‘Sou pre­ta, po­bre, da pe­ri­fe­ria’, diz mi­nis­tra que re­cla­mou de sa­lá­rio

Correio da Bahia - - Brasil -

QUE­RIA R$ 61 MIL A mi­nis­tra dos Di­rei­tos Hu­ma­nos, Luis­lin­da Va­lois (PSDB), afir­mou on­tem, no Rio, que é “pre­ta, po­bre, da pe­ri­fe­ria”. No iní­cio des­te mês, ela se en­vol­veu em uma po­lê­mi­ca ao apre­sen­tar um pe­di­do ao go­ver­no pa­ra acu­mu­lar seu sa­lá­rio com o de de­sem­bar­ga­do­ra apo­sen­ta­da, o que lhe ga­ran­ti­ria ven­ci­men­to bru­to de R$ 61,4 mil. No pe­di­do, re­ve­la­do pe­la Co­lu­na do Es­ta­dão, Luis­lin­da ale­ga­va que, por cau­sa do te­to cons­ti­tu­ci­o­nal, só fi­ca­va com R$ 33,7 mil do to­tal das ren­das. Se­gun­do ela, sua si­tu­a­ção, “sem som­bra de dú­vi­das, se as­se­me­lha ao tra­ba­lho es­cra­vo”. Após a re­per­cus­são, ela de­sis­tiu do pe­di­do. “Es­tou sem­pre às or­dens. Va­mos au­men­tar es­te nú­me­ro (de be­ne­fi­ciá­ri­os de pro­gra­mas so­ci­ais) pa­ra o Rio e pa­ra o Bra­sil tam­bém. Co­mo mu­lher pre­ta, po­bre, da pe­ri­fe­ria, co­nhe­ço o que é vi­ver lon­ge dos gran­des cen­tros”, afir­mou Luis­lin­da on­tem, ao par­ti­ci­par com o pre­si­den­te Mi­chel Te­mer do lan­ça­men­to do Pro­gra­ma Emer­gen­ci­al de Ações So­ci­ais pa­ra o Es­ta­do do Rio e Mu­ni­cí­pi­os, em uma uni­da­de da Ma­ri­nha, na Zo­na Nor­te do Rio. No even­to, ela não fa­lou so­bre a po­lê­mi­ca. Ne­ta de es­cra­vos e fi­lha de uma la­va­dei­ra e um mo­tor­nei­ro de bon­de, Luis­lin­da te­ve uma in­fân­cia po­bre e só se for­mou em Di­rei­to aos 39 anos. Em 1984, por con­cur­so, tor­nou-se juí­za do Tri­bu­nal de Justiça do Es­ta­do da Bahia. Em 2011, vi­rou de­sem­bar­ga­do­ra.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.