Oba­ma e Trump re­a­gem de for­mas di­fe­ren­tes

Correio da Bahia - - Mais -

do PT, PC­doB e PSOL uma es­ta­dia eter­na nas pro­fun­de­zas do in­fer­no” dis­se em ví­deo.

O pre­si­den­te do Con­gres­so, se­na­dor Re­nan Ca­lhei­ros (PMDB-AL), dis­se em tom res­pei­to­so. “A des­pei­to de su­as con­vic­ções e ide­o­lo­gi­as po­lí­ti­cas, foi um ho­mem que mar­cou a his­tó­ria mun­di­al”. A morte de Fi­del Cas­tro pro­vo­cou re­a­ções di­fe­ren­tes do atu­al e do fu­tu­ro pre­si­den­te dos Es­ta­dos Uni­dos. O pre­si­den­te Ba­rack Oba­ma, que fez do res­ta­be­le­ci­men­to de la­ços di­plo­má­ti­cos com Cu­ba um mar­co de seu go­ver­no, dis­se que os Es­ta­dos Uni­dos es­ten­dem a mão da ami­za­de ao po­vo cu­ba­no. Já o pre­si­den­te elei­to Do­nald Trump, que es­tá pas­san­do o fim de semana em seu re­sort em Palm Be­a­ch, na Fló­ri­da, di­vul­gou du­as men­sa­gens so­bre a morte de Fi­del Cas­tro.

Na pri­mei­ra, ele se li­mi­tou a di­zer pe­las re­des so­ci­ais a se­guin­te fra­se: “Fi­del es­tá mor­to”. Em ou­tra, ho­ras mais tar­de, Trump se re­fe­riu a Fi­del co­mo um “di­ta­dor bru­tal que opri­miu seu pró­prio po­vo por qua­se seis dé­ca­das”.

As de­cla­ra­ções em sen­ti­do opos­to de Oba­ma e de Trump pro­vo­cam in­da­ga­ções so­bre o fu­tu­ro das re­la­ções en­tre os Es­ta­dos Uni­dos e Cu­ba. Pe­lo la­do de Trump, o que es­tá va­len­do é uma de­cla­ra­ção que ele fez du­ran­te a cam­pa­nha. Trump dis­se, na épo­ca, que pre­ten­dia re­ver­ter ações em­pre­en­di­das por Oba­ma com re­la­ção a Cu­ba, a me­nos que o re­gi­me cu­ba­no co­me­ce a re­co­nhe­cer a “li­ber­da­de re­li­gi­o­sa e po­lí­ti­ca” e li­ber­tar pri­si­o­nei­ros po­lí­ti­cos.

Na de­cla­ra­ção de on­tem, Trump diz que o “le­ga­do de Fi­del é (mar­ca­do) por pe­lo­tões de fu­zi­la­men­to, rou­bo, so­fri­men­to ini­ma­gi­ná­vel, po­bre­za e a ne­ga­ção dos di­rei­tos hu­ma­nos fun­da­men­tais”.

Já a de­cla­ra­ção de Oba­ma en­fa­ti­za a ami­za­de en­tre os dois po­vos. “Sa­be­mos que es­te mo­men­to en­che os cu­ba­nos - em Cu­ba e nos Es­ta­dos Uni­dos - de emo­ções po­de­ro­sas, lem­bran­do as inú­me­ras maneiras pe­las quais Fi­del Cas­tro al­te­rou o cur­so das vi­das in­di­vi­du­ais, das fa­mí­li­as e da na­ção cubana. A his­tó­ria re­gis­tra­rá e jul­ga­rá o enor­me im­pac­to des­sa fi­gu­ra sin­gu­lar no po­vo e no mun­do ao seu re­dor”, dis­se.

Oba­ma afir­mou que, por qua­se seis dé­ca­das, a re­la­ção en­tre os EUA e Cu­ba foi mar­ca­da pela dis­cór­dia e pro­fun­dos de­sen­ten­di­men­toss. “Du­ran­te a minha pre­si­dên­cia, tra­ba­lha­mos mui­to pa­ra co­lo­car o pas­sa­do pa­ra trás, pros­se­guin­do a um fu­tu­ro no qual a re­la­ção en­tre os nos­sos dois paí­ses não é de­fi­ni­da pe­las nos­sas di­fe­ren­ças”.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.