‘De­ve-se lim­par Alep­po’, afir­ma As­sad, em ame­a­ça a re­bel­des

Correio da Bahia - - Mundo -

SÍ­RIA O di­ta­dor da Sí­ria, Bashar al-As­sad, dis­se a um jor­nal rus­so que se de­ve con­ti­nu­ar “lim­pan­do” Alep­po, ci­da­de no nor­te do país con­tro­la­da por re­bel­des que é al­vo de uma ofen­si­va mi­li­tar do re­gi­me sí­rio du­ra­men­te cri­ti­ca­da pe­lo Oci­den­te. “É pre­ci­so se­guir lim­pan­do es­sa área e em­pur­rar os ter­ro­ris­tas pa­ra a Tur­quia, pa­ra que vol­tem a seu lu­gar de ori­gem, ou ma­tá-los. Não há ou­tra op­ção”, dis­se As­sad on­tem em en­tre­vis­ta em in­glês ao jor­nal rus­so Kom­sol­mols­kaya Prav­da. Se­gun­do o di­ta­dor, Alep­po, que é uma das mai­o­res ci­da­des da Sí­ria, “se­rá um im­por­tan­te tram­po­lim” pa­ra re­to­mar áre­as das mãos de re­bel­des em ou­tras par­tes do país. Nos úl­ti­mos me­ses, Alep­po tem si­do a prin­ci­pal fren­te de ba­ta­lha da gu­er­ra ci­vil que as­so­la a Sí­ria há qua­se seis anos e que já con­ta­bi­li­za mais de 300 mil mor­tos. Há me­ses, tro­pas le­ais ao re­gi­me sí­rio re­a­li­zam um cer­co a par­tes de Alep­po con­tro­la­das por re­bel­des. Es­ti­ma-se que 270 mil pes­so­as es­te­jam iso­la­das nes­tas áre­as. Com o apoio da Rús­sia, a aviação sí­ria vem bom­bar­de­an­do a ci­da­de, ma­tan­do cen­te­nas de ci­vis e dei­xan­do o ce­ná­rio ur­ba­no em ruí­nas. On­tem, os mo­ra­do­res de Alep­po acor­da­ram sob uma le­va in­ten­si­fi­ca­da de ata­ques aé­re­os, após um bre­ve pe­río­do de re­la­ti­va tran­qui­li­da­de. A ONU (Or­ga­ni­za­ção das Na­ções Uni­das) pre­ten­de le­var nas pró­xi­mas se­ma­nas com­boi­os de aju­da hu­ma­ni­tá­ria a de­ze­nas de áre­as iso­la­das na Sí­ria. O re­gi­me de Da­mas­co, en­tre­tan­to, ve­tou o en­vio de man­ti­men­tos às áre­as to­ma­das por re­bel­des em Alep­po.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.