Por­ta da es­pe­ran­ça

Correio da Bahia - - Esporte - Fer­nan­da Va­re­la fer­nan­da.va­re­la@re­de­bahia.com.br

A cor­ri­da pe­lo aces­so con­ti­nua in­ten­sa. On­tem, o Bahia ven­ceu o Bra­sil de Pe­lo­tas por 1x0 na Fon­te No­va e vol­tou ao G4 da Sé­rie B. O tri­co­lor es­tá em 3º e, pa­ra con­ti­nu­ar en­tre os qua­tro, se­ca três ad­ver­sá­ri­os hoje: o Avaí, que en­fren­ta o Tu­pi, o Náu­ti­co, que en­ca­ra o Ce­a­rá, e o Lon­dri­na, que pe­ga a Lu­ver­den­se. To­dos jo­gam em ca­sa. Se dois des­ses ti­mes não ven­ce­rem, o Bahia se­gue no G4.

Quem es­pe­ra­va um jo­go fá­cil, se en­ga­nou. O pri­mei­ro tem­po foi de cor­re­ria, sus­tos, chan­ces per­di­das e gol.

O pri­mei­ro a ame­a­çar foi o Bahia, com Her­na­ne - vai­a­do por par­te da tor­ci­da an­tes mes­mo da bo­la ro­lar, pe­lo je­jum de cin­co jo­gos sem mar­car - que, ca­ra a ca­ra com o gol, cal­cu­lou mal o tem­po da bo­la e deu um chu­te no ar. Per­deu uma boa chan­ce de ti­rar es­se pe­so das cos­tas.

Era lá e cá. O jo­go es­ta­va tão mo­vi­men­ta­do que nem a tur­ma do “sen­ta aê” po­dia fi­car pa­ra­da na ar­qui­ban­ca­da. De um la­do, o Bra­sil de Pe­lo­tas ar­ris­ca­va com Ga­li­ar­do, Jo­na­tas Be­lus­so e Di­o­go Oli­vei­ra. Do ou­tro, o Bahia re­vi­da­va com Edi­gar Ju­nio, que per­deu du­as bo­as chan­ces de gol, e Her­na­ne, que caiu den­tro da área, le­vou car­tão ama­re­lo e es­tá fo­ra do jo­go con­tra o Oes­te, no pró­xi­mo sá­ba­do, em Ba­ru­e­ri-SP.

O que é um pon­ti­nho ama­re­lo no meio do cam­po? No ca­so do jo­go de on­tem, a res­pos­ta é sim­ples: um in­gres­so pa­ra o G4. O pon­ti­nho em ques­tão era Wes­ley Na­tã que, no se­gun­do jo­go pe­lo Bahia, mar­cou seu se­gun­do gol - tam­bém dei­xou o de­le na go­le­a­da por 4x0 con­tra o Tu­pi.

O no­vo Di­a­bo Loi­ro fez o gol da noi­te aos 31 mi­nu­tos. Após co­bran­ça de fal­ta, o go­lei­ro Mar­ti­ni deu um so­co na bo­la e ela caiu bem na ca­be­ça do ata­can­te de 21 anos, que te­ve o tra­ba­lho ape­nas de des­vi­ar pa­ra o gol va­zio a sua fren­te.

A eu­fo­ria de quem foi à Fon­te No­va só au­men­tou. Após o gol, o tri­co­lor che­gou com pe­ri­go em jo­ga­das de Ju­ni­nho e Re­na­to Ca­já, mas os dois não con­ta­ram com a sor­te.

No se­gun­do tem­po, mais adre­na­li­na. Aos dois mi­nu­tos, Luiz An­to­nio ar­ris­cou de fo­ra da área e acer­tou a tra­ve. Su­pe­ri­or em cam­po, o Bahia ain­da che­gou com pe­ri­go com Re­na­to Ca­já, que não es­ta­va ins­pi­ra­do nas fi­na­li­za­ções.

Mas o jo­go es­ta­va sob con­tro­le. Sem for­ça, o Bra­sil pou­co ata­cou no se­gun­do tem­po. Aos 30, Di­o­go Oli­vei­ra fi­na­li­zou fra­co, nos bra­ços de Mu­ri­el.

Qua­se no fim do jo­go, Her­na­ne re­ce­beu de Ré­gis e ten­tou dei­xar o de­le, mas a fa­se é “bra­ba” e Mar­ti­ni de­fen­deu. Vic­tor Ran­gel tam­bém pa­rou nas mãos do go­lei­ro. Não fez fal­ta. O Bahia che­gou a 49 pon­tos e se­gue co­mo me­lhor man­dan­te da Sé­rie B, com 12 triun­fos e dois em­pa­tes em 16 jo­gos dis­pu­ta­dos. Bahia Mu­ri­el; Edu­ar­do, Jack­son, Ti­a­go e Moi­sés (Tin­ga); Ju­ni­nho, Luiz An­to­nio e Re­na­to Ca­já (Ré­gis); Wes­ley Na­tã (Vic­tor Ran­gel), Edi­gar Ju­nio e Her­na­ne Téc­ni­co Gu­to Ferreira

Bra­sil-RS Mar­ti­ni, Wel­di­nho, Ci­ri­lo, Le­an­dro Ca­mi­lo e Mar­lon; Le­an­dro Lei­te, Mar­cão, Ga­li­ar­do (Wen­der) e Di­o­go Oli­vei­ra; Ra­mon (Gustavo Pa­pa) e Jo­na­tas Be­lus­so (Nathan) Téc­ni­co Ro­gé­rio Zim­mer­mann

Es­tá­dio Fon­te No­va

Gol Wes­ley Na­tã, aos 31 mi­nu­tos do 1º tem­po

Car­tão ama­re­lo Her­na­ne; Mar­lon

Pú­bli­co 20.521

Ren­da R$ 377.987,00

Ár­bi­tro An­to­nio Ro­ge­rio Ba­tis­ta do Pra­do (SP), au­xi­li­a­do por Ri­car­do Pa­va­nel­li La­nut­to (SP) e Bruno Sal­ga­do Ri­zo (SP)

Bahia ven­ce Bra­sil-RS, en­tra no G4 e hoje se­ca os con­cor­ren­tes

Wes­ley Na­tã ga­ran­te mais um triun­fo tri­co­lor na Fon­te No­va; pla­car de 1x0 é su­fi­ci­en­te pa­ra fa­zer o Bahia en­trar no G4 ao me­nos até hoje

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.