Pro­fes­sor de in­for­má­ti­ca é sus­pei­to de abu­sar de alu­nas em Pa­ta­ma­res

Correio da Bahia - - Bahia -

COLÉGIO PARTICULAR Um pro­fes­sor de in­for­má­ti­ca es­tá sen­do in­ves­ti­ga­do por sus­pei­ta de abu­sar de alu­nas do en­si­no fun­da­men­tal do Colégio An­glo-Bra­si­lei­ro, em Pa­ta­ma­res. A de­nún­cia foi fei­ta por fa­mi­li­a­res das ví­ti­mas ao Mi­nis­té­rio Pú­bli­co da Bahia (MPE-BA). Se­gun­do a as­ses­so­ria do ór­gão, o ca­so cor­re em se­gre­do de Jus­ti­ça, e os de­ta­lhes não fo­ram di­vul­ga­dos, pa­ra pre­ser­var a iden­ti­da­de das ví­ti­mas. Por con­ta da in­ves­ti­ga­ção, o pro­fes­sor foi afas­ta­do das ati­vi­da­des - a in­for­ma­ção do afas­ta­men­to foi con­fir­ma­da pe­la es­co­la. Se­gun­do o re­la­to do fa­mi­li­ar de uma das ví­ti­mas ao si­te G1, o pro­fes­sor aca­ri­ci­a­va as par­tes ín­ti­mas das me­ni­nas quan­do elas iam ti­rar al­gu­ma dú­vi­da. Uma das cri­an­ças tem 9 anos. “O pro­fes­sor se apro­vei­ta­va na au­la, pe­ga­va as me­ni­nas quan­do era cha­ma­do pa­ra ex­pli­car al­gu­ma dú­vi­da, fa­zia ca­rí­ci­as, des­cia pe­la bar­ri­ga e che­ga­va até a par­te ín­ti­ma”, con­tou o pa­ren­te, que pre­fe­riu não se iden­ti­fi­car. De acor­do com ou­tro fa­mi­li­ar, que tam­bém não se iden­ti­fi­cou, o do­cen­te ain­da ofe­re­cia bom­bons du­ran­te o in­ter­va­lo das au­las, con­vi­da­va as alu­nas a me­xe­rem no com­pu­ta­dor e apro­vei­ta­va pa­ra co­me­ter os abu­sos. “Ela [a cri­an­ça] dis­se que ele fa­zia is­so to­da au­la de in­for­má­ti­ca e que, na ho­ra do re­creio, ele cha­ma­va as cri­an­ças pa­ra me­xe­rem no com­pu­ta­dor e ofe­re­cia bom­bons, do­ces”, re­la­tou. Cer­ca de dez pais pres­ta­ram quei­xa no Mi­nis­té­rio Pú­bli­co con­tra o pro­fes­sor, que não foi lo­ca­li­za­do pe­la re­por­ta­gem pa­ra co­men­tar o as­sun­to. Ain­da de acor­do com re­la­tos de fa­mi­li­a­res ao si­te, há sus­pei­tas de que os abu­sos já acon­te­ci­am há cer­ca de cin­co anos, pois a ir­mã de uma das ví­ti­mas, atu­al­men­te com 16 anos, con­tou que o pro­fes­sor fa­zia o mes­mo com ela na épo­ca em que es­tu­da­va no en­si­no fun­da­men­tal. Uma das mães gra­vou o de­poi­men­to da fi­lha em ví­deo, com de­ta­lhes dos abu­sos, e en­tre­gou ao Mi­nis­té­rio Pú­bli­co co­mo pro­va da de­nún­cia. Em no­ta, a ins­ti­tui­ção dis­se que es­tá con­tri­buin­do com a apu­ra­ção do ca­so e que o si­gi­lo é in­dis­pen­sá­vel pa­ra a pre­ser­va­ção dos es­tu­dan­tes. No dia 1º de se­tem­bro, a Jus­ti­ça bai­a­na de­cre­tou a pri­são pre­ven­ti­va do pro­fes­sor Raul Ro­dri­gues Gui­ma­rães Ne­to, 29 anos, sus­pei­to do cri­me de es­tu­pro de vul­ne­rá­vel con­tra uma ado­les­cen­te de 13 anos, que era sua alu­na no Colégio An­chi­e­ta. Raul es­tá sen­do pro­cu­ra­do pe­la po­lí­cia e a úl­ti­ma in­for­ma­ção di­vul­ga­da é que ele es­ta­ria mo­ran­do no ex­te­ri­or. Quan­do o pro­fes­sor foi de­nun­ci­a­do à po­lí­cia pe­la fa­mí­lia da ga­ro­ta, em ju­nho pas­sa­do, os dois já man­ti­nham en­con­tros ín­ti­mos há oi­to me­ses num apar­ta­men­to alu­ga­do ao la­do da es­co­la.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.