Mo­nu­men­tos ama­nhe­cem de­pre­da­dos em Bra­sí­lia

Correio da Bahia - - Brasil Mundo -

PRO­TES­TO No dia se­guin­te ao pro­tes­to contra as po­lí­ti­cas de ajus­te fis­cal e de re­for­ma do en­si­no mé­dio pro­pos­tas pe­lo go­ver­no Mi­chel Te­mer, mo­nu­men­tos e pré­di­os da Es­pla­na­da dos Mi­nis­té­ri­os ama­nhe­ce­ram on­tem com as mar­cas de de­pre­da­ção. Pa­trimô­nio His­tó­ri­co da Hu­ma­ni­da­de, a área cen­tral da ci­da­de vi­veu ce­nas in­co­muns em tra­di­ci­o­nais pro­tes­tos po­lí­ti­cos, com pi­cha­ções e até quei­ma de car­ros. Há 30 anos atrás, a ca­pi­tal vi­veu ce­nas de des­trui­ção, quan­do, em no­vem­bro de 1986, sin­di­ca­tos pro­mo­ve­ram o cha­ma­do Ba­der­na­ço, um ato contra o Pla­no Cru­za­do II, do go­ver­no Sar­ney, que re­sul­tou em ôni­bus e car­ros de po­lí­cia vi­ra­dos na Es­pla­na­da e na Ro­do­viá­ria do Pla­no Pi­lo­to.

A es­tre­la de aço com os pon­tos car­de­ais não foi pou­pa­da, as­sim co­mo as pla­cas de re­fe­rên­ci­as da ca­te­dral e dos mi­nis­té­ri­os, pos­tes de ra­da­res de ve­lo­ci­da­de e as lu­mi­ná­ri­as ce­no­grá­fi­cas em fren­te aos pés de ja­to­bá no Co­man­do da Ae­ro­náu­ti­ca.

A Bi­bli­o­te­ca Na­ci­o­nal e o Mu­seu da Re­pú­bli­ca re­ce­be­ram fra­ses co­mo: “Fo­ra Te­mer”, “Po­lí­cia as­sas­si­na” e “Go­ver­no gol­pis­ta”.

Nem Paulo Frei­re (1921-1997) es­ca­pou às de­pre­da­ções. O pai­nel com o re­tra­to do edu­ca­dor, em fren­te ao Mi­nis­té­rio da Edu­ca­ção, foi man­cha­do de tin­ta. A prin­ci­pal cons­tru­ção re­li­gi­o­sa de Bra­sí­lia foi um dos pré­di­os mais pi­cha­dos. Na cú­pu­la e no ane­xo da ca­te­dral, pi­cha­do­res dei­xa­ram gra­va­das as si­glas de uni­ver­si­da­des fe­de­rais.

Di­ver­sos mo­nu­men­tos na Es­pla­na­da dos Mi­nis­té­ri­os, tom­ba­dos pe­lo Pa­trimô­nio His­tó­ri­co, fo­ram pi­cha­dos

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.