Che­gou a ho­ra

Correio da Bahia - - Mais - Thi­a­go Frei­re thi­a­go.frei­re@re­de­bahia.com.br

Ho­je e ama­nhã se­rão di­as de­ci­si­vos pa­ra mais de 600 mil bai­a­nos que fa­rão o Exa­me Na­ci­o­nal do En­si­no Mé­dio (Enem). As ocu­pa­ções em ins­ti­tui­ções de en­si­no adi­a­ram a pro­va de 31.775 bai­a­nos pa­ra os di­as 3 e 4 de de­zem­bro, se­gun­do os no­vos da­dos di­vul­ga­dos on­tem pe­lo Ins­ti­tu­to Na­ci­o­nal de Es­tu­dos e Pes­qui­sas Edu­ca­ci­o­nais (Inep), res­pon­sá­vel pe­lo exa­me . Ao to­do, a Bahia te­ve 664.697 ins­cri­tos no Enem es­te ano.

Uma das ins­cri­tas é a es­tu­dan­te do 3º ano Ma­ri­a­na Oxente de Sou­za, 16 anos, que acre­di­ta es­tar pre­pa­ra­da. “Aca­bou. Eu ago­ra es­tou tran­qui­la, sei que es­tou bem pre­pa­ra­da. Vou re­la­xar por­que sei que sou ca­paz”, ga­ran­tiu a can­di­da­ta, que vai ten­tar uma va­ga pa­ra o cur­so de Di­rei­to. Pa­ra se pre­pa­rar, Ma­ri­a­na fez Enem nos dois anos an­te­ri­o­res e já co­nhe­ce seu lo­cal de pro­va, que fi­ca em Ca­ja­zei­ras. “Pas­sar no Enem é uma res­pon­sa­bi­li­da­de que car­re­go co­mi­go, pe­la mi­nha ori­gem e de mi­nha fa­mí­lia”, des­ta­cou a es­tu­dan­te.

Já Tá­cio San­tos, 17, con­fes­sa que es­tá an­si­o­so, mas acre­di­ta que fa­rá uma boa pro­va. “Fiz os si­mu­la­dos da es­co­la e fui mui­to bem nas (dis­ci­pli­nas) exa­tas. Vou fa­zer (o exa­me) per­ti­nho de ca­sa e na ho­ra, vou fi­car tran­qui­lo, sim”, es­pe­ra o jo­vem, que quer ser en­ge­nhei­ro me­câ­ni­co. Tá­cio e Ma­ri­a­na par­ti­ci­pa­ram on­tem de um au­lão no Co­lé­gio Es­ta­du­al Se­nhor do Bon­fim pa­ra re­vi­sar os as­sun­tos mais co­bra­dos na pro­va (ve­ja ao la­do). GUIA

Pa­ra ga­ran­tir que dê tu­do cer­to na em­prei­ta­da do Enem, cheio de re­gras, o COR­REIO pre­pa­rou um guia que lem­bra tu­do o que vo­cê de­ve e não de­ve le­var, quais são os ho­rá­ri­os, quais as pró­xi­mas datas im­por­tan­tes re­la­ci­o­na­das ao Enem e o que po­de te eli­mi­nar.

É pre­ci­so le­var em con­ta que to­dos os ho­rá­ri­os ofi­ci­ais do exa­me, são em re­la­ção ao ho­rá­rio de Bra­sí­lia. Na Bahia, os por­tões abrem às 11h e fe­cham pon­tu­al­men­te às 12h. Se pla­ne­je e saia de ca­sa com an­te­ce­dên­cia. De pre­fe­rên­cia, su­ge­re o Inep, co­nhe­ça an­tes o ca­mi­nho até seu lo­cal de pro­va.

Tam­bém é ne­ces­sá­rio planejar o que vai le­var pa­ra o exa­me. De obri­ga­tó­rio, bas­ta ter um do­cu­men­to ori­gi­nal com fo­to e uma ca­ne­ta de tin­ta pre­ta fa­bri­ca­da com ma­te­ri­al trans­pa­ren­te. Xe­rox não ser­ve, nem ca­ne­tas de ou­tras co­res ou lá­pis. Po­de dei­xar em ca­sa os ócu­los es­cu­ros e bo­nés ou ou­tros itens de cha­pe­la­ria. Se le­var, te­rá que co­lo­car em um en­ve­lo­pe la­cra­do for­ne­ci­do pe­lo apli­ca­dor. Tam­bém vai no en­ve­lo­pe apa­re­lhos ce­lu­la­res e ou­tros equi­pa­men­tos ele­trô­ni­cos.

