Três de ca­da qua­tro juí­zes têm re­mu­ne­ra­ções aci­ma do te­to

Correio da Bahia - - Brasil -

JU­DI­CIÁ­RIO Três de ca­da qua­tro juí­zes bra­si­lei­ros re­ce­be­ram re­mu­ne­ra­ções aci­ma do te­to cons­ti­tu­ci­o­nal, re­ve­la le­van­ta­men­to fei­to pe­lo jor­nal O Glo­bo ana­li­san­do as úl­ti­mas fo­lhas sa­la­ri­ais dos 13.790 ma­gis­tra­dos da Jus­ti­ça co­mum bra­si­lei­ra, a mai­o­ria de agos­to. São 10.765 juí­zes, de­sem­bar­ga­do­res e mi­nis­tros do Su­pe­ri­or Tri­bu­nal de Jus­ti­ça (STJ) que ti­ve­ram ven­ci­men­tos mai­o­res do que os R$ 33.763 pa­gos aos mi­nis­tros do Su­pre­mo Tri­bu­nal Fe­de­ral (STF). Pe­la Cons­ti­tui­ção, es­se de­ve­ria ser o mai­or va­lor pa­go aos ser­vi­do­res. O le­van­ta­men­to re­ve­la que a mé­dia das re­mu­ne­ra­ções re­ce­bi­das por ma­gis­tra­dos da Jus­ti­ça co­mum é de R$ 39,2 mil. Pa­ra dri­blar o te­to, os tri­bu­nais pa­gam aos ma­gis­tra­dos re­cur­sos a tí­tu­los variados de “in­de­ni­za­ções”, “van­ta­gens” e “gra­ti­fi­ca­ções”, com res­pal­do le­gal da­do por de­ci­sões do pró­prio Ju­di­ciá­rio ou re­so­lu­ções dos con­se­lhos Na­ci­o­nal de Jus­ti­ça (CNJ) e da Jus­ti­ça Fe­de­ral (CFJ), que têm a atri­bui­ção de fis­ca­li­zar es­se po­der. Ape­nas em dois es­ta­dos - Bahia (12,4%) e Per­nam­bu­co (12,1%) - me­nos da me­ta­de dos ma­gis­tra­dos re­ce­be aci­ma do te­to. São os úni­cos tri­bu­nais em que a mé­dia dos ven­ci­men­tos fi­cou abai­xo dos R$ 33.763 do STF.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.