Po­lí­cia acha dro­gas em UPP e pren­de co­man­dan­te da uni­da­de

Correio da Bahia - - Brasil -

RIO DE JANEIRO O ma­jor Ale­xan­dre Fru­go­ni, co­man­dan­te da UPP (Uni­da­de de Po­lí­cia Pa­ci­fi­ca­do­ra) do Caju, foi pre­so, quar­ta-feira, pe­la cor­re­ge­do­ria da Po­lí­cia Mi­li­tar. Os po­li­ci­ais en­con­tra­ram dro­gas até no te­lha­do da uni­da­de mi­li­tar. Na sa­la do co­man­dan­te, os po­li­ci­ais acha­ram uma pis­to­la com a nu­me­ra­ção ras­pa­da, 13 car­re­ga­do­res, bom­bas de gás, e mais de mil mu­ni­ções que não são da po­lí­cia. No to­tal, qua­tro mi­li­ta­res da UPP fo­ram presos. Os no­mes dos ou­tros três não fo­ram di­vul­ga­dos. Os 67 pi­nos de co­caí­na e 11 ta­ble­tes de ma­co­nha es­con­di­dos no te­lha­do fo­ram des­co­ber­tos após os cães da PM co­me­ça­rem a la­tir pa­ra o al­to quan­do en­tra­ram em uma das sa­las da uni­da­de. Em um ar­má­rio no alo­ja­men­to da su­per­vi­são da UPP, a cor­re­ge­do­ria da PM en­con­trou mais de 100 pi­nos de co­caí­na, 20 ta­ble­tes de ma­co­nha, uma pis­to­la ca­li­bre 380 também com a nu­me­ra­ção ras­pa­da e mu­ni­ções de fu­zil. Também mi­li­tar, a mu­lher do co­man­dan­te foi obri­ga­da a de­por. Ela é acu­sa­da de ten­tar es­con­der parte do ma­te­ri­al, que es­ta­va na re­si­dên­cia do ca­sal. A mu­lher do co­man­dan­te é ma­jor da PM. A UPP do Caju con­ta com 350 po­li­ci­ais e foi inau­gu­ra­da em abril de 2013.O pro­gra­ma da UPP foi ins­ta­la­do em 2008 pa­ra re­to­mar áre­as do­mi­na­das pelo trá­fi­co e apro­xi­mar a po­pu­la­ção do Es­ta­do. Se tor­nou trun­fo po­lí­ti­co do en­tão go­ver­na­dor Sér­gio Ca­bral (PMDB), ho­je pre­so. Ca­bral che­gou a pro­me­ter em sua cam­pa­nha à re­e­lei­ção ter­mi­nar o go­ver­no com "to­das as fa­ve­las pa­ci­fi­ca­das". Em agos­to, em meio ao agra­va­men­to da vi­o­lên­cia no Rio e do au­men­to de con­fron­tos ar­ma­dos nas fa­ve­las, a se­cre­ta­ria de Se­gu­ran­ça anun­ci­ou a re­ti­ra­da de 3.000 po­li­ci­ais das UPPs. Es­pe­ci­a­lis­tas em se­gu­ran­ça pú­bli­ca afir­mam que a de­ci­são do go­ver­no in­vi­a­bi­li­za o fun­ci­o­na­men­to das UPPs co­mo pla­ne­ja­da. Pes­qui­sa Da­ta­fo­lha, di­vul­ga­da no úl­ti­mo dia 7, mos­trou que, se pu­des­sem, 72% dos mo­ra­do­res iri­am em­bo­ra do Rio por cau­sa da vi­o­lên­cia. O le­van­ta­men­to re­ve­lou que 67% das pes­so­as ou­vi­ram al­gum ti­ro re­cen­te­men­te.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.