R$ 1 BILHÃO

Pen­dên­ci­as são re­la­ti­vas a re­pas­ses pa­ra o or­ça­men­to re­gu­lar da en­ti­da­de, ope­ra­ções de paz e tri­bu­nais in­ter­na­ci­o­nais

Folha de Londrina - - Primeira Página - Ja­mil Cha­de Agên­cia Estado

Bra­sil é o Es­ta­do­mem­bro com a se­gun­da mai­or dí­vi­da jun­to à ONU, su­pe­ra­da ape­nas pe­la dos Es­ta­dos Uni­dos

Ge­ne­bra, Suí­ça - Pres­tes a ver o Bra­sil tra­di­ci­o­nal­men­te abrin­do sua As­sem­bleia Ge­ral em Nova York, nos Es­ta­dos Uni­dos, a ONU (Or­ga­ni­za­ção das Na­ções Uni­das) re­ve­la que a dí­vi­da do go­ver­no de Mi­chel Te­mer com a en­ti­da­de ul­tra­pas­sa a mar­ca de R$ 1 bilhão. De acor­do com o Mi­nis­té­rio do Pla­ne­ja­men­to, um de­pó­si­to de US$ 30 mi­lhões está sen­do “pro­ces­sa­do”.

Da­dos ofi­ci­ais da en­ti­da­de, po­rém, apon­tam que o Bra­sil acu­mu­la a se­gun­da mai­or dí­vi­da, su­pe­ra­da ape­nas pe­la dos EUA. No to­tal, são US$ 321,3 mi­lhões que a ONU co­bra do Bra­sil. O go­ver­no de­ve US$ 221 mi­lhões pa­ra as ope­ra­ções de paz da ONU, ou­tros US$ 96,4 mi­lhões pa­ra o or­ça­men­to re­gu­lar da en­ti­da­de e mais US$ 3,6 mi­lhões pa­ra os tri­bu­nais in­ter­na­ci­o­nais.

No to­tal, a ONU acu­mu­la dí­vi­das de US$ 4,5 bi­lhões de seus Es­ta­dos-mem­bros e, den­tro da en­ti­da­de, o te­mor é de que o go­ver­no ame­ri­ca­no re­du­za ain­da mais seus pa­ga­men­tos, co­lo­can­do uma pres­são ain­da mai­or pa­ra que ou­tros go­ver­nos ar­quem com as con­tas. Tra­di­ci­o­nal­men­te, os EUA têm ar­ca­do com um quar­to do va­lor do or­ça­men­to da ONU.

O pre­si­den­te ame­ri­ca­no, Do­nald Trump, ain­da con­vo­cou uma reu­nião de lí­de­res in­ter­na­ci­o­nais pa­ra o dia 18 de se­tem­bro pa­ra apro­var uma de­cla­ra­ção con­jun­ta pa­ra in­di­car que quer uma re­for­ma ad­mi­nis­tra­ti­va “pro­fun­da” na en­ti­da­de. Sua ini­ci­a­ti­va foi in­ter­pre­ta­da por di­plo­ma­tas es­tran­gei­ros co­mo um aler­ta: ou os cus­tos da en­ti­da­de são dra­ma­ti­ca­men­te re­du­zi­dos, ou o go­ver­no ame­ri­ca­no sus­pen­de par­te de seu pa­ga­men­to anu­al.

O pre­si­den­te Mi­chel Te­mer tam­bém es­ta­rá em Nova York pa­ra a As­sem­bleia Ge­ral da ONU. Nos úl­ti­mos me­ses, o go­ver­no bra­si­lei­ro in­di­ca ter fei­tos es­for­ços pa­ra pa­gar sua dí­vi­da com o sis­te­ma das Na­ções Uni­das, in­cluin­do o or­ça­men­to re­gu­lar e ain­da o fun­ci­o­na­men­to dos tri­bu­nais in­ter­na­ci­o­nais. Em se­tem­bro de 2016, o bu­ra­co che­ga­va a um va­lor iné­di­to de US$ 424,9 mi­lhões. No iní­cio do ano, es- se va­lor caiu pa­ra US$ 290 mi­lhões de­pois que vá­ri­os itens con­se­gui­ram ser qui­ta­dos. Mas, ago­ra, vol­tou a au­men­tar.

O de­fi­cit é um pro­ble­ma que per­du­ra des­de 2014, quan­do o go­ver­no de Dil­ma Rous­seff sus­pen­deu par­te im­por­tan­te dos pa­ga­men­tos pa­ra as en­ti­da­des. Na­que­le mo­men­to, o ca­lo­te já era de US$ 190 mi­lhões com to­do o sis­te­ma da ONU.

Ao jor­nal “O Estado de S. Pau­lo”, di­plo­ma­tas em Nova York re­ve­lam que che­ga­ram a fal­tar em reu­niões dos co­mi­tês de fi­nan­ças da en­ti­da­de que tra­ta­ri­am da dí­vi­da bra­si­lei­ra di­an­te da fal­ta de pre­vi­são de Bra­sí­lia so­bre co­mo o bu­ra­co se­ria pa­go.

Ao as­su­mir seu car­go de chan­ce­ler, José Ser­ra in­di­cou que iria tra­ba­lhar pa­ra pa­gar as dí­vi­das e so­lu­ci­o­nar as pen­dên­ci­as do Ita­ma­raty com seus fun­ci­o­ná­ri­os no ex­te­ri­or, mui­tos com pa­ga­men­tos atra­sa­dos. Ago­ra, os da­dos re­ve­lam que os pa­ga­men­tos pa­ra a ONU con­ti­nu­am sen­do um pro­ble­ma.

RESPOSTA

No Bra­sil, o as­sun­to é tra­ta­do pe­lo Mi­nis­té­rio do Pla­ne­ja­men­to, que apre­sen­tou nes­ta quin­ta-fei­ra (14) nú­me­ros in­fe­ri­o­res de sua dí­vi­da com a ONU. Se­gun­do o go­ver­no, o to­tal de “pa­ga­men­tos pen­den­tes com a ONU so­mam US$ 289,9 mi­lhões”. Se­ri­am US$ 96,4 mi­lhões pa­ra o or­ça­men­to re­gu­lar, US$ 184 mi­lhões pa­ra ope­ra­ções de paz e US$ 8,7 mi­lhões pa­ra os tri­bu­nais.

De acor­do com o Pla­ne­ja­men­to, um de­pó­si­to está sen­do efe­tu­a­do. “O go­ver­no está pro­ces­san­do o pa­ga­men­to de par­te do va­lor re­fe­ren­te à co­ta de 2017 da ONU Re­gu­lar, no va­lor apro­xi­ma­do de US$ 30 mi­lhões”, in­di­cou o mi­nis­té­rio. “Com re­la­ção aos de­mais or­ga­nis­mos da ONU, o go­ver­no vem tra­ba­lhan­do no sen­ti­do de vi­a­bi­li­zar os pa­ga­men­tos den­tro dos li­mi­tes or­ça­men­tá­ri­os e fi­nan­cei­ros atu­ais”, com­ple­tou.

O go­ver­no vem tra­ba­lhan­do no sen­ti­do de vi­a­bi­li­zar os pa­ga­men­tos den­tro dos li­mi­tes or­ça­men­tá­ri­os e fi­nan­cei­ros atu­ais”

Shut­ters­tock

Da­dos ofi­ci­ais da ONU apon­tam que o Bra­sil acu­mu­la a se­gun­da mai­or dí­vi­da, su­pe­ra­da ape­nas pe­la dos EUA

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.