24h Pa­pa au­to­ri­za pa­dres a ab­sol­ver mu­lhe­res que co­me­te­ram abor­to

Correio da Bahia - - Mundo -

PE­CA­DO O pa­pa Fran­cis­co per­mi­tiu que to­dos os pa­dres pos­sam ab­sol­ver mu­lhe­res do “gra­ve pe­ca­do” do abor­to, am­pli­an­do in­de­fi­ni­da­men­te uma per­mis­são es­pe­ci­al que ele ha­via con­ce­di­do du­ran­te o Ano Sa­gra­do da Mi­se­ri­cór­dia. Fran­cis­co es­cre­veu na Car­ta Apos­tó­li­ca tor­na­da pú­bli­ca pe­lo Va­ti­ca­no on­tem que não há pe­ca­do que a mi­se­ri­cór­dia de Deus não pos­sa lim­par quan­do en­con­tra um co­ra­ção ar­re­pen­di­do e em bus­ca de re­con­ci­li­a­ção. Por ou­tro la­do, o pa­pa tam­bém ad­ver­tiu: “Eu qu­e­ro res­sal­tar quão fir­me­men­te quan­to pos­sa que o abor­to é um pe­ca­do gra­ve, já que co­lo­ca fim a uma vi­da ino­cen­te”. Co­mo a Igre­ja Ca­tó­li­ca con­si­de­ra o abor­to um pe­ca­do gra­ve, ela an­te­ri­or­men­te da­va a prer­ro­ga­ti­va de ab­sol­vê-lo a um bis­po, que po­dia con­ce­der es­se per­dão di­re­ta­men­te ou de­le­gá-lo a um pa­dre es­pe­ci­a­lis­ta nes­sas si­tu­a­ções. Em

2015, po­rém, o pon­tí­fi­ce per­mi­tiu que to­dos os pa­dres pu­des­sem ab­sol­ver es­sa fal­ta no de­cor­rer do Ano Sa­gra­do, que foi de 8 de de­zem­bro de 2015 a 20 de no­vem­bro des­te ano. Ao am­pli­ar a du­ra­ção da per­mis­são, o pa­pa co­lo­ca em prá­ti­ca sua vi­são de uma Igre­ja mi­se­ri­cor­di­o­sa. Co­mo ele já es­cre­veu no pas­sa­do, há mu­lhe­res que não têm al­ter­na­ti­va a não ser to­mar “es­ta de­ci­são an­gus­ti­an­te e do­lo­ro­sa”. Em sua men­sa­gem di­vul­ga­da on­tem, o pa­pa re­co­men­dou: “Pos­sa to­do pa­dre, de ago­ra em di­an­te, ser um guia, apoio e con­for­to pa­ra os pe­ni­ten­tes nes­ta jor­na­da de es­pe­ci­al re­con­ci­li­a­ção” pa­ra os fiéis que fi­ze­ram abor­tos.

No do­min­go, Fran­cis­co fez o en­cer­ra­men­to do Ano da Mi­se­ri­cór­dia

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.