Exa­me se­rá re­a­li­za­do ho­je e ama­nhã pa­ra mais de 600 mil bai­a­nos

MU­DAN­ÇAS

O Inep atu­a­li­zou, on­tem, a lis­ta de lo­cais ocu­pa­dos que te­rão o Enem adi­a­do. Seis cidades bai­a­nas ti­ve­ram mu­dan­ças e o nú­me­ro de ins­cri­tos que fa­rão a pro­va nos di­as 3 e 4 de de­zem­bro pu­lou de 29.810 pa­ra 31.775. A Bahia é o ter­cei­ro es­ta­do com par­ti­ci­pan­tes afe­ta­dos, atrás de Mi­nas Ge­rais (60.659) e Pa­ra­ná (43.618).

Al­guns lo­cais saí­ram da lis­ta, o que sig­ni­fi­ca que os 4.554 ins­cri­tos nes­ses lo­cais - que acre­di­ta­vam ter ti­do seu Enem adi­a­do – fa­rão a pro­va ho­je e ama­nhã. Ca­so não com­pa­re­çam, se­rão eli­mi­na­dos. São dois lo­cais em Salvador, am­bos na Uni­ver­si­da­de Fe­de­ral da Bahia (Uf­ba): Pa­vi­lhão de Au­las Rei­tor Fe­li­pe Ser­pa e PAF V. Em Ita­bu­na, são qua­tro lo­cais: Ce­tep – Litoral Sul II; Co­lé­gio Es­ta­du­al de Ita­bu­na; Co­lé­gio Es­ta­du­al Do­na Amé­lia Ama­do; Co­lé­gio Es­ta­du­al Fé­lix Men­don­ça; e Co­lé­gio Es­ta­du­al Luís Edu­ar­do Ma­ga­lhães.

