Pe­tró­leo e Trump fa­zem Bol­sa fe­char ses­são em que­da de 2,49%

Correio da Bahia - - Economia -

MO­VI­MEN­TO VEN­DE­DOR A Bol­sa de Va­lo­res de São Pau­lo fe­chou o pre­gão de on­tem em que­da de 2,49% e ce­deu do ní­vel de 63 mil pon­tos da aber­tu­ra até os 61.750,17 pon­tos do fe­cha­men­to, na mí­ni­ma do dia. A Bol­sa vol­tou on­tem do fe­ri­a­do já se ajus­tan­do às que­das da vés­pe­ra nos Es­ta­dos Uni­dos, mas o mo­vi­men­to ven­de­dor ga­nhou mai­or fô­le­go à tar­de, re­for­ça­do pe­las que­das do pe­tró­leo, in­cer­te­za quan­to às elei­ções nos Es­ta­dos Uni­dos e tam­bém al­gu­ma cau­te­la com o ce­ná­rio do­més­ti­co. O vo­lu­me de ne­gó­ci­os to­ta­li­zou R$ 8,86 bi­lhões. A que­da na Bol­sa foi ge­ne­ra­li­za­da, em­bo­ra as ações da Pe­tro­bras te­nham si­do uma es­pé­cie de car­ro-che­fe do mo­vi­men­to. Com o pe­tró­leo re­gis­tran­do su­ces­si­vas que­das, em meio a dú­vi­das quan­to ao con­tro­le da pro­du­ção mun­di­al, os Ame­ri­can De­po­si­tary Re­ceipts (ADRs) da Pe­tro­bras ha­vi­am caí­do 3% na quar­ta-fei­ra, dia de fe­ri­a­do no Bra­sil. E co­mo a com­mo­dity vol­tou a cair on­tem no ex­te­ri­or, os pa­péis da es­ta­tal aca­ba­ram por pas­sar por um du­plo ajus­te e fe­cha­ram o pre­gão com per­das ex­pres­si­vas, de 4,24% (ON) e de 4,33% (PN). A ape­nas cin­co di­as da elei­ção pre­si­den­ci­al, o “Ris­co Trump” con­ti­nu­ou a ame­dron­tar os in­ves­ti­do­res, au­men­tan­do a aver­são ao ris­co re­pre­sen­ta­do por paí­ses emer­gen­tes e mer­ca­dos de ren­da va­riá­vel em ge­ral. Uma no­va pes­qui­sa do jor­nal Washing­ton Post e da re­de de te­le­vi­são ABC mos­trou a can­di­da­ta de­mo­cra­ta à Pre­si­dên­cia dos Es­ta­dos Uni­dos, Hil­lary Clin­ton, de vol­ta à li­de­ran­ça (47% a 45%), mas os mer­ca­dos con­ti­nu­am a en­ten­der que a dis­pu­ta é acir­ra­da e de re­sul­ta­do in­cer­to.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.