Pac­to pe­la Vi­da aju­dou a re­du­zir mor­tes

Correio da Bahia - - Mais -

Pro­gra­mas de se­gu­ran­ça pú­bli­ca co­mo o Pac­to Pe­la Vi­da (PPV), es­pe­cí­fi­cos pa­ra re­du­ção de ho­mi­cí­di­os, têm ob­ti­do su­ces­so na di­mi­nui­ção da vi­o­lên­cia em seus estados. É o que afir­ma o di­re­tor-pre­si­den­te do Fó­rum Bra­si­lei­ro de Se­gu­ran­ça Pú­bli­ca, Re­na­to Sér­gio de Lima. “Se olhar pa­ra as re­du­ções, as mais sig­ni­fi­ca­ti­vas fo­ram em estados que têm pro­gra­mas es­pe­cí­fi­cos, co­mo Ala­go­as, Ce­a­rá e São Paulo. Na Bahia, que tem o PPV, tam­bém hou­ve re­du­ção”, sa­li­en­tou.

A Bahia con­se­guiu re­du­zir as Mor­tes Vi­o­len­tas In­ten­ci­o­nais (MVI ) de 6.366, em 2014, pa­ra 6.338, em 2015. A ta­xa por 100 mil ha­bi­tan­tes tam­bém caiu, de 42,1 pa­ra 41,7 (-0,9%). O co­or­de­na­dor do PPV e se­cre­tá­rio es­ta­du­al de Re­la­ções Ins­ti­tu­ci­o­nais, Cé­zar Lis­boa, não quis co­men­tar o anuá­rio. Fo­ra de Sal­va­dor, ele dis­se não ter ti­do aces­so ao es­tu­do, mas ex­pli­cou o pro­gra­ma, de­fen­den­do a in­te­gra­ção en­tre se­cre­ta­ri­as e ou­tros po­de­res. “Ins­ti­tuí­do em 2011, seu ob­je­ti­vo é ter um olhar mais in­te­gra­do so­bre a ques­tão da se­gu­ran­ça, con­se­guin­do ar­ti­cu­lar uma política de es­ta­do que en­vol­va os três po­de­res. Tam­bém jun­ta­mos re­pres­são ao cri­me com pre­ven­ção so­ci­al”, ci­tou.

Lima tam­bém en­ten­de que a in­te­gra­ção en­tre po­de­res é o ca­mi­nho. Ele ci­ta o ca­so de Ala­go­as, que re­du­ziu em 20% a ta­xa de MVI en­tre 2014 e 2015. “Foi o úni­co es­ta­do que te­ve um pro­gra­ma de in­te­gra­ção en­tre es­ta­do e União”, dis­se.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.