Me­te a mão

Correio da Bahia - - Esporte - Fer­nan­da.va­re­la@re­de­bahia.com.br

Che­gou o gran­de dia. Ho­je, o bai­a­no Rob­son Con­cei­ção, de 28 anos, fa­rá sua es­treia pe­lo bo­xe pro­fis­si­o­nal. A par­tir das 21h, o pu­gi­lis­ta, ou­ro nos Jo­gos Olím­pi­cos do Rio de Ja­nei­ro, en­fren­ta­rá o ame­ri­ca­no Cley Burns. O du­e­lo se­rá em Las Ve­gas, nos Es­ta­dos Uni­dos, e tem pre­vi­são de seis rounds. O Sportv trans­mi­te ao vi­vo.

Rob­son Con­cei­ção fa­rá uma das lu­tas pre­li­mi­na­res que mar­ca o re­tor­no de Manny Pac­qui­ao aos rin­gues após uma bre­ve apo­sen­ta­do­ria. E, pa­ra fa­zer bo­ni­to, o bai­a­no re­ce­beu con­se­lhos de um dos mai­o­res no­mes da his­tó­ria do bo­xe olím­pi­co na­ci­o­nal, Es­qui­va Fal­cão. Me­da­lhis­ta de pra­ta nos Jo­gos de Lon­dres, em 2012, ele se mu­dou pa­ra Las Ve­gas e já so­ma 15 triun­fos co­mo pro­fis­si­o­nal.

“O con­se­lho que dou é ir bem tran­qui­lo. Ex­pe­ri­ên­cia, ele tem. É só sa­ber o mo­men­to de en­cai­xar o pri­mei­ro gol­pe. Dei­xar pas­sar o pri­mei­ro e o se­gun­do round pa­ra sen­tir a adre­na­li­na e, se ti­ver a chan­ce, der­ru­bar no ter­cei­ro. Não dei­xar che­gar pa­ra os juí­zes. Se pin­tar o mo­men­to de no­cau­te­ar, no­cau­teie”, dis­se Fal­cão, em en­tre­vis­ta à Ag. Fight.

Além de re­pre­sen­tar o Bra­sil, a es­treia de Rob­son é fun­da­men­tal pa­ra o ce­ná­rio es­por­ti­vo. De acor­do com Fal­cão, o bo­xe an­da ca­ren­te de ído­los. “Fui pra­ta, meu ir­mão (Es­qui­va Fal­cão) e a Adri­a­na (Araú­jo) bron­ze e ago­ra o Rob­son con­se­guiu o ou­ro iné­di­to. É um cres­ci­men­to do bo­xe olím­pi­co. Ago­ra, eu e meu ir­mão es­ta­mos in­vic­tos no pro­fis­si­o­nal e o Rob­son vai es­tre­ar. É ho­ra de ter es­se cres­ci­men­to do bo­xe pro­fis­si­o­nal tam­bém. Pre­ci­sa­mos ído­los”, co­men­tou ele.

Rob­son en­ca­ra ame­ri­ca­no na pri­mei­ra lu­ta co­mo pro­fis­si­o­nal

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.