Os pe­tis­tas sa­pi­ens sa­bi­am

Correio da Bahia - - Mais -

En­tre os pe­tis­tas, a ques­tão não é ser ou não ser, é sa­ber ou não sa­ber, eis a de­la­ção. De­la­ção por­que, co­mo eles sem­pre di­zem que não sa­bem de na­da, só elas pa­ra mos­trar que eles sa­bi­am de tu­do. E foi as­sim, en­tre de­cla­ra­ções re­pe­ti­das de não sa­ber e des­con­fi­an­ças da po­pu­la­ção de que eles sem­pre sou­be­ram, que eles per­de­ram qua­se to­do o po­der que ti­ve­ram um dia e que usa­ram pa­ra... Bem, pen­sei em es­cre­ver es­ta tri­lha res­pon­den­do ao ex-pre­si­den­te Lu­la, que pu­bli­cou um tex­to ter­ça-fei­ra, na Fo­lha de SP, o “Por que que­rem me con­de­nar”, me­re­ce­dor de res­pos­tas da­que­les que, co­mo eu, pen­sa­mos o Bra­sil e es­cre­ve­mos nos jor­nais. Mas co­mo res­pon­der a Lu­la se ele diz ape­nas que é ino­cen­te e que não tem na­da a ver com a mai­or rou­ba­lhei­ra pra­ti­ca­da con­tra o Bra­sil nos úl­ti­mos 500 anos? Tal­vez mai­or que a saí­da de Dom João VI do Bra­sil colô­nia, le­van­do to­do o ati­vo do Ban­co do Bra­sil pa­ra o Rei­no Por­tu­guês. A des­con­fi­an­ça é que os pe­tis­tas sa­pi­ens que, di­zem, não sa­bi­am de na­da, ten­ta­ram cons­truir um Es­ta­do pa­ra­le­lo de ban­dei­ra pe­tis­ta, com o pa­trimô­nio do Es­ta­do bra­si­lei­ro, man­ten­do, in­clu­si­ve, um exér­ci­to pa­ra ga­ran­tir a trans­fe­rên­cia. Li, on­tem, que Eva Chi­a­von, es­po­sa de Fran­cis­co Chi­a­von, o “Chi­cão do MST”, ago­ra faz par­te da equi­pe de Lind­berg Fa­ri­as. Des­de o iní­cio da ges­tão pe­tis­ta, Eva pas­seia por de­ze­nas de car­gos fe­de­rais e es­ta­du­ais pe­tis­tas e, na se­cre­ta­ria-ge­ral do Mi­nis­té­rio da De­fe­sa de Dil­ma Rous­seff, le­vou um de­cre­to pa­ra a as­si­na­tu­ra da pre­si­den­te que trans­fe­ria po­de­res do Exér­ci­to Bra­si­lei­ro pa­ra o Mi­nis­té­rio da De­fe­sa. O de­cre­to to­ma­va dos co­man­dan­tes mi­li­ta­res po­de­res co­mo a trans­fe­rên­cia pa­ra a re­ser­va de ofi­ci­ais su­pe­ri­o­res, in­ter­me­diá­ri­os e su­bal­ter­nos, e a re­for­ma de ofi­ci­ais da ati­va. O Mi­nis­té­rio da De­fe­sa que re­ce­be­ria os po­de­res es­ta­va com qu­em? Com Ja­ques Wag­ner.

Dil­ma Rous­seff dis­se que não sa­bia de na­da do de­cre­to, as­sim co­mo dis­se que ig­no­ra­va o “pre­ju” que a com­pra de Pa­sa­de­na deu à Pe­tro­bras, coi­sa de US$ 792,3 mi­lhões. Três de­la­to­res, aque­les que re­sol­vem a ques­tão pe­tis­ta de sa­ber ou não sa­ber, de­la­ta­ram que to­dos sa­bi­am de tu­do, que a com­pra de Pa­sa­de­na en­vol­veu pro­pi­na, que os três - Del­cí­dio Ama­ral, Pau­lo Ro­ber­to Cos­ta e Nes­tor Cer­ve­ró – re­ce­be­ram até US$ 1,5 mi­lhão pe­lo ne­gó­cio con­si­de­ra­do o pi­or da his­tó­ria da em­pre­sa es­ta­tal. E por que Lu­la, pre­si­den­te do Bra­sil, Ga­bri­el­li, pre­si­den­te da Pe­tro­bras, e Dil­ma Rous­seff, pre­si­den­te do con­se­lho da Pe­tro­bras, os três re­ce­ben­do óti­mos sa­lá­ri­os pa­ra de­fen­der os in­te­res­ses do Bra­sil, com­pra­ram Pa­sa­de­na?

Se al­guém ain­da acre­di­ta no tex­to que Lu­la di­ri­giu ao país ter­ça-fei­ra de­ve con­cluir, tam­bém, que du­ran­te a Pre­si­dên­cia da Re­pú­bli­ca ele se­quer sa­bia que era o pre­si­den­te do Bra­sil. Que Lu­la é um idi­o­ta, co­mo o Cân­di­do de Vol­tai­re, cer­ca­do de es­per­ta­lhões que o en­ga­na­ram du­ran­te oi­to anos de Pre­si­dên­cia e qua­tro anos da co­pre­si­dên­cia com Dil­ma. É? Mas se sa­bia de tu­do, co­mo a ló­gi­ca su­ge­re, o ho­mem sa­pi­ens pe­tis­ta é o co­man­dan­te em che­fe de um pro­je­to te­ne­bro­so que le­vou o Bra­sil à ban­car­ro­ta, mas que, fe­liz­men­te, foi im­pe­di­do an­tes de che­gar à so­lu­ção fi­nal.

Co­mo res­pon­der a Lu­la se ele diz ape­nas que é ino­cen­te e que não tem na­da a ver com a mai­or rou­ba­lhei­ra pra­ti­ca­da con­tra o Bra­sil nos úl­ti­mos 500 anos? Tal­vez mai­or que a saí­da de Dom João VI do Bra­sil colô­nia, le­van­do to­do o ati­vo do Ban­co do Bra­sil pa­ra o Rei­no Por­tu­guês. A des­con­fi­an­ça é que os pe­tis­tas sa­pi­ens que, di­zem, não sa­bi­am de na­da,

ten­ta­ram cons­truir um Es­ta­do pa­ra­le­lo de ban­dei­ra pe­tis­ta, com o pa­trimô­nio

do Es­ta­do bra­si­lei­ro

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.