Ba­se e opo­si­ção de­fen­dem lei que be­ne­fi­cia em­pre­sas in­ves­ti­ga­das

Correio da Bahia - - Brasil -

LENIÊNCIA De­pu­ta­dos da ba­se ali­a­da e da opo­si­ção na Câ­ma­ra de­fen­de­ram a re­to­ma­da da dis­cus­são so­bre a pro­pos­ta de cri­ar uma lei que mo­di­fi­ca as atu­ais re­gras so­bre acor­dos de leniência, ti­po de de­la­ção pre­mi­a­da pa­ra a em­pre­sas sus­pei­tas de cor­rup­ção. O me­ca­nis­mo vem re­ce­ben­do du­ras crí­ti­cas dos pro­cu­ra­do­res da Re­pú­bli­ca que in­te­gram a for­ça-ta­re­fa da Ope­ra­ção La­va Ja­to.

Pa­ra eles, há uma no­va ofen­si­va em cur­so no Con­gres­so pa­ra en­ter­rar in­ves­ti­ga­ções e anis­ti­ar exe­cu­ti­vos de em­pre­sas acu­sa­das de cor­rup­ção. Se­gun­do eles, a pro­pos­ta em dis­cus­são abre bre­cha pa­ra li­vrar acu­sa­dos de uma pu­ni­ção na es­fe­ra cri­mi­nal.

Pa­ra o de­pu­ta­do Or­lan­do Sil­va (PC­doB-SP), o Par­la­men­to não po­de se aco­var­dar di­an­te das crí­ti­cas, se­ja do Mi­nis­té­rio Pú­bli­co ou da im­pren­sa, por­que a re­to­ma­da do cres­ci­men­to econô­mi­co, se­gun­da ele, de­pen­de de mu­dan­ças na atu­al le­gis­la­ção. “Es­tá tu­do mui­to con­fu­so, tem de ter uma lei pa­ra pre­ser­var as em­pre­sas”, afir­mou.

A pro­pos­ta vem sen­do cos­tu­ra­da pe­lo lí­der do go­ver­no na Câ­ma­ra, An­dré Mou­ra (PSC-SE). Di­an­te da re­per­cus­são ne­ga­ti­va, Mou­ra dis­se que o pro­je­to pre­li­mi­nar não saiu de seu ga­bi­ne­te. “A La­va Ja­to fez uma (en­tre­vis­ta) co­le­ti­va de um tex­to que não exis­te. Não co­nhe­ço ne­nhum re­la­tó­rio que foi fei­to por mim”, afir­mou. O es­bo­ço do tex­to va­zou à im­pren­sa na úl­ti­ma ter­ça-fei­ra.

Pa­ra Or­lan­do Sil­va, é ne­ces­sá­rio co­lo­car o te­ma em pau­ta e pro­mo­ver o de­ba­te. O de­pu­ta­do do PC­doB con­de­nou o re­cuo di­an­te da re­per­cus­são. “O Par­la­men­to apa­re­ce às ve­zes aco­var­da­do. O que me in­co­mo­da é que fi­ca­mos pa­ra­li­sa­dos”, cri­ti­cou. A ava­li­a­ção do opo­si­ci­o­nis­ta re­fle­te o apoio ao te­ma den­tro da ba­se ali­a­da ao Pla­nal­to.

Lí­der do PSDB na Câ­ma­ra, o de­pu­ta­do bai­a­no An­to­nio Im­bas­sahy tam­bém de­fen­deu on­tem que o Con­gres­so dis­cu­ta a pro­pos­ta de lei pa­ra mo­di­fi­car re­gras de acor­dos de leniência. “Pre­ci­sa­mos en­con­trar uma for­ma, um pro­je­to que dê se­gu­ran­ça ju­rí­di­ca pa­ra que as em­pre­sas pos­sam cum­prir sua fun­ção so­ci­al, que é a ge­ra­ção de em­pre­go e ren­da”, de­cla­rou. O pre­si­den­te da Câ­ma­ra, Ro­dri­go Maia (DEM-RJ), dis­se on­tem que os in­te­gran­tes da La­va Ja­to po­dem fa­zer crí­ti­cas quan­do e on­de qui­se­rem so­bre as re­gras de leniência, mas os par­la­men­ta­res fo­ram elei­tos pe­la po­pu­la­ção pa­ra vo­tar as pro­pos­tas.

A ideia em ges­ta­ção é es­ten­der acor­dos de leniência pa­ra pes­so­as fí­si­cas, co­mo di­re­to­res, aca­ban­do com a pu­ni­bi­li­da­de de­les, o que po­de de­ses­ti­mu­lar de­la­ções. Maia dis­se que re­ti­rou o re­que­ri­men­to de ur­gên­cia pa­ra que o te­ma pos­sa ser mais de­ba­ti­do na Ca­sa, e não pe­las crí­ti­cas.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.