La­va Ja­to: Are­na Co­rinthi­ans foi pre­sen­te pa­ra Lu­la, apon­ta de­la­ção

Correio da Bahia - - Brasil -

DE­LA­ÇÃO O em­pre­sá­rio Emí­lio Ode­bre­cht, pre­si­den­te do con­se­lho de ad­mi­nis­tra­ção do gru­po que le­va o seu so­bre­no­me, afir­mou em acor­do de de­la­ção que a Are­na Co­rinthi­ans, cons­truí­da pe­la em­prei­tei­ra, foi uma es­pé­cie de pre­sen­te pa­ra o ex-pre­si­den­te Lu­la, tor­ce­dor do ti­me. A in­for­ma­ção foi pu­bli­ca­da em re­por­ta­gem do jor­nal Folha de S. Pau­lo. Se­gun­do o em­pre­sá­rio, que es­tá ne­go­ci­a­do sua de­la­ção e de ou­tros em­pre­sá­ri­os do gru­po, co­mo de seu fi­lho Mar­ce­lo Ode­bre­cht, a cons­tru­ção do es­tá­dio foi uma “re­tri­bui­ção à su­pos­ta aju­da de Lu­la ao gru­po nos oi­to anos em que co­man­dou o país, de 2003 a 2010”. A em­prei­tei­ra cons­truiu a Are­na Co­rinthi­ans en­tre 2011 a

2014, com cus­to bem aci­ma do ini­ci­al­men­te pla­ne­ja­do, su­pe­ran­do R$ 1,2 bi­lhão, o se­gun­do mai­or va­lor gas­to nas are­nas da Co­pa. O ad­vo­ga­do Cris­ti­a­no Za­nin Mar­tins, que cui­da da de­fe­sa de Lu­la, se pro­nun­ci­ou atra­vés de no­ta, des­qua­li­fi­can­do o con­teú­do das de­la­ções ne­go­ci­a­das na Ope­ra­ção La­va Ja­to. “A La­va Ja­to não con­se­guiu apre­sen­tar qual­quer pro­va so­bre su­as acu­sa­ções con­tra Lu­la. Na au­sên­cia de pro­vas, tra­ba­lha-se com es­pe­cu­la­ções de de­la­ções. Se a de­la­ção já não ser­ve pa­ra pro­var qual­quer fa­to, a es­pe­cu­la­ção de de­la­ção não me­re­ce qual­quer co­men­tá­rio”, diz o tex­to. An­drés San­chez, pre­si­den­te do Co­rinthi­ans na épo­ca da cons­tru­ção e res­pon­sá­vel até ho­je pe­los as­sun­tos li­ga­dos à Are­na, tam­bém ques­ti­nou a re­port­ga­em. “Di­zem que foi da­do de pre­sen­te pa­ra o Lu­la, e o Co­rinthi­ans tem que pa­gar um fi­nan­ci­a­men­to de R$ 950 e tan­tos mi­lhões? Que ti­po de pre­sen­te é es­se?”, dis­se ao por­tal UOL.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.