Cur­so en­si­na a fa­zer um cur­rí­cu­lo

Correio da Bahia - - Mais -

sa­ber se co­lo­ca­va ou não fo­to, qu­an­tas pá­gi­nas ti­nha que ter ou se eu de­ve­ria de­ta­lhar to­das as ex­pe­ri­ên­ci­as”, re­lem­bra. “Na mi­nha área, al­gu­mas pes­so­as re­co­men­dam a ela­bo­ra­ção de um cur­rí­cu­lo mais cri­a­ti­vo. Um ami­go fez um lei­au­te pa­ra mim, mas já ou­vi tam­bém que es­ses mo­de­los não são tão bons as­sim”, com­ple­ta.

Pa­ra a su­per­vi­so­ra da Catho, as op­ções cri­a­ti­vas po­dem ser in­te­res­san­tes em al­gu­mas áre­as. “Cur­rí­cu­los di­fe­ren­tes são ca­da vez mais bem re­ce­bi­dos. No en­tan­to, o ar­qui­vo não po­de dei­xar de la­do in­for­ma­ções im­por­tan­tes”. Por ter ex­pe­ri­ên­cia em mais de uma área, Gladys Sil­va pos­sui dois ti­pos de cur­rí­cu­lo. E ain­da as­sim tem dú­vi­da so­bre co­mo ex­pli­car o “Ob­je­ti­vo”. “Fi­quei sem sa­ber o quão es­pe­cí­fi­ca de­ve­ria ser”, diz. A re­gra, nes­te e na mai­o­ria dos ca­sos, é ser cla­ra, con­for­me res­sal­ta­ram os es­pe­ci­a­lis­tas. Quem pre­ci­sa de uma mão­zi­nha ex­tra na ho­ra de co­lo­car seus co­nhe­ci­men­tos no pa­pel po­de con­tar com o su­por­te do Si­ne­bahia. To­das as se­gun­das, das 8h30 às 11h30, a ins­ti­tui­ção ofe­re­ce um cur­so de ori­en­ta­ção ao tra­ba­lha­dor, que au­xi­lia a ela­bo­ra­ção do cur­rí­cu­lo e tam­bém in­di­ca co­mo o pro­fis­si­o­nal de­ve se com­por­tar du­ran­te uma se­le­ção. O cur­so con­ta com uma mé­dia de 50 a 60 va­gas . “A gen­te co­me­ça fa­lan­do so­bre a im­por­tân­cia de ter um do­cu­men­to ade­qua­do, apon­tan­do o que de­ve ou não cons­tar no ar­qui­vo”, ex­pli­ca Ju­li­e­te Bar­re­to, psi­có­lo­ga do Si­ne­bahia. Ou­tro mo­men­to do trei­na­men­to é a prá­ti­ca, quan­do os can­di­da­tos com­pa­ram um mo­de­lo co­e­ren­te e ou­tro ina­de­qua­do pa­ra per­ce­ber os er­ros mais fre­quen­tes.

Uma di­ca da­da por Ju­li­e­ta é co­lo­car ape­nas as três úl­ti­mas ex­pe­ri­ên­ci­as. “Pa­ra que o cur­rí­cu­lo não fi­que mui­to ex­ten­so”, jus­ti­fi­ca. A pre­pa­ra­ção pa­ra o mo­men­to do processo se­le­ti­vo não de­ve ser dei­xa­da de la­do. “Se en­ga­na quem pen­sa que o processo se­le­ti­vo é só o cur­rí­cu­lo. Co­mo o can­di­da­to se apre­sen­ta e qual a sua pos­tu­ra na en­tre­vis­ta tam­bém são pon­tos ava­li­a­dos”, diz.

Ca­so par­ti­ci­pe de uma di­nâ­mi­ca de gru­po, por exem­plo, Ju­li­e­te acon­se­lha ser pon­tu­al e ves­tir-se de for­ma ade­qua­da. Além de man­ter sem­pre o con­ta­to vi­su­al com o re­cru­ta­dor, de­mons­trar mo­ti­va­ção e se pos­sí­vel, man­ter o ce­lu­lar des­li­ga­do. “In­ter­rom­per ou­tros can­di­da­tos, uti­li­zar o te­le­fo­ne quan­do os ou­tros es­tão se apre­sen­tan­do ou man­ter con­ver­sas pa­ra­le­las são fa­lhas que se­rão no­ta­das”. A fal­ta de in­te­ra­ção nas di­nâ­mi­cas tam­bém é um pon­to ne­ga­ti­vo, as­sim co­mo che­gar uti­li­zan­do fo­ne de ou­vi­do ou mas­can­do chi­cle­te, o que pas­sa um ar de in­for­ma­li­da­de.

Du­ran­te a pa­les­tra, a equi­pe do Si­ne­bahia tam­bém ori­en­ta so­bre os ti­pos de se­le­ção que po­dem ser apli­ca­dos, co­mo os psi­co­tes­tes , por exem­plo. “A gen­te ex­pli­ca ca­da um de­les e dá re­co­men­da­ções so­bre co­mo o tra­ba­lha­dor po­de se pre­pa­rar. No ca­so do tes­te psi­co­ló­gi­co, acon­se­lha­mos o can­di­da­to a dor­mir bem e não in­ge­rir be­bi­das al­coó­li­cas na noi­te an­te­ri­or”, apon­ta. O Si­ne­bahia tem ou­tros cursos, co­mo um so­bre o uso de re­des so­ci­ais de for­ma po­si­ti­va.

E-mail Uti­li­zar um en­de­re­ço de con­ta­to não pro­fis­si­o­nal é uma fa­lha. Na­da de “flor­zi­nha” ou “ga­tão” . Op­te pe­lo no­me.

Fo­to Co­lo­car fo­to no cur­rí­cu­lo é op­ci­o­nal, mas mui­tos re­cru­ta­do­res não re­co­men­dam a não ser que se­ja uma exi­gên­cia da em­pre­sa. Se ne­ces­sá­rio, op­te por uma fo­to só­bria.

Do­cu­men­ta­ção Nú­me­ro de RG, CPF, fi­li­a­ção ou re­fe­rên­cia que não se­ja pro­fis­si­o­nal tam­bém é ina­de­qua­do.

Idi­o­ma Só de­ve ser in­cluí­do se for im­por­tan­te pa­ra a em­pre­sa. A in­for­ma­ção de­ve ser ver­da­dei­ra.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.