­ra co­men­tar o an­da­men­to dos tra­ba­lhos.

A ex­pec­ta­ti­va é de que o pro­je­to se­ja apro­va­do en­tre no­vem­bro e de­zem­bro pa­ra que a no­va es­tru­tu­ra pas­se a vi­go­rar no dia 1º de ja­nei­ro. Ain­da de acor­do com o pre­fei­to, as re­for­mas in­ter­nas vão além de mu­dan­ças em no­mes de se­cre­ta­ri­as — que tam­bém de­vem ocor­rer.

Além do gru­po de tra­ba­lho, a pre­fei­tu­ra es­tá ana­li­san­do a con­tra­ta­ção de em­pre­sas de con­sul­to­ria que pos­sam au­xi­li­ar na aná­li­se mi­nu­ci­o­sa da es­tru­tu­ra da ad­mi­nis­tra­ção mu­ni­ci­pal. “Es­ta­mos dis­cu­tin­do a pos­si­bi­li­da­de de con­tra­tar con­sul­to­ri­as de fo­ra da pre­fei­tu­ra pa­ra avan­çar na qua­li­da­de da des­pe­sa pú­bli­ca. Ou se­ja, va­mos fa­zer uma ava­li­a­ção ge­ral da pos­si­bi­li­da­de de cor­tes e tam­bém no la­do e cam­po da re­cei­ta”, con­cluiu.

Mi­nu­tos após as ur­nas con­fir­ma­rem sua re­e­lei­ção, no úl­ti­mo dia 2, ACM Ne­to co­me­çou a fa­lar pu­bli­ca­men­te das mu­dan­ças na ges­tão. O ce­ná­rio de cri­se na economia que tem afe­ta­do as pre­fei­tu­ras no Bra­sil já ti­nha si­do a jus­ti­fi­ca­ti­va da­da pe­lo pre­fei­to na­que­le do­min­go de vo­ta­ção. Na opor­tu­ni­da­de, o de­mo­cra­ta ci­tou a con­fi­an­ça que tem no atu­al ali­nha­men­to po­lí­ti­co com o go­ver­no fe­de­ral pa­ra man­ter o cres­ci­men­to de Sal­va­dor. A pre­fei­tu­ra e 11 clu­bes so­ci­ais da ci­da­de as­si­na­ram, on­tem, o con­vê­nio que vai pos­si­bi­li­tar que cri­an­ças en­tre 7 e 17 anos, em si­tu­a­ção de vul­ne­ra­bi­li­da­de so­ci­al e econô­mi­ca, pos­sam fa­zer, de gra­ça, ati­vi­da­des es­por­ti­vas nas en­ti­da­des. Ao to­do, se­rão 623 jo­vens be­ne­fi­ci­a­dos com as prá­ti­cas es­por­ti­vas em di­ver­sas mo­da­li­da­des.

As au­las se­rão re­a­li­za­das nos se­guin­tes lo­cais: As­so­ci­a­ção Atlé­ti­ca da Bahia, As­so­ci­a­ção Cul­tu­ral e Es­por­ti­va Bras­kem, Cen­tro Es­pa­nhol, Clu­be Bahi­a­no de Tê­nis, Clu­be dos Em­pre­ga­dos da Pe­tro­bras, Clu­be Re­cre­a­ti­vo Cam­po­mar, Cos­ta Ver­de Tê­nis Clu­be, Es­por­te Clu­be Vi­tó­ria, Es­por­te Clu­be Ypi­ran­ga, Ya­cht Clu­be da Bahia e As­so­ci­a­ção Atlé­ti­ca Ban­co do Bra­sil.

Em con­tra­par­ti­da, co­mo pre­vis­to em um de­cre­to pu­bli­ca­do em abril, os clu­bes te­rão des­con­to de até 70% no va­lor do IPTU. Se­rão ofer­ta­das au­las de bas­que­te, bo­xe, ca­po­ei­ra, fu­te­bol, gi­nás­ti­ca olím­pi­ca, han­de­bol, judô, ca­ra­tê, na­ta­ção, tê­nis e vô­lei.

Du­ran­te a as­si­na­tu­ra, o pre­fei­to ACM Ne­to des­ta­cou a im­por­tân­cia do pro­je­to pa­ra os be­ne­fi­ci­a­dos. “Cri­an­ças e jo­vens bas­tan­te po­bres que, em si­tu­a­ção nor­mal, não te­ri­am ne­nhu­ma con­di­ção pa­ra pa­gar e ter au­la de fu­te­bol, ca­ra­tê ou tê­nis, ago­ra vão ter aces­so a va­gas ofe­re­ci­das pe­los clu­bes so­ci­ais mais im­por­tan­tes, com téc­ni­co e ins­tru­to­res gra­tui­tos”, dis­se.

O ca­das­tro po­de ser fei­to em qual­quer uni­da­de dos Cen­tros de Re­fe­rên­cia e As­sis­tên­cia So­ci­al (Cras). Pa­ra se ins­cre­ver, é ne­ces­sá­rio apre­sen­tar RG, ates­ta­do mé­di­co, com­pro­van­te de re­si­dên­cia e de es­co­la­ri­da­de.

Se­gun­do a se­cre­tá­ria mu­ni­ci­pal de Pro­mo­ção So­ci­al, Es­por­te e Com­ba­te à Po­bre­za (Semps), Ana Pau­la Ma­tos, al­guns cri­té­ri­os se­rão le­va­dos em con­si­de­ra­ção pa­ra se­le­ci­o­nar os jo­vens. “O pro­gra­ma exige dis­ci­pli­na e a fa­mí­lia tem que acom­pa­nhar. Além dis­so, tam­bém es­ta­mos fa­zen­do a iden­ti­fi­ca­ção da von­ta­de e da mo­ti­va­ção do jo­vem”, ex­pli­cou.

Ain­da de acor­do com a se­cre­tá­ria, 280 cri­an­ças já es­tão pré-or­ga­ni­za­das em gru­pos que po­dem ini­ci­ar ime­di­a­ta­men­te. A pre­vi­são é de que as au­las co­me­cem em no­vem­bro.

Se­gun­do o pre­si­den­te do Sin­di­ca­to dos Clu­bes da Bahia, Al­fre­do Vas­con­ce­los, ou­tros clu­bes já es­tão sen­do sen­si­bi­li­za­dos pa­ra ade­rir ao con­vê­nio. “Vá­ri­os clu­bes não ti­ve­ram con­di­ção de ti­rar es­sas cer­ti­dões exi­gi­das pe­la pre­fei­tu­ra, e ago­ra es­tão ne­go­ci­an­do dí­vi­das e es­tão ten­tan­do se re­gu­la­ri­zar”, co­men­tou.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.