Mo­men­to ain­da é bom pa­ra com­prar imó­vel

Correio da Bahia - - Mais -

Pa­ra qu­em es­tá à pro­cu­ra da so­nha­da ca­sa pró­pria, es­ta é a me­lhor épo­ca pa­ra com­prar. Is­so é o que afir­ma Kel­sor Fer­nan­des, pre­si­den­te do Sin­di­ca­to da Ha­bi­ta­ção na Bahia (Se­co­vi-BA).

“As imo­bi­liá­ri­as es­tão fa­ci­li­tan­do bas­tan­te as ven­das, com pre­ços mais em con­ta e me­lho­res con­di­ções de pa­ga­men­to. Mas es­te é um ci­clo que vai se en­cer­rar em bre­ve. A ten­dên­cia é que ocor­ra uma re­ver­são”, afir­ma.

Ele con­ta que a ex­pec­ta­ti­va é de que a re­to­ma­da do mer­ca­do co­me­ce a ter re­fle­xos mais ex­pres­si­vos no iní­cio do pri­mei­ro tri­mes­tre de 2017. As­sim, os pre­ços dos imó­veis po­dem vol­tar a cres­cer.

“Es­ta­mos oti­mis­tas, já que a eco­no­mia co­me­ça a dar si­nais de re­cu­pe­ra­ção. No fi­nal do ano, as coi­sas ten­dem a dar uma pa­ra­da, mas acre­di­to que o ano que vem se­rá me­lhor. Nós não te­mos con­di­ções de fi­car mais um ano pa­ra­dos”, diz.

A apo­sen­ta­da Ma­ria San­tos é um exem­plo de qu­em es­tá do ou­tro la­do da ca­deia e quer com­prar um imó­vel. Pa­ra re­a­li­zar o so­nho de en­ve­lhe­cer em um dos bair­ros mais bem lo­ca­li­za­dos em ter­mos de ser­vi­ços na ca­pi­tal bai­a­na, a Pi­tu­ba, ela de­pen­de da ven­da de ou­tro imó­vel no Im­buí.

“A cri­se atra­sou meus pla­nos, mas es­pe­ro que no pró­xi­mo ano, com a ten­dên­cia de me­lho­rar o mer­ca­do, a gen­te con­si­ga ven­der meu apar­ta­men­to atu­al e com­prar um ou­tro na Pi­tu­ba”, con­ta.

Ela tam­bém des­ta­ca as qua­li­da­des do bairro. “Co­mo vi­vo so­zi­nha e não di­ri­jo, pre­ci­so mo­rar per­to de tu­do: far­má­cia, pa­da­ria, clí­ni­cas. A Pi­tu­ba é o lo­cal ide­al”.

Pa­ra o pre­si­den­te da Se­co­vi-BA, uma das gran­des van­ta­gens de se in­ves­tir em imó­veis é a se­gu­ran­ça de que, mui­to pro­va­vel­men­te, ele não irá se des­va­lo­ri­zar. “Com o pa­trimô­nio na mão, é di­fí­cil de per­der di­nhei­ro em imó­veis. Es­te é um dos me­lho­res in­ves­ti­men­tos”, con­clui.

É im­por­tan­te, po­rém, to­mar al­guns cui­da­dos na ho­ra de fe­char o ne­gó­cio. Ele ad­ver­te que, an­tes da com­pra, o in­te­res­sa­do de­ve re­a­li­zar uma pes­qui­sa so­bre o imó­vel e a res­pei­to da em­pre­sa en­vol­vi­da na ven­da pa­ra evi­tar, ao má­xi­mo, qual­quer ti­po de mal-en­ten­di­do. Além dis­so, o com­pra­dor pre­ci­sa ler aten­ta­men­te o con­tra­to e ter cer­te­za de que to­da a do­cu­men­ta­ção es­tá cor­re­ta.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.