Festival edu­ca­ti­vo reú­ne es­co­las e co­mu­ni­da­de no Rio Ver­me­lho

Correio da Bahia - - Bahia - MARIA LANDEIRO

BAIR­RO-ESCOLA Na ma­nhã de on­tem, a Pra­ça Pau Bra­sil, lo­ca­li­za­da no bair­ro do Rio Ver­me­lho, vi­rou uma gran­de sa­la de au­la a céu aber­to. O IV Festival Bair­ro - Escola Rio Ver­me­lho reu­niu cer­ca de 300 pes­so­as em uma pro­gra­ma­ção ar­tís­ti­co-edu­ca­ti­va, in­cluin­do tra­ba­lhos ar­te­sa­nais, música, con­ta­ção de his­tó­ri­as, dan­ça e ex­po­si­ção de fo­tos e ma­que­tes. Ide­a­li­za­do pe­las or­ga­ni­za­ções so­ci­ais Ins­ti­tu­to Ins­pi­ra­re e Ci­pó, o pro­je­to ocor­re des­de 2013 no mes­mo bair­ro. “É ins­pi­ra­do em uma me­to­do­lo­gia que faz uma in­te­gra­ção en­tre escola e co­mu­ni­da­de, ge­ran­do uma edu­ca­ção que fa­ça mais sen­ti­do pa­ra o alu­no”, afir­mou uma das in­te­gran­tes da co­mis­são ges­to­ra do bair­ro-escola, Car­la Ara­gão. Se­gun­do Car­la, o pro­je­to tra­ba­lha com a me­lho­ria da edu­ca­ção no bair­ro, em par­ce­ria com no­ve es­co­las pú­bli­cas e ins­ti­tui­ções do lo­cal e de bair­ros ad­ja­cen­tes, co­mo San­ta Cruz e Nor­des­te de Ama­ra­li­na. Além de es­co­las da re­de pú­bli­ca, tam­bém es­tão en­vol­vi­das no pro­je­to pa­ró­qui­as, es­co­las par­ti­cu­la­res, em­pre­sa­ri­a­do, res­tau­ran­tes e as­so­ci­a­ções de mo­ra­do­res. “O Rio Ver­me­lho é um bair­ro que fer­vi­lha cul­tu­ra e his­tó­ria, e as es­co­las não se apro­vei­ta­vam dis­so. Nos­sa am­bi­ção é fa­zer do Rio Ver­me­lho o pri­mei­ro bair­ro edu­ca­dor de Sal­va­dor”, dis­se Car­la. A ar­qui­te­ta Ma­ri­a­na Re­zen­de, 33, le­vou o fi­lho Pe­dro, de 5 anos, pa­ra co­nhe­cer mais o bair­ro e con­vi­ver com cri­an­ças de re­a­li­da­des di­fe­ren­tes. “Ho­je as cri­an­ças vi­vem mui­to em play­grounds”, dis­se ela.

Tra­ba­lhos ar­te­sa­nais e ex­po­si­ção de de­se­nhos di­ver­tem vi­si­tan­tes

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.