Con­fi­ar no cra­que

Correio da Bahia - - Esporte - Da­ni­e­la Le­o­ne da­ni­e­la.le­o­ne@re­de­bahia.com.br

San­tos, Fi­guei­ren­se, Co­ri­ti­ba e Pal­mei­ras. Res­tam ape­nas qua­tro ri­vais no ca­mi­nho do Vi­tó­ria em 2016 e, pa­ra per­ma­ne­cer na Sé­rie A, o ru­bro-ne­gro pre­ci­sa se sair bem di­an­te de al­guns de­les. A pre­pa­ra­ção pa­ra a re­ta fi­nal do Bra­si­lei­rão co­me­ça ho­je , na To­ca do Leão, quan­do o elen­co se re­a­pre­sen­ta após dois di­as de fol­ga.

A in­ter­tem­po­ra­da de dez di­as até o jo­go con­tra o San­tos, dia 17, na Vi­la Bel­mi­ro, vai be­ne­fi­ci­ar jo­ga­do­res co­mo Ma­ri­nho, que se des­gas­ta mui­to du­ran­te os jo­gos. “Às ve­zes eu não con­si­go trei­nar após as par­ti­das por­que es­tou es­go­ta­do mes­mo”, re­la­ta o ar­ti­lhei­ro do ti­me no ano, com 17 gols.

O Leão é o 16º co­lo­ca­do, com 39 pon­tos, ape­nas um a mais que o In­ter­na­ci­o­nal, pri­mei­ro ti­me do Z4 e prin­ci­pal ad­ver­sá­rio na lu­ta con­tra o re­bai­xa­men­to. A pro­je­ção é que o ru­bro-ne­gro pre­ci­sa fa­zer pe­lo me­nos 45 pon­tos, o que sig­ni­fi­ca ven­cer dois con­fron­tos ou ven­cer um e em­pa­tar três.

A pau­sa no ca­len­dá­rio vai per­mi­tir que o téc­ni­co Ar­gel ajus­te o ti­me pa­ra o con­fron­to com o vi­ce-lí­der do Bra­si­lei­rão. Com 64 pon­tos, o San­tos vi­ve si­tu­a­ção opos­ta ao Vi­tó­ria e ain­da tem chan­ce de co­lo­car a mão na ta­ça, ape­sar do Pal­mei­ras es­tar seis pon­tos à fren­te. Se ven­cer o Pei­xe, o Vi­tó­ria aju­da o lí­der e du­pla­men­te a si mes­mo, já que en­fren­ta o Pal­mei­ras na úl­ti­ma ro­da­da. Se a equi­pe al­vi­ver­de for cam­peã an­te­ci­pa­da­men­te, o Leão te­rá um con­fron­to te­o­ri­ca­men­te mais fá­cil.

Ape­sar do bom mo­men­to do San­tos, Ma­ri­nho pro­me­te dar tra­ba­lho. “É fi­nal pra eles e é fi­nal pra gen­te tam­bém, por­que a nos­sa si­tu­a­ção é mui­to mais com­pli­ca­da que a de­les. Es­pe­ro que a gen­te pos­sa sur­pre­en­der e sair com a vi­tó­ria de lá, por­que, aí sim, a gen­te vai dar uma res­pi­ra­da me­lhor”, des­ta­ca o ata­can­te.

Fo­ra de ca­sa, o Vi­tó­ria con­quis­tou 14 dos 39 pon­tos que dis­pu­tou, apro­vei­ta­men­to de 28%. Além do San­tos, o Leão tam­bém vi­si­ta o Co­ri­ti­ba, dia 28. Fi­guei­ren­se e irão ao Bar­ra­dão.

Den­tro ou fo­ra de ca­sa, o Vi­tó­ria te­rá a boa fa­se de Ma­ri­nho a seu fa­vor. De­pois de se re­cu­pe­rar de le­são, o ata­can­te fez dois jo­gos, mar­cou três gols e deu du­as as­sis­tên­ci­as. Mui­tas ve­zes cri­ti­ca­do por in­sis­tir em jo­ga­das in­di­vi­du­ais, ele foi o prin­ci­pal res­pon­sá­vel por ti­rar o ti­me da zo­na de re­bai­xa­men­to, após em­pa­te por 2x2 com o Flu­mi­nen­se e triun­fo por 3x2 con­tra o Atlé­ti­co-PR.

No que de­pen­der do ca­mi­sa 7, ele vai se­guir fo­mi­nha. “Mui­tas ve­zes as pes­so­as fa­lam, mas meu fu­te­bol é es­se, não vai mu­dar. Eu vou ten­tar fa­zer vá­ri­as jo­ga­das in­di­vi­du­ais mes­mo. Es­pe­ro con­ti­nu­ar nes­se mo­men­to bom jun­to com os meus com­pa­nhei­ros até o fi­nal do cam­pe­o­na­to”, ga­ran­te.

Pal­mei­ras

Com Ma­ri­nho em boa fa­se, Leão tem mais qua­tro ri­vais no Bra­si­lei­rão

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.