Es­pe­ran­ça vi­va

Correio da Bahia - - Vida - Da­ni­e­la Leone da­ni­e­la.leone@re­de­bahia.com.br

Em meio a tan­tas lá­gri­mas e tris­te­za, a es­pe­ran­ça se­gue con­for­tan­do o co­ra­ção de al­guns fa­mi­li­a­res. En­tre as 77 pes­so­as que es­ta­vam no avião da LaMia CP2933 que caiu na Colôm­bia quan­do le­va­va o ti­me da Cha­pe­co­en­se pa­ra Me­del­lín, seis so­bre­vi­ve­ram. Du­as es­tão fo­ra de pe­ri­go e qua­tro apre­sen­tam qua­dros mé­di­cos em evo­lu­ção.

Os jo­ga­do­res Ne­to, Alan Rus­chel e Foll­mann, o jor­na­lis­ta Ra­fa­el Hen­zel, e os tri­pu­lan­tes Xi­me­na Suá­rez e Erwin Tu­mi­ri es­ca­pa­ram com vida da que­da da ae­ro­na­ve que trans­por­ta­va a de­le­ga­ção da Cha­pe­co­en­se. Ca­da um se­gue lu­tan­do a seu mo­do por ela. A co­mis­sá­ria e o téc­ni­co ae­ro­náu­ti­co bo­li­vi­a­nos tam­bém es­tão in­ter­na­dos, mas são os úni­cos que es­tão fo­ra de pe­ri­go e não es­tão na UTI.

A tragédia acon­te­ceu na ma­dru­ga­da de ter­ça-fei­ra. Ne­to, Alan Rus­chel e Foll­mann de­ve­ri­am ter en­tra­do em cam­po on­tem, às 20h45, quan­do a equi­pe ca­ta­ri­nen­se en­fren­ta­ria o Atlé­ti­co Na­ci­o­nal, em Me­del­lín, na Colôm­bia, pe­la fi­nal da Co­pa Sul-Ame­ri­ca­na.

Ao in­vés de ve­rem eles den­tro das qua­tro li­nhas, os mi­lha­res de tor­ce­do­res que fo­ram ao es­tá­dio Ata­na­sio Gi­rar­dot, on­tem, re­za­ram por su­as re­cu­pe­ra­ções. As no­tí­ci­as são po­si­ti­vas após as pri­mei­ras ho­ras de re­cu­pe­ra­ção.

A Cha­pe­co­en­se emi­tiu um co­mu­ni­ca­do mé­di­co on­tem de­ta­lhan­do a si­tu­a­ção dos bra­si­lei­ros. De acor­do com ele, o za­guei­ro Ne­to, úl­ti­mo dos res­ga­ta­dos, ain­da es­tá em es­ta­do crí­ti­co, po­rém es­ta­bi­li­za­do e com pers­pec­ti­vas de me­lho­ra. Ne­to che­gou ao hos­pi­tal com ede­mas no crâ­nio, le­sões no tó­rax e fra­tu­ras nas per­nas. Tem bo­as con­di­ções neu­ro­ló­gi­ca e cir­cu­la­tó­ria.

O la­te­ral Alan Rus­chel foi sub­me­ti­do a uma ci­rur­gia na co­lu­na ver­te­bral, mas es­tá com o mo­vi­men­to das per­nas e bra­ços nor­ma­li­za­do. Ele te­ve le­são em uma das vér­te­bras e cor­reu ris­co de fi­car te­tra­plé­gi­co, o que já es­tá des­car­ta­do. Alan te­ve inú­me­ras es­co­ri­a­ções e ain­da apre­sen­ta es­ta­do crí­ti­co, mas es­tá es­ta­bi­li­za­do.

O go­lei­ro Foll­mann é o que se en­con­tra em es­ta­do mais gra­ve. Ele te­ve a per­na di­rei­ta am­pu­ta­da do jo­e­lho pa­ra bai­xo e ain­da há pos­si­bi­li­da­de de ter o pé es­quer­do am­pu­ta­do. O es­ta­do de Foll­mann é o que re­quer mais cui­da­dos, mas seu qua­dro tam­bém é es­tá­vel.

O jor­na­lis­ta Ra­fa­el Hen­zel so­freu um trau­ma no tó­rax e uma fra­tu­ra na per­na. O es­ta­do de­le tam­bém é crí­ti­co. “O úl­ti­mo re­la­tó­rio é que os nos­sos atle­tas, jun­ta­men­te com o re­pór­ter Ra­fa­el, se en­con­tram fo­ra de ris­co de mor­te. Es­sa é uma no­tí­cia mui­to boa que veio de lá”, afir­mou o di­re­tor ju­rí­di­co da Cha­pe­co­en­se, Luís Sér­gio Gro­chot, on­tem, no fi­nal da tar­de. “Pro­va­vel­men­te eles te­rão que fi­car ain­da 10 di­as hos­pi­ta­li­za­dos na Colôm­bia”, com­ple­tou o di­ri­gen­te.

So­bre­vi­ven­tes apre­sen­tam qua­dro de evo­lu­ção

TRANS­FE­RÊN­CIA

Ini­ci­al­men­te, não há in­di­ca­ção de trans­fe­rên­cia pa­ra o Bra­sil. “Nós só va­mos trans­fe­rir se for em to­tal se­gu­ran­ça e se is­so for a pa­la­vra da nos­sa equi­pe mé­di­ca de que se­ria me­lhor tra­zer eles pa­ra São Paulo, pra Cha­pe­có, pra on­de for. Não va­mos me­dir es­for­ços pa­ra pre­ser­var a vida não só dos nos­sos atle­tas co­mo tam­bém do jor­na­lis­ta que lá es­tá”, afir­mou o ge­ren­te co­mer­ci­al da Cha­pe­co­en­se, An­drei Co­pe­ti, em en­tre­vis­ta à Record.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.