Pre­ço dos ali­men­tos cai e in­fla­ção so­be 0,19%

Correio da Bahia - - Economia -

IPCA-15 DO IB­GE A de­fla­ção de 0,25% no gru­po Ali­men­ta­ção e Be­bi­das no Ín­di­ce Na­ci­o­nal de Pre­ços ao Con­su­mi­dor Am­plo - 15 (IPCA-15) de ou­tu­bro fez o in­di­ca­dor ter a me­nor va­ri­a­ção pa­ra o mês des­de ou­tu­bro de 2009. On­tem, o Ins­ti­tu­to Bra­si­lei­ro de Ge­o­gra­fia e Es­ta­tís­ti­ca (IB­GE) in­for­mou que o IPCA-15 avan­çou 0,19% es­te mês. Con­si­de­ran­do a sé­rie mês a mês, foi a me­nor va­ri­a­ção des­de agos­to de 2014, quan­do o in­di­ca­dor te­ve al­ta de 0,14%. Com a de­fla­ção, o gru­po Ali­men­ta­ção e Be­bi­das ti­rou 0,06 pon­to per­cen­tu­al (p.p.) no IPCA-15, mai­or im­pac­to ne­ga­ti­vo no mês. Se­gun­do o IB­GE, os pre­ços no agru­pa­men­to dos ali­men­tos pa­ra con­su­mo em ca­sa re­cu­a­ram 0,57%. “A prin­ci­pal con­tri­bui­ção pa­ra bai­xo foi a do lei­te lon­ga vi­da (-0,11 p.p.), que fi­cou 8,49% mais ba­ra­to”, diz no­ta di­vul­ga­da pe­lo ór­gão. Tam­bém fi­ca­ram mais ba­ra­tos até me­a­dos de ou­tu­bro a ba­ta­ta-in­gle­sa (-13,03%), as hor­ta­li­ças (-6,18%) e o fei­jão ca­ri­o­ca (-6,17%). A ex­ce­ção fi­cou por con­ta das car­nes, cu­jos pre­ços su­bi­ram 2,45% e de­ram a con­tri­bui­ção mais ele­va­da ao IPCA-15 de ou­tu­bro, com +0,07 p.p. Ou­tros dois gru­pos tam­bém pu­xa­ram o ín­di­ce pa­ra bai­xo: Ar­ti­gos de Re­si­dên­cia (-0,31% de va­ri­a­ção e -0,01 p.p. de im­pac­to) e Des­pe­sas Pes­so­ais (-0,12% e -0,01 p.p. de im­pac­to). Se os ali­men­tos pu­xa­ram o alí­vio na in­fla­ção nes­te mês, os des­ta­ques de al­ta fo­ram os gru­pos Ha­bi­ta­ção (+0,60%) e Trans­por­tes (+0,67%).

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.