No sen­ti­do opos­to, 6.519 ins­cri­tos acre­di­ta­vam até on­tem que fa­ri­am o Enem ho­je, mas te­rão que dei­xar pa­ra de­zem­bro. Os lo­cais on­de eles pres­ta­ri­am o exa­me en­tra­ram na lis­ta de ocu­pa­ções do Inep. En­tre eles es­tão os cam­pi da UFRB e If­ba em Fei­ra de San­ta­na, além da pró­pria Uefs, se­di­a­da no mu­ni­cí­pio. O CEEP em Ita­bu­na e Simões Fi­lho, além do Co­lé­gio Mu­ni­ci­pal São Bernardo em Ita­nhém e da Uneb em Bom Je­sus da La­pa tam­bém ti­ve­ram o exa­me adi­a­do. O que le­var Pa­ra fa­zer a pro­va, é pre­ci­so ter um do­cu­men­to com fo­to em mãos. Va­le RG, CNH, Car­tei­ra de Tra­ba­lho, Pas­sa­por­te, Cer­ti­fi­ca­do de Re­ser­vis­ta. Só não va­le có­pia, ape­nas o ori­gi­nal. Se vo­cê per­deu ou te­ve o do­cu­men­to rou­ba­do, pre­ci­sa le­var um bo­le­tim de ocor­rên­cia emi­ti­do em até 90 di­as an­tes da pro­va. O Inep su­ge­re le­var o Car­tão de Con­fir­ma­ção im­pres­so, dis­po­ní­vel na Pá­gi­na do Par­ti­ci­pan­te (http://enem.inep.gov.br/par­ti­ci­pan­te). O car­tão con­tém o nú­me­ro de ins­cri­ção, da­ta e ho­rá­rio do exa­me e lo­cal de pro­vas. Pa­ra res­pon­der a pro­va, é ne­ces­sá­rio es­tar com ca­ne­ta es­fe­ro­grá­fi­ca de tin­ta pre­ta, fa­bri­ca­da em ma­te­ri­al trans­pa­ren­te. Ou­tros ti­pos de ca­ne­ta, lá­pis ou la­pi­sei­ras não po­dem ser uti­li­za­dos. Co­mi­da, água, ber­mu­da e chi­ne­los são per­mi­ti­dos. Ócu­los es­cu­ros, bo­nés ou si­mi­la­res es­tão proi­bi­dos. Po­de le­var ce­lu­lar e ou­tros apa­re­lhos ele­trô­ni­cos, mas eles te­rão que ser des­li­ga­dos e la­cra­dos em en­ve­lo­pe na ho­ra da re­a­li­za­ção da pro­va. Ho­rá­ri­os Na Bahia, os por­tões abrem às 11h e fe­cham pon­tu­al­men­te às 12h. As pro­vas co­me­çam às 12h30. Ho­je, o exa­me tem du­ra­ção de 4h30; ama­nhã, 5h30. O can­di­da­to po­de sair a par­tir de du­as ho­ras do iní­cio das pro­vas (14h30, sem con­tar atra­sos). Só é per­mi­ti­do le­var o ca­der­no de ques­tões nos 30 mi­nu­tos fi­nais do exa­me (16h30 ho­je e 17h30 ama­nhã, sem con­tar os atra­sos). Trans­por­te A Se­cre­ta­ria Mu­ni­ci­pal de Mo­bi­li­da­de Ur­ba­na (Se­mob) mon­tou um es­que­ma es­pe­ci­al pa­ra o Enem. A fro­ta foi re­for­ça­da com 830 veí­cu­los ex­tras, sen­do 295 ho­je e 410 ama­nhã. Os ôni­bus vão ope­rar em 112 li­nhas dis­tri­buí­das pe­la Or­la, Mi­o­lo e Su­búr­bio da ci­da­de. A ope­ra­ção co­me­ça às 8h e ter­mi­na às 16h. A Se­mob tam­bém tra­rá re­for­ço de no­ve li­nhas re­gu­la­do­ras nas es­ta­ções da La­pa, Pi­ra­já e Mus­su­run­ga, en­tre 14h e 20h. A Tran­sal­va­dor irá atu­ar com agen­tes nos prin­ci­pais lo­cais de pro­va, on­de o flu­xo de veí­cu­lo é mais in­ten­so. As ci­clo­fai­xas das Ave­ni­das ACM, Se­te de Se­tem­bro e Oceâ­ni­ca não vão fun­ci­o­nar nes­te fim de se­ma­na. A da Ave­ni­da Ma­ga­lhães Ne­to co­me­ça após o fe­cha­men­to dos por­tões, às 12h. O pro­je­to Ru­as de La­zer, que in­ter­di­ta o trá­fe­go de veí­cu­los na re­gião do Di­que do To­ro­ró, tam­bém não vai fun­ci­o­nar. Se­gu­ran­ça A Po­lí­cia Mi­li­tar vai re­for­çar o po­li­ci­a­men­to ho­je e ama­nhã, pa­ra ga­ran­tir a tran­qui­li­da­de dos can­di­da­tos nos lo­cais de pro­va. A in­ten­si­fi­ca­ção é re­a­li­za­da pe­los co­man­dos re­gi­o­nais, atra­vés das su­as uni­da­des de área cor­res­pon­den­tes. A PM tam­bém se­rá res­pon­sá­vel pe­la escolta das pro­vas até os lo­cais on­de se­rão apli­ca­das. Em Salvador, a ação con­ta­rá com o apoio do Ba­ta­lhão de Cho­que, Ba­ta­lhão de Guar­das e Ba­ta­lhão da Po­lí­cia Ro­do­viá­ria. As pro­vas Em ca­da dia são re­a­li­za­das du­as pro­vas, com 45 ques­tões ca­da. Ho­je, os can­di­da­tos tes­tam seus co­nhe­ci­men­tos em Ci­ên­ci­as Hu­ma­nas e su­as Tec­no­lo­gi­as; e em Ci­ên­ci­as da Na­tu­re­za e su­as Tec­no­lo­gi­as. Ama­nhã é a vez de os can­di­da­tos res­pon­de­rem Lin­gua­gens, Có­di­gos e su­as Tec­no­lo­gi­as; e ain­da Ma­te­má­ti­ca e su­as Tec­no­lo­gi­as. Ama­nhã se­rá re­a­li­za­da a Re­da­ção. O que po­de li­mi­nar É pre­ci­so es­tar aten­to às re­gras, pois al­gu­mas de­las po­dem eli­mi­nar o can­di­da­to na ho­ra. Não é per­mi­ti­do per­tur­bar a or­dem do lo­cal do exa­me, sen­do sem­pre ne­ces­sá­rio se­guir as or­dens dos apli­ca­do­res de pro­va. O can­di­da­to não po­de co­mu­ni­car-se ver­bal­men­te, por es­cri­to ou por qual­quer ou­tro meio com ou­tro par­ti­ci­pan­te. To­dos os equi­pa­men­tos ele­trô­ni­cos pre­ci­sam es­tar des­li­ga­dos e la­cra­dos em en­ve­lo­pe. Tam­bém não é per­mi­ti­do uti­li­zar li­vros, no­tas ou ma­te­ri­ais im­pres­sos. Se qui­ser sair da sa­la, é obri­ga­tó­rio es­tar acom­pa­nha­do por um apli­ca­dor. Não res­pei­tar os ho­rá­ri­os ou não en­tre­gar os ma­te­ri­ais do exa­me pa­ra o apli­ca­dor, ao sair, tam­bém po­dem eli­mi­nar o can­di­da­to. Uti­li­zar ócu­los es­cu­ros ou itens de cha­pe­la­ria, co­mo bo­nés, cha­péus, vi­sei­ras e si­mi­la­res tam­bém é proi­bi­do, as­sim co­mo por­tar ar­mas de qual­quer es­pé­cie. A re­cu­sa, sem jus­ti­fi­ca­ti­va, de ser sub­me­ti­do à re­vis­ta ele­trô­ni­ca e co­le­ta de da­dos bi­o­mé­tri­cos tam­bém eli­mi­nam o can­di­da­to.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.