Re­cor­de de pro­du­ção

Correio da Bahia - - Mais - Jor­ge Gauthi­er jor­ge.sou­za@re­de­bahia.com.br

A re­to­ma­da do cres­ci­men­to econô­mi­co bra­si­lei­ro no ter­cei­ro tri­mes­tre de 2016 im­pul­si­o­nou os re­sul­ta­dos da in­dús­tria pe­troquí­mi­ca. Exem­plo dis­so foi a Bras­kem, pe­troquí­mi­ca bai­a­na que du­ran­te o pe­río­do ba­teu re­cor­de de pro­du­ção no Bra­sil, se­gun­do da­dos apre­sen­ta­dos na ma­nhã de on­tem em São Pau­lo. En­tre agos­to e ou­tu­bro, a de­man­da por re­si­nas no mer­ca­do bra­si­lei­ro foi de 1,3 mi­lhão de to­ne­la­das, um au­men­to de 6% na com­pa­ra­ção com o mes­mo pe­río­do do ano pas­sa­do.

Além dis­so, nes­te mês, a com­pa­nhia ini­ci­ou um in­ves­ti­men­to de R$ 380 mi­lhões no Por­to de Ara­tu e na Uni­da­de de Pe­troquí­mi­cos Bá­si­cos da em­pre­sa em Ca­ma­ça­ri. O ob­je­ti­vo é fle­xi­bi­li­zar a ca­pa­ci­da­de pro­du­ti­va do com­ple­xo.

“Os prin­ci­pais fa­to­res que le­va­ram a es­se de­sem­pe­nho fo­ram o mai­or vo­lu­me de ven­das de re­si­nas no mer­ca­do bra­si­lei­ro; me­lho­res spre­ads de re­si­nas no mer­ca­do in­ter­na­ci­o­nal e o au­men­to do re­sul­ta­do do com­ple­xo do Mé­xi­co”, dis­se Fer­nan­do Mu­sa, pre­si­den­te da em­pre­sa. “Es­ses fa­to­res com­pen­sa­ram par­ci­al­men­te a apre­ci­a­ção mé­dia do re­al en­tre os pe­río­dos”, com­ple­tou o exe­cu­ti­vo.

Ape­sar do au­men­to da pro­du­ção, a Bras­kem re­gis­trou re­du­ção de 45% no lu­cro lí­qui­do con­so­li­da­do no ter­cei­ro tri­mes­tre des­te ano na com­pa­ra­ção com o mes­mo pe­río­do do ano pas­sa­do. Já com re­la­ção ao tri­mes­tre an­te­ri­or de 2016 hou­ve um au­men­to de 198% no lu­cro da com­pa­nhia.

O Ebit­da (lu­cro an­tes de ju­ros, im­pos­tos, de­pre­ci­a­ção e amor­ti­za­ção) ajus­ta­do atin­giu R$ 3 bi­lhões, com re­cuo de 1% na com­pa­ra­ção anu­al e es­tá­vel an­te o se­gun­do tri­mes­tre des­te ano. Já no acu­mu­la­do do ano, o Ebit­da che­ga aos R$ 9,1 bi­lhões an­te aos R$ 9,4 bi­lhões que fo­ram re­gis­tra­dos em to­do ano de 2015.

Bras­kem se be­ne­fi­cia do cres­ci­men­to do mer­ca­do in­ter­no

MER­CA­DO IN­TER­NO

Pa­ra Mu­sa, o mo­men­to é de re­to­ma­da no mer­ca­do bra­si­lei­ro e, in­clu­si­ve, no úl­ti­mo tri­mes­tre hou­ve uma re­du­ção na quan­ti­da­de de ma­té­ria-pri­ma ex­por­ta­da pe­la Bras­kem.

“A de­man­da no Bra­sil foi boa e is­so im­pli­cou nu­ma le­ve re­du­ção da ex­por­ta­ção de re­si­nas

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.