A his­tó­ria se­cu­lar da San­ta Ca­sa da Bahia

Correio da Bahia - - Front Page -

Já ima­gi­nou os de­sa­fi­os que en­fren­ta uma ins­ti­tui­ção de 467 anos, com o no­bre pro­pó­si­to de es­tar a ser­vi­ço do bem? As­sim é a his­tó­ria da San­ta Ca­sa da Bahia, de com­pro­me­ti­men­to com os bai­a­nos des­de 1549, mes­mo ano de fun­da­ção da ci­da­de de Sal­va­dor.

Ao con­trá­rio do que mui­tos po­dem pen­sar, sua atu­a­ção não fi­ca res­tri­ta à área da saú­de. O tra­ba­lho fi­lan­tró­pi­co da ins­ti­tui­ção tam­bém se es­ten­de às áre­as de cul­tu­ra, as­sis­tên­cia so­ci­al, edu­ca­ção in­fan­til e en­si­no e pes­qui­sa, sem­pre na bus­ca cons­tan­te da ex­ce­lên­cia ope­ra­ci­o­nal, ges­tão pro­fis­si­o­na­li­za­da e in­ves­ti­men­to con­tí­nuo no aper­fei­ço­a­men­to de to­dos os co­la­bo­ra­do­res e de sua es­tru­tu­ra fí­si­ca.

Pas­sei a in­te­grar a Ir­man­da­de da San­ta Ca­sa em 2002, quan­do ti­ve a opor­tu­ni­da­de de co­nhe­cer de per­to a ins­ti­tui­ção que eu já ad­mi­ra­va. Em 2005, ocu­pei os car­gos de te­sou­rei­ro, e pos­te­ri­or­men­te, mor­do­mo di­re­tor de saú­de. No­ve anos de­pois, em 2014, fui elei­to pro­ve­dor, em pri­mei­ro mandato, car­go de­sa­fi­a­dor, do qual me or­gu­lho da con­fi­an­ça em mim de­po­si­ta­da, co­mo tam­bém, pe­la opor­tu­ni­da­de de vi­ven­ci­ar a gran­de­za e a re­le­vân­cia des­ta ins­ti­tui­ção pa­ra a ci­da­de e pa­ra o nos­so es­ta­do.

Sua im­por­tan­te atu­a­ção so­ci­al re­fle­te-se no aten­di­men­to de cer­ca de 2.500 pes­so­as em si­tu­a­ção de vul­ne­ra­bi­li­da­de so­ci­o­e­conô­mi­ca, que re­ce­bem edu­ca­ção, ori­en­ta­ção ju­rí­di­ca, in­cen­ti­vos e, so­bre­tu­do, ca­ri­nho e aten­ção. As ati­vi­da­des são con­cen­tra­das, prin­ci­pal­men­te, no Pro­gra­ma Avan­çar, cen­tro de re­fe­rên­cia em pro­mo­ção so­ci­al e ca­pa­ci­ta­ção, e nos seis cen­tros de Edu­ca­ção In­fan­til, lo­ca­li­za­dos no Bair­ro da Paz, além de ou­tro si­tu­a­do na Pu­pi­lei­ra.Na saú­de, a ins­ti­tui­ção tem co­mo seu prin­ci­pal equi­pa­men­to o Hos­pi­tal San­ta Iza­bel, cen­tro de re­fe­rên­cia em aten­di­men­tos de al­ta com­ple­xi­da­de, es­pe­ci­al­men­te nas áre­as de Car­di­o­lo­gia, On­co­lo­gia, Or­to­pe­dia, Pe­di­a­tria e Neu­ro­lo­gia, den­tre 39 es­pe­ci­a­li­da­des. A bus­ca cons­tan­te pe­la ex­ce­lên­cia tem si­do re­co­nhe­ci­da em pre­mi­a­ções lo­cais e na­ci­o­nais, so­bre­tu­do após a con­quis­ta do ní­vel mais im­por­tan­te de cer­ti­fi­ca­ção: a Acre­di­ta­ção por Ex­ce­lên­cia - Ní­vel 3, ob­ti­da atra­vés da me­to­do­lo­gia da Or­ga­ni­za­ção Na­ci­o­nal de Acre­di­ta­ção (ONA), que pri­o­ri­za a se­gu­ran­ça do pa­ci­en­te, o ge­ren­ci­a­men­to de ris­co e da ro­ti­na e in­di­ca­do­res de qua­li­da­de e de­sem­pe­nho. No Bra­sil, me­nos de 2% das uni­da­des de saú­de pos­su­em es­sa cer­ti­fi­ca­ção má­xi­ma.

To­das as ati­vi­da­des que com­põem a San­ta Ca­sa da Bahia re­for­çam o nos­so com­pro­mis­so em ser­vir ao pró­xi­mo e con­ti­nu­ar ali­an­do a tra­di­ção e a ino­va­ção, que tan­to mar­cam a nos­sa tra­je­tó­ria.